20110909-JM-A-Vida-da-Gente-1009

Relembre os personagens de A vida da gente

Publicado em Novela

Novela estreia novamente na faixa das 18h. Confira os personagens de A vida da gente

A partir desta segunda-feira (1º/3), a Globo volta a exibir a novela A vida de gente, de Lícia Manzo, no horário das 18h, para substituir Flor do Caribe. No folhetim, a história de Ana (Fernanda Vasconcellos), uma jovem e talentosa tenista, que se muda para o exterior obrigada pela família para se afastar de Rodrigo (Rafael Cardoso), por quem ela está apaixonada e está grávida.

No retorno ao Brasil, ela sofre um acidente e fica em coma. Sem perspectiva de que ela acorde, Rodrigo começa a criar a filha deles dois com auxílio de Manu (Marjorie Estiano), irmã de Ana. A partir daí, os dois se envolvem amorosamente. Até que a protagonista acorda e os conflitos desse triângulo se desenvolvem.

“O que eu acho mais bonito na trama desses três personagens é o tempo. É aquilo que é dito no final da novela, você não mergulha duas vezes no mesmo rio. Embora tenha ficado uma história interrompida lá atrás, a beleza era essa. Tendo a achar que o amor nesse sentido prevalece. A novela tinha essa provocação de estar desfazendo o casal romântico, mostrando que dá para seguir em frente”, avalia Lídia.

Confira os personagens de A vida da gente

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ana Fonseca (Fernanda Vasconcellos) – Filha de Eva (Ana Beatriz Nogueira), que nunca escondeu a predileção pela caçula em detrimento de Manuela (Marjorie Estiano). Apesar disso, as duas irmãs mantêm uma sólida amizade, o que as fortalece diante das tiranias da mãe. Ana tem uma carreira promissora como tenista, mas, modesta, não se deslumbra com a fama. Foi criada com esmero por Eva, que a exibe como um troféu, gerenciando sua vida e carreira. Vive sob a pressão da treinadora Vitória (Gisele Fróes) e da alta expectativa materna, o que a faz questionar sua carreira. Apaixona-se por seu irmão de criação, Rodrigo (Rafael Cardoso), de quem engravida de Júlia (Jesuela Moro). Sofre um acidente e fica em coma por quatro anos.

Manuela Fonseca (Marjorie Estiano) – Filha de Eva e irmã mais velha de Ana, é uma jovem tímida e sensível. Um pequeno defeito físico faz com que Manuela manque. Rejeitada pela mãe desde pequena, cresceu à sombra da irmã talentosa, única amiga e confidente, tornando-se “invisível” em casa e na escola. Conta com o amparo de Maria (Neusa Borges), fiel empregada da família, que sempre estimulou o talento para a culinária. Após o acidente que deixa a irmã em coma, assume a responsabilidade por Júlia e, tempos depois, inicia um romance com Rodrigo.

Rodrigo Macedo (Rafael Cardoso) – Filho de Jonas (Paulo Betti) e irmão de Nanda (Maria Eduarda), perdeu a mãe logo cedo e cresceu sozinho e tímido, compensando nos livros a falta de orientação sobre a vida. O pai se casou com Eva, o que o fez conviver como irmão de Ana e Manuela. Admirando-se mutuamente, Ana e Rodrigo logo se tornaram inseparáveis e, com a convivência, descobriram-se apaixonados um pelo o outro. Mas um acidente os afasta. Pai de Júlia.

Iná (Nicette Bruno) – Mãe de Eva e avó de Ana e Manu, é uma mulher positiva e solar, sempre de bem com a vida. Apesar de não ter uma boa relação com a filha, mantém contato constante com as netas. Namora seu Laudelino (Stênio Garcia) há mais de uma década sem jamais pensar em casamento. Costuma fazer previsões com a leitura da sorte no baralho, mas apenas para a família e um ou outro amigo mais próximo. Empreendedora, promove um baile para pessoas da terceira idade, o que lhe garante uma renda modesta, mas suficiente, e muita alegria.

Eva Fonseca (Ana Beatriz Nogueira) – Mãe de Ana e Manuela, é uma mulher ardilosa e manipuladora, de caráter duvidoso. Não esconde sua predileção por Ana, o que a faz rejeitar Manuela abertamente. Filha de Iná, com quem não mantém uma boa relação, vive assombrada pela pobreza e humilhação do passado. Ao descobrir que a filha caçula é um prodígio no tênis, passa a dedicar todas as suas energias para transformá-la numa vencedora. Acredita que a carreira de Ana e seus contratos publicitários possam reerguê-la socialmente. Separa-se de Jonas (Paulo Betti) logo no início da trama, iniciando um processo litigioso contra seu ex-marido.

Júlia (Jesuela Moro) – Filha de Ana e Rodrigo, é uma menina doce e amorosa, porém de temperamento forte. Passa a ser criada por Manu após Ana entrar em coma em decorrência de um acidente de carro. Quando a tenista desperta, a menina entra em conflito, sem saber quem é sua mãe.

Lúcio (Thiago Lacerda) – Neurocirurgião, viúvo, é um profissional dedicado, ético e íntegro. Atende os clientes com tempo, calma e atenção. Constrói vínculos com os pacientes e acredita que a afetividade é indispensável em qualquer processo de cura. Perdeu a esposa para um câncer incurável e amarga a culpa por não ter conseguido salvá-la. Estéril, não pôde realizar o sonho de ter filhos em seu casamento e é, por escolha e temperamento, um solitário. Mas a paixão por Ana e sua relação com a pequena Júlia lhe apontam uma nova vida. Generoso e abnegado, coordena uma ONG de atendimento a crianças com dificuldades motoras.

Jonas Macedo (Paulo Betti) – Pai de Rodrigo e Nanda, procura compensar sua ausência com dinheiro. Ao perceber a aptidão do filho para os estudos, empenha-se em fazer dele seu sucessor na empresa. No início da trama, troca Eva pela jovem Cris (Regiane Alves), sua personal trainer. No final, após flagrar Cris com o motorista da família, Matias (Marcelo Mello Jr.), separa-se novamente. Termina a trama casado com Ângela (Sylvia Massari), sua secretária.

Cris (Regiane Alves) – Ex-personal trainer, casa-se com Jonas Macedo. Alpinista social, Cris passa rapidamente de funcionária a patroa na mansão dos Macedo. Tendo vivido sempre com pouco dinheiro, após o casamento vira uma consumista furiosa, para desagrado de Nanda, filha mais velha de Jonas. Engravida de Tiago (Kaic Crescente) por inseminação artificial. Envolve-se com Matias, motorista da família.

Tiago (Kaic Crescente) – Filho carente de Cris e Jonas, que foi fruto de uma inseminação artificial feita com o sêmen de Lourenço (Leonardo Medeiros), seu tio por parte de pai. Vive entregue aos cuidados de sua babá, Lorena (Júlia Almeida). Ao longo da trama, apresenta problemas emocionais.

Nanda (Maria Eduarda) – Filha de Jonas (Paulo Betti) e irmã mais velha de Rodrigo (Rafael Cardoso), é uma jovem rebelde e sem rumo. Criada praticamente sozinha, acostumou-se a suprir a ausência do pai com a gorda mesada que recebia. Não suporta Cris , atual mulher dele. Quando Cris engravida, Nanda sai de casa para passar uma temporada no exterior. Na segunda fase da novela, envolve-se com o músico Lui (Marat Descartes).

Lui (Marat Descartes) – Músico, financeiramente instável, costuma acompanhar cantores da noite em bares ou restaurantes. Apesar de ser um pai afetuoso para Francisco (Victor Navega Motta), ignora as reais necessidades de uma criança. Encontra em Nanda uma companheira igualmente imatura, pouco responsável ou afeita a convenções. Ao longo da trama, morre de infarto, deixando seu filho sob os cuidados da namorada.

Francisco (Victor Navega Motta) – Filho de Lui, é um menino inteligente e tímido. Revela uma maturidade precoce, contrastando com as atitudes imaturas do pai.

Laudelino (Stênio Garcia) – Namorado de Iná (Nicette Bruno), é um homem íntegro e trabalhador. Romântico, faz o gênero “amante à moda antiga”. Muito pobre na infância, conseguiu prosperar à custa de seu trabalho como marceneiro. Mas a miséria do passado o transformou numa pessoa comedida, o que o impede de desfrutar do que possui. E, como os opostos se atraem, encantou-se justamente por Iná, uma mulher desprendida. Apesar das inúmeras diferenças que existem entre eles, os dois formam um casal apaixonado e encantador. Vive com a neta, Lorena (Júlia Almeida). Ao longo da trama, descobre estar com câncer de próstata.

Lorena (Júlia Almeida) – Neta de Laudelino, é uma jovem esforçada, honesta e de bom coração. Torna-se uma boa amiga de Manu quando esta chega à casa de Iná com Júlia ainda bebê. Na abertura do Sabores da Juju, conhece Matias, com quem inicia um namoro. Formada em enfermagem, cuida de Tiago, tornando-se a referência materna do menino, já que seus pais não têm tempo para ele. Comovida com o amor e total dependência de Tiago por ela, Lorena mantém-se no emprego.

Marcos (Ângelo Antônio) – Casado com Vitória e pai dedicado de Sofia (Alice Wegmann) e Bárbara (Pietra Pan), é um homem frágil e desajustado. Ocupa-se da casa e das filhas, enquanto sua mulher trabalha. Graduado em Direito, já tentou três vezes o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, sem sucesso. Sente-se diminuído pela projeção profissional de Vitória, em contraponto ao próprio fracasso. Busca em Dora a cumplicidade e a admiração que faltam em seu casamento. Ao longo da trama, abre uma agência de turismo, mas, por culpa de sua incompetência, vai à falência.

Sofia (Julia Gomes/ Alice Wegmann) – Filha de Vitória e Marcos, é uma menina perfeccionista. Identifica-se com a mãe vencedora e, no fundo, despreza a figura ‘anulada’ do pai. Procura encarnar a filha irretocável e perfeita, mas sofre nas mãos de sua mãe. No final, com a ajuda de Ana, torna-se uma tenista profissional de sucesso, reconhecida nacionalmente. Sua principal rival é Cecília (Polliana Aleixo), pupila de Vitória.

Bárbara (Natália Costa/ Pietra Pan) – Filha de Vitória e Marcos, é uma menina tranquila. Ao contrário da irmã, Sofia, herdou o temperamento do pai, incapaz de se aborrecer por qualquer razão.

Vitória (Gisele Fróes) – Treinadora de Ana, é uma mulher rígida, arrogante, autoritária e obstinada. Mantém uma escola de tênis, onde é temida por seus alunos e equipe. Casada há dez anos com Marcos, mãe de Sofia e Bárbara, trabalha fora enquanto o marido se ocupa da casa e das crianças. Ainda adolescente, teve uma filha, entregue para adoção. A menina é fruto de uma relação relâmpago com Renato (Luiz Carlos Vasconcellos). Perde Marcos para Dora, uma mulher comum, sem fama, dinheiro ou talento, mas que o compreende e admira. A partir de então, inferniza a vida do ex-marido. Ao longo da trama, envolve-se com Mariano (Francisco Cuoco), pai de uma de suas alunas.

Fonte: Memória Globo