Mais bem avaliado? Melhor avaliado?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A notícia correu o Brasil de norte a sul, de leste a oeste. A manchete: “Reprovação à gestão Bolsonaro estanca”. Mas o que chamou a atenção foi outro assunto — a aprovação do ministro Sérgio Moro. Jornais, rádios e tevês se dividiram. Uns falavam em “mais bem avaliado”. Outros, em “melhor avaliado”. E daí? Acredite. A confusão vem de longe. Professores, quando ensinam melhor e […]

Ler emagrece

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Estudo encomendado pela rede de livrarias britânicas Borders reforçou o ditado “mente sã, corpo são”. O ato de ler gasta calorias. O estudo foi além: comprovou que, ao ler livros de ação, sexo e suspense, a taxa média de calorias gastas dobra. Isso se deve ao fato de que livros ligados a esses temas provocam a produção de adrenalina, hormônio que prepara o corpo para […]

PesquiSar com s. CiviliZar com z. Por quê?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A chave da resposta se encontra no nome que dá origem ao verbo. Pesquisar deriva de pesquisa. Ora, se pesquisa tem s no radical, nada mais justo que ele se mantenha no verbo. É o caso de bis (bisar), catálise (catalisar), análise (analisar), liso (alisar), improviso (improvisar). O is faz parte da palavra primitiva. O verbo se formou com o acréscimo do ar. Viu? O […]

Cheque e xeque: o porquê da grafia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

É briga de cachorro grande. De um lado, o ministro da Cidadania, Osmar Terra. De outro, a Fiocruz, centenária instituição de pesquisa brasileira. Ela fez um levantamento sobre o uso de drogas no país. Ele questionou o resultado. O assunto, claro, virou notícia. A manchete: “Osmar Terra pôs em xeque a pesquisa da Fiocruz”. Na hora de escrever, ops! Xeque ou cheque? As duas grafias […]