Salsichinhas “invadem” shopping de Brasília

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Quarenta dachshunds, os famosos salsichas, “invadiram” o Terraço Shopping em uma ação promovida pelo Clube dos Dachshunds de Brasília, em parceria com a petshop Farmvet. Os simpáticos cãezinhos desceram uma escada rolante do shopping, chamando atenção de quem passeava por lá. Segundo a administração do clubinho, as primeiras atividades começaram em 2016, quando seis tutoras que seguiam a conta Dachshunds de Brasília no Facebook resolveram se encontrar para socializar os “patas-curtas”. Com o tempo, foi criado um grupo no Whastapp e um perfil no Instagram que, hoje, reúne quase 6,7 mil seguidores.

Além de encontros informais nos espaços para pets de Brasília, o clubinho se reúne em datas especiais, como Natal, Páscoa, carnaval, festa junina e halloween. Em janeiro, participaram do primeiro encontro nacional dos clubes de dachshunds do Brasil, com um evento simultâneo, que reuniu agremiações de todo o país. “A socialização entre cães é fator crucial para desestressar, torná-los mais afáveis e, principalmente, para não perder o exercício da ancestralidade, em correr, cheirar e se identificar. Mesmo que em ambiente restrito ou longe da natureza, é possível perceber toda a movimentação de interesse em relação ao bando”, explica Yael Costa, uma das fundadoras do clube. “Para os tutores, é uma forma de troca de conhecimento muito rica, pois cada um traz algo de experiência própria, além de promover novos círculos de amizade.”

 

Dois gigantes na estrada

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Bruna e Thomás com Áquira e LeBron: 10 mil quilômetros viajando pelo Brasil e por países vizinhos da América do Sul.  Crédito: Rose Wammes 

Pegar a estrada e viajar pelo mundo a bordo de um motorhome figura entre os sonhos de muita gente. Mas quantas pessoas de fato colocam esse desejo em prática? E ainda mais com a companhia de dois cachorros de porte gigante? É exatamente isso que um casal de Caxias do Sul (RS) fará a partir do início de abril. Bruna Pistore e Thomás Paganella de Almeida viajarão de motorhome pela Patagônia até chegar na famosa Ushuaia, conhecida como “a cidade do fim do mundo”. Quem também fará parte dessa aventura são os dogues alemães do casal: a Áquira e o LeBron, considerados ‘influenciadores pets’ com mais de 220k seguidores no Instagram. Vale ressaltar que o dogue alemão é considerado uma das maiores raças de cachorro do mundo. A aventura é um sonho antigo de Bruna, mas ganhou força especialmente no ano passado, quando a Áquira, de 13 anos, passou por um problema sério de saúde.

“Por ela já ser um cão idoso, achamos que iríamos perder ela quando surgiram algumas complicações mais sérias de saúde. Então prometemos que se ela se recuperasse, iríamos tirar nosso sonho da gaveta”, conta Bruna.

A expedição passará por 36 cidades do Brasil, do Chile e da Argentina. Além de Ushuaia, estão programadas no roteiro paradas em pontos como Buenos Aires, El Calafate, El Chaltén e Bariloche. A preparação para a viagem de mais de 10 mil quilômetros, claro, já está a mil. Para garantir a alimentação dos seus “gigantes”, o casal planeja levar cerca de 45 quilos de ração. “A gente também providenciou roupas bem quentinhas para eles, já que as temperaturas são mais baixas por lá”, relata Bruna. A duração da aventura será de 28 dias, com início previsto para 2 de abril.

 

Rifa, venda de camisetas e parcerias comerciais custearam a viagem

Uma viagem de motorhome de quase um mês, com dois dogues alemães a bordo, exige também um bom planejamento financeiro. Para levantar o investimento necessário, o casal Bruna e Thomás vem utilizando várias estratégias, como rifa, venda de camisetas e parcerias comerciais.

A rifa foi vendida por R$ 3. Mais de 1,4 mil números foram comercializados nessa ação. Já as camisetas trazem divertidas estampas de dogues alemães e podem ser adquiridas no site www.somosbfg.com.br/bfg.

A aventura também conta com o apoio de importantes parceiros comerciais. A marca South Motorhome, por exemplo, trabalha com locação de motorhomes e disponibilizou o veículo que será parte do cenário dessa jornada.

A agência Collab Inspira (@collabinspira) é quem vem conectando novos parceiros comerciais a essa aventura. Além da South Motorhome, já estão presentes nessa expedição marcas como Basso Pancotte, Central de Rações, Royal Canin e Vetnil®.

 

Áquira e LeBron têm mais de 220 mil seguidores nas redes sociais

A expedição “Gigantes na Estrada” poderá ser acompanhada diariamente pelos seguidores da dupla Áquira e o LeBron. O perfil @aquira_e_lebron no Instagram já conta com mais de 220 mil seguidores de todo o Brasil e de várias partes do mundo. A expedição também deve virar uma série no Youtube.

O sucesso da página é explicado pelo carisma da família e pela qualidade dos conteúdos. O tamanho “gigante” da dupla, claro, também chama bastante a atenção.

“Toda a nossa rotina é focada neles. Um de nós sempre passa em casa ao meio-dia para ver como eles estão e passamos toda a noite envolvidos nas atividades e brincadeiras deles. Como a Áquira tem bastante dificuldade de locomoção em função da idade avançada, a gente também faz sessões de fisioterapia com ela. Toda essa rotina é mostrada no perfil, então eles recebem sempre muito carinho de todos”, descreve Bruna.

O LeBron, que fará 6 anos em abril, tem 56 quilos e 95 centímetros de altura da cernelha (medição que contempla o ponto mais alto do ombro do cão até o chão). Já a Áquira tem 44 quilos e mede 72 centímetros.

 

Algumas plantas são tóxicas para o melhor amigo: confira quais

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Reprodução

 

É um hábito comum entre pets farejar ou mordiscar tudo que se vê pela frente, seja no interior de casa, no quintal, jardim ou até mesmo durante um passeio. Esse típico comportamento ocorre, principalmente, quando se trata de filhotes. No entanto, os tutores devem estar atentos com o tipo de objeto que o animalzinho entra em contato. Um exemplo são as plantas ornamentais utilizadas para decoração de ambientes internos e externos, que apresentam um potencial tóxico para o amigo peludo.

De acordo com a médica veterinária e coordenadora do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera, Juliana Dias Martins, é preciso ficar atento aos sintomas que podem indicar que houve ingestão ou contato com alguma planta tóxica. “Frequentemente, os sintomas de intoxicação podem ser erroneamente interpretados como sinais de doenças infecciosas ou parasitárias. Isso acontece devido à sua gama variada, que inclui desde náuseas, vômitos, constipação e distúrbios respiratórios até hipertermia (aumento da temperatura corporal), hiperemia (alteração na circulação sanguínea), ressecamento da pele e mucosas, entre outros sinais clínicos semelhantes”, explica.

A preocupação também deve ocorrer tanto para animais idosos quanto para filhotes, uma vez que o metabolismo pode estar prejudicado ou pouco desenvolvido, apresentando uma deficiência na defesa do organismo quando há intoxicação. Por isso, é fundamental buscar ajuda de um médico veterinário para realizar todos os procedimentos necessários.

A seguir, a médica veterinária elenca as plantas que normalmente são encontradas nos lares e áreas externas, e são capazes de oferecer risco à saúde de animais domésticos: Lírio da paz (Spathiphylum wallisii), Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata), Bico de Papagaio (Euphorbia pulcherrima Wiild.), Comigo Ninguém Pode (Dieffenbachia picta), Copo de Leite (Zantedeschia aethiopica), Samambaia (Pleopeltis pleopeltifolia), Azaleia (Rhododendron simsii), Filodendro (Philodendron), Primula ou primavera (Primula abconica), Hortênsia (Hydrangeia macrophylla), Palma de Ramos (Cycas revoluta), Jibóia (Epipremnum pinnatum) dentre outras.

Vale ressaltar que ao descobrir que o pet ingeriu uma planta tóxica, leve-o imediatamente ao veterinário. Se possível, indique qual tipo de planta foi ingerida e a quantidade para que possam realizar o tratamento mais específico.

 

Tchau, sujeira!

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Adriana Fortes/Divulgação

A experiência de ter um pet por perto é incrível e garante momentos de muito amor, principalmente quando acabam de tomar banho e estão com aquele cheirinho especial que nos deixa cheios de recordações afetivas. Para mantê-los sempre perfumados e saudáveis, é essencial manter a vigilância com a higiene desses companheiros peludos, com uma rotina de cuidados diária.
Pensando nisso, Au.Migos Pets, marca do Grupo Boticário que conta com uma linha completa de produtos que auxiliam nessa missão, listou algumas dicas para deixar os pets perfumados e livres de odores desagradáveis.

Mantenha uma rotina de higiene. Os cuidados diários com escovação dos pelos, limpeza das patinhas após os passeios e higienização do espaço em que os pets ficam são primordiais para evitar acúmulo de nós na pelagem e proliferação de fungos e bactérias.

Durante os banhos, é importante proteger bem os ouvidos dos bichinhos com algodão, evitando otites que causam mau odor. Além disso, redobre a higienização em áreas que acumulam umidade e sujeira, entre elas: os coxins (almofadinhas das patas), dobras do focinho e dobras do corpo em alguns cães.

É importante também secar bem os pelos, evitando o surgimento de fungos e bactérias. A secagem deve ser realizada primeiro com toalha e depois com secador, entre 15 cm e 20 cm de distância, para não gerar queimaduras de pele.

Investir em produtos seguros e de qualidade também é indispensável. Com um portfólio robusto, Au.Migos Pets tem a solução exata para as necessidades dos pelos, da pele e das patas dos pets. A linha, que conta com oito produtos para cães e gatos a partir dos 3 meses de idade, possui uma tecnologia inovadora que neutraliza o mau odor.

Páscoa com caça aos ossos no Boulevard

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Os aumigos de quatro patas têm uma programação especial no Boulevard Shopping, neste sábado (30). Os peludos poderão aproveitar a Páscoa Pet, evento inteiramente voltado para os animaizinhos e gratuito, que acontece de 13h às 16h. E para quem busca um amor de quatro patas, o dia também conta com uma feira de adoção com os projetos ProAnima e Acalanto DF. Vale lembrar que o shopping disponibiliza carrinho pet e kit higiênico para os bichinhos passearem no mall.

E para curtir a Páscoa, a turma pet embarca em uma aventura na caça aos ossos pelo mall, a partir das 14h. Com adesivos espalhados pelo shopping cheios de dicas, apenas um é premiado e quem encontrar ganhará uma cesta recheada de produtos Premier Pet, que poderá ser retirada na Praça Pet. Inscrições a partir de 27 de março em https://www.boulevardbrasilia.com.br. Os peludos que estiverem fantasiados, em clima de Páscoa, ganharão brindes especiais da Premier Pet®.

Pensando na comodidade dos clientes humanos e pets que amam visitar o shopping, o Boulevard aprimora sua experiência petfriendly criando a Praça Pet (piso 2), uma área especial destinada ao lazer dos bichinhos, equipada com brinquedos, bebedouros e espaço livre para que eles possam se divertir e socializar. Além disso, há mesas e cadeiras para que os tutores possam fazer as refeições na companhia de seus pets sem preocupação. O espaço tem extensão de 34m² e acolhe todos os públicos que possuem animais de estimação em diversas espécies, proporcionando um ambiente aconchegante de segunda a sábado, das 10h às 22h. Aos domingos e feriados, das 12h às 19h. Para frequentar o espaço, todos os bichinhos precisam usar coleira e guia e é sujeito a lotação. A focinheira é recomendada para animais de grande porte e de raças consideradas perigosas.

Adotar é um ato de amor

Páscoa também é tempo de solidariedade e amor, e que embarcar neste sentimento adotando um amigo de 4 patas?! A Feira de Adoção com os projetos ProAnima e Acalanto DF, acontece no estacionamento externo. Serão 20 pets ansiosos por um novo lar, entre cães e gatos filhotes, adolescentes e adultos.  Cada candidato disposto a adotar um dos animaizinhos deve preencher um questionário de pré-adoção, que passará pela revisão dos responsáveis pelos projetos. Após a aprovação, o candidato assina o termo de adoção. Entre as indicações para adoção, ter mais de 21 anos, documento de identificação, comprovante de residência e condições de abrigar o animal de forma satisfatória, além de a família ou integrantes da residência concordarem com a adoção.

SERVIÇO

Páscoa Pet

Data: Sábado (30 de março)

Horário: de 13h às 16h

Local: Piso 2 – Boulevard Shopping Brasília

Acesso: gratuito

Inscrições: https://www.boulevardbrasilia.com.br.

Feira de Adoção

Data: Sábado (30 de março)

Horário: 13h às 16h

Local: estacionamento externo Boulevard Shopping

Informações: @proanimadf e @projetoacalanto.df

Praça Pet

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 22h. Aos domingos e feriados, das 12h às 19h

Local: Piso 2 – Boulevard Shopping

Informações: (61) 3448-3300

Acesso: livre

Boulevard Shopping Brasília

Setor Terminal Norte, Conj J – Asa Norte

Informações: (61) 3448-3300

Canais digitais: https://www.boulevardbrasilia.com.br/

@boulevardshoppingbrasilia

Ômega-3 protege os rins

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Divulgação

O mês de março é focado na conscientização sobre a prevenção de doenças renais em pets e uma das formas de auxiliar o bem-estar dos animais é com alimentação equilibrada. “Cães e gatos com funcionamento renal comprometido necessitam de cuidados específicos, entre eles o uso de ômega-3, ácido-graxo com ação protetora, que ajuda a manter o bom funcionamento dos órgãos afetados”, detalha a médica-veterinária Suzana Melo, da Pearson Saúde Animal.

Os benefícios desse suplemento em humanos são amplamente conhecidos e há menos de 40 anos sua utilidade na medicina veterinária foi descoberta. “O fornecimento das quantidades adequadas de ômega-3 por meio da dieta dos pets é fundamental para o desempenho de inúmeros processos orgânicos, como saúde dermatológica, dos rins, do trato gastrointestinal, de tecidos neurais e dos sistemas cardiovascular e imunológico. Além disso, podem prevenir alterações no metabolismo, as quais levam ao desenvolvimento de distúrbios endócrinos”, completa Suzana.

Em artigo publicado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), os sintomas clínicos, ou seja, aqueles que são visíveis, surgem apenas quando 75% da função renal estão comprometidos. Devido a esse fator, a prevenção e o acompanhamento regular com especialistas são cruciais para o bem-estar do animal. “Além da alimentação, a hidratação é ponto determinante para o bom estado desses órgãos”.

Diversas rações para cães e gatos são ricas em vitaminas e substâncias que auxiliam a saúde, porém é importante fornecer suprimentos complementares, principalmente aos animais já diagnosticados com distúrbios renais, sejam eles crônicos ou não. “Nutricore Pulse é um produto rico em ômega-3, consegue repor possíveis ausências do ácido-graxo citado, além de ter ação antioxidante, capaz de contribuir com a redução do colesterol e para o bom funcionamento cardiovascular”, completa a médica-veterinária.

Oráculo pelos animais

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

 

Crédito: Allan Warnick

Em sua 6ª edição, o evento Oráculo Solidário realiza sua primeira versão nos arredores do consagrado evento Chorinho no Eixo, neste domingo, das 10h às 17h. O encontro holístico tem o valor fixo de R$ 100 por atendimento e visa democratizar o acesso aos oráculos aliado ao fortalecimento da causa animal. Um total de 30% do que for arrecadado será doado ao abrigo Flora e Fauna, que realiza um trabalho de acolhimento de aproximadamente 1.000 cães e gatos no Gama.

A casa com 16 anos de história necessita vários tipos de doações, entre elas ração, produtos de limpeza, jornais e medicamentos. O consumo diário de ração no espaço chega a 266 kg. Mensalmente, o número aumenta para 8.000 kg.  “Recebemos muitos pedidos de ajuda ao dia de gente que perdeu o emprego e não tem condições de comprar ração. Estamos superlotados e precisamos de doações para pagar tratamentos de animais resgatados na rua que correm risco de vida. Essa é a realidade de todos os abrigos do DF”, avalia o vice-presidente do espaço, Well Fabiano.

Oráculos  
Para Sara Almeida, uma das idealizadoras do evento e tutora de Julieta, vira-lata resgatada pelo abrigo Fauna e Flora em 2018, o evento é uma maneira de recompensar ao abrigo todo o carinho recebido pela cachorra desde o dia de sua adoção. “Quem tem animais sabe na prática o significado do amor sem limites. Qualquer retribuição não seria suficiente para agradecer à altura por todo o bem que ela fez a mim desde a primeira vez que nos vimos”, relembra a taróloga, que pretende realizar atendimentos de baralho cigano, cartomancia e leitura de mãos.
O público do Eixão Norte poderá conferir o que o destino lhe reserva em 5 oráculos: Baralho Cigano, Cartomancia, Quiromancia, Tarot, Tarot Iluminatti e Oráculo de Cristais. Em paralelo ao evento acontece a venda de roupas, bijuterias, sapatos e outros acessórios no Brechó dos Ipês.

Oráculo Solidário Edição Cigana
Dia: 10/03
Horário: 10h às 17h
Informações: (61) 99970-0980
Instagram: @oraculosolidario

Pets são “remédio” para a saúde emocional

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Divulgação

 

No Janeiro Branco, mês de conscientização sobre cuidados com a saúde emocional, é sempre bom lembrar que pesquisas demonstram que cães e gatos podem desempenhar um papel significativo no bem-estar emocional. “Os pets são ótimos companheiros para acalmar e aliviar o estresse”, diz o médico-veterinário da Petlove Pedro Risolia. “Ao interagir com um cachorro, por exemplo, os níveis de ocitocina aumentam, trazem a sensação de bem-estar e diminui níveis de ansiedade”. A médica psiquiatra Emily Gomes de Souza, da clínica Revitalis, concorda. “Os pets trazem alegria para a nossa vida, senso de cuidado e companheirismo. Quando a pessoa chega em casa e vê o seu cachorro todo feliz ao encontrar o dono, sem julgamentos e sem restrições, a sensação é de acolhimento”.

Um estudo conduzido pela Universidade do Estado de Washington, destacado pelo blog da Petlove, revelou que a presença de gatos pode contribuir para a redução do estresse, especialmente em pessoas sensíveis. A pesquisa, que fez um recorte da interação entre gatos e estudantes universitários, resultou em benefícios mentais, indicando que indivíduos mais propensos a se conectarem emocionalmente também se mostraram mais abertos a interações com felinos, além de lidarem melhor com a vida acadêmica.

Já pesquisadores da Universidade de Basel, na Suíça, estudaram os efeitos positivos da interação com cães na saúde mental das pessoas. Ao acariciar cachorros, a atividade cerebral pré-frontal, associada ao gerenciamento de emoções e interações sociais, apresentou uma resposta positiva. Os benefícios dessa relação persistiram mesmo após o fim do contato com os animais, indicando um potencial terapêutico para pessoas com déficits socioemocionais, como ansiedade e depressão.

cientificamente comprovado que a convivência com pets traz inúmeros benefícios para o bem-estar humano, tanto físico quanto emocional. A presença dos animais de estimação tem um impacto direto nos sentimentos da população, proporcionando alívio e melhora na qualidade de vida. Segundo Pedro Risolia, outra vantagem que a convivência com pets traz é a empatia, que ajuda na interação social. “Os pets possuem sentimentos e necessidades, que serão percebidos ao longo do convívio. Isso faz com que o tutor tenha uma noção maior sobre respeito e empatia com as pessoas ao seu redor”, afirmou.

Pessoas que têm animais de estimação apresentam um alívio no estresse, redução da ansiedade e podem até mesmo melhorar quadros depressivos. Durante o Janeiro Branco, é essencial lembrar que para cuidar da nossa saúde mental, a presença afetuosa dos nossos companheiros peludos pode fazer uma diferença significativa em nossa jornada rumo ao bem-estar emocional.
A psiquiatra da clínica Revitalis destaca um estudo publicado em 2021 na Frontiers in Veterinary Science: “Esssa interação traz diversos efeitos biológicos na frequência cardíaca e ativa indicadores neuroquímicos de comportamento afiliativo, que é a liberação de dopamina, prolactina e endorfina. Observa-se também a redução na concentração sérica do cortisol, hormônio relacionado ao estresse”, finaliza a Emily Gomes de Souza.

Alimentação é o principal gasto com pets no Brasil

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Arquivo Pessoal

Uma mudança significativa nos padrões de gastos relacionados a animais de estimação é observada no Brasil após o período de restrições na pandemia. Durante o auge do isolamento social, quando as opções de lazer e saídas foram limitadas devido ao lockdown, o poder aquisitivo das famílias brasileiras aumentou, levando à aceleração na adoção e custos com cães e gatos. No entanto, com o retorno da vida social ao normal, as despesas voltaram a ser realocadas para outras áreas, impactando os gastos com animais de companhia.

De acordo com a Pesquisa Radar Pet 2023, realizada pela Comissão de Animais de Companhia Comac) do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), com base na Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) 2017/2018, o tratamento em clínicas era de 48,84%, principal gasto de saúde das famílias brasileiras em relação ao segmento. Em sequência, apareciam os investimentos destinados aos serviços de alimentação (39,53%) e higiene (11,63%). No entanto, em 2023 houve uma variante na distribuição desses consumos. Os cuidados de saúde caíram para a segunda posição, representando, agora, 33,50% do orçamento. Ao mesmo tempo, as despesas com alimentação assumiram a liderança, totalizando 49,63%. Já a higiene representa apenas 16,87%.

“Essa mudança reflete não apenas a necessidade de adaptação dos orçamentos familiares, mas também a dinâmica em constante evolução das prioridades de consumo. Embora os pets ainda sejam amados membros da família, a retomada das atividades fora de casa está gradualmente equilibrando a alocação de recursos financeiros. A pandemia trouxe à tona uma maior valorização dos animais, levando a um redirecionamento expressivo dos custos familiares. No entanto, conforme a vida pós-pandemia se estabelece, muitas famílias tiveram que adaptar seus orçamentos para abraçar novamente experiências fora de casa, criando um cenário de transformação nos hábitos de consumo. A prioridade é alimentação e não mais levá-los ao veterinário”, explica Gabriela Mura, diretora de Mercado do Sindan.

Com base no estudo, de acordo com a POF 2017/2018, observou-se que a parcela de gastos destinada ao tratamento de animais em clínicas era de 0,210%, enquanto as despesas com higiene representavam 0,050% e os alimentos atingiam 0,170%. Contudo, a atualização do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em outubro de 2022 revelou uma queda, passando a ser 0,280% para o tratamento em clínicas, 0,138% para serviços de higiene e 0,400% para alimentos. Já a atualização do IPCA em maio de 2023 apresentou percentuais de 0,272% para o tratamento de pets em clínicas, 0,137% para higiene e 0,403% para alimentação.

Segundo Robson Gonçalves, economista e consultor da FGV, existem várias razões pelas quais os gastos com alimentação para animais de estimação podem ter aumentado ao longo desse período. Isso pode ser devido a uma mudança nas preferências dos proprietários em direção a alimentos de melhor qualidade, ao aumento dos preços dos alimentos ou até mesmo ao aumento na população de cães e gatos. “Se considerássemos que os gastos relacionados a animais de companhia tivessem aumentado de forma consistente e equitativa em todas as três categorias, o cuidado em clínicas veterinárias representaria 0,397% das despesas das famílias em 2023, em vez dos 0,272% registrados. Em termos práticos, isso implicaria em desembolsos familiares adicionais da ordem de R$7,5 bilhões por ano”, especifica.

Nos últimos anos, houve também uma transformação fundamental na relação entre os seres humanos e seus animais, o que também afetou a dinâmica com os médicos-veterinários. Segundo a Pesquisa Radar Pet 2023, há uma década, esses especialistas eram predominantemente procurados quando cães e gatos apresentavam problemas de saúde ou comportamento, e a ênfase estava na cura. 85% dos cães e 90% dos gatos eram levados ao profissional quando apresentavam algum problema relacionado à saúde.

Atualmente, a relação entre médicos-veterinários e tutores é mais abrangente e orientada para a prevenção, à medida que as pessoas buscam prolongar a vida de seus animais. Embora os médicos-veterinários ainda sejam referências para orientar em momentos de adversidade, eles não são mais a primeira e única fonte de informação.

Os dados também revelam um crescimento consistente na proporção de cães e gatos por habitante no período de 2019 a 2023. Em 2019, a média era de 0,277 cães por habitante e 0,124 gatos por habitante e esses números progrediram gradualmente para 0,299 cães por habitante e 0,149 gatos por habitante em 2023. Esses indicadores culminam em uma estimativa de 61,1 milhões de cães e 30 milhões de gatos na população total. As taxas de crescimento entre 2021 e 2023 refletem um notável aumento estimado de 5,2% na população canina e um significativo crescimento de 9,5% na população felina. Em um cenário de constante evolução no mercado de produtos e serviços para pets, a busca por excelência e bem-estar se destacam.

Cuidados no verão

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria
Crédito: Arquivo pessoal

Com a chegada do Verão de 2024, os tutores de pets estão ansiosos para aproveitar o clima ensolarado com seus companheiros peludos. No entanto, especialistas em saúde animal alertam para a necessidade de precauções extras durante os meses mais quentes para garantir o bem-estar dos pets.

Pensando nisso, a Dorie Zattoni, Médica Veterinária, Supervisora técnica-comercial da Brazilian Pet Food, empresa de alimentos para cães e gatos, listou cinco dicas para manter a saúde do seu pet em dia no verão 2024:

Hidratação é a chave

Com as temperaturas elevadas, é essencial garantir que seu pet esteja sempre hidratado. Certifique-se de que a tigela de água esteja sempre cheia. Para tornar a hidratação mais divertida, experimente congelar cubos de caldo de carne sem sal ou frutas frescas para criar deliciosos petiscos refrescantes.

Proteção solar adequada

Assim como os humanos, os animais também podem sofrer queimaduras solares. Evite expor seu pet por longos períodos sob o sol, especialmente durante as horas mais quentes do dia. Se o seu pet tem pele sensível e pelo curto, principalmente se a pelagem for branca, considere aplicar um protetor solar específico para animais nas áreas mais propensas a queimaduras, como orelhas, focinho e barriga.

Passeios conscientes

Opte por passeios durante as primeiras horas da manhã ou no final da tarde, quando as temperaturas estão mais amenas. O asfalto quente pode causar desconforto e sérias queimaduras nas patas do seu pet, então verifique sempre se o solo não está excessivamente quente antes de sair para passear. Além disso, lembre-se da hidratação! Leve água fresca e ofereça-a regularmente durante o passeio.

Cuidado com parasitas

O calor é propício para o aumento de pulgas e carrapatos. Mantenha o ambiente doméstico limpo e utilize produtos preventivos recomendados pelo veterinário. Verifique regularmente a pelagem do seu pet e, se necessário, consulte um profissional para tratamento adequado. A prevenção é fundamental para garantir que seu pet aproveite o verão sem desconfortos.

Atenção à hipertermia

Animais de estimação podem sofrer com o calor excessivo, levando ao aumento da temperatura corporal: a hipertermia. Esteja atento aos sinais, como respiração rápida, gengivas e língua roxas, salivação excessiva e até mesmo vômito. Forneça sombra, água fresca com moderação e evite exercícios extenuantes nos dias mais quentes. Se os sintomas persistirem, consulte imediatamente um veterinário.

“Ao seguir essas dicas simples, os tutores de pets podem garantir que seus companheiros aproveitem os dias quentes com segurança e felicidade. Para informações mais detalhadas e personalizadas, recomenda-se a consulta a um veterinário. O bem-estar do seu pet é a prioridade, tornando cada estação uma experiência positiva e saudável para todos”, finaliza Dorie Zattoni.