Reunida com o cachorro 11 anos depois

Publicado em Sem categoria

Quando criança, Kate sofreu porque a família resolveu doar o cachorro que tanto amava. Passada mais de uma década, ela o viu passeando na rua e logo o reconheceu

 

Kate mal podia acreditar que esse era Cami, 15 anos depois Crédito: Reprodução
Kate mal podia acreditar que esse era Cami, 15 anos depois Crédito: Reprodução

 

Do The Dodo 

Quando Kate Griffin estava na escola primária, sua família adotou um pequeno cachorrinho chamado Cami. Ela e sua irmã eram loucas por adoravam Cami, e a recíproca era verdadeira. Os três formaram uma pequena família feliz por cerca de cinco anos. Mas, quando os pais de Kate se divorciaram, tudo mudou.

“Ele não tinha permissão para ficar na casa do meu pai, então minha mãe tinha que cuidar dela sozinha quando minha irmã e eu estávamos com nosso pai”, contou Kate. “Depois de algum tempo, minha mãe disse que era muito estressante para Cami nos ver uma semana e depois não nos ver na próxima. Então, ela tomou a decisão de dá-lo para nossa babá para cuidar.”

Apesar de ser difícil não ter Cami o tempo todo, as garotas ficaram satisfeitas pelo fato de poderem visitá-lo na casa da babá. Mas, um dia, elas chegaram e descobriram que Cami não estava mais lá. “Nossa babá nos informou que tomou a decisão de dar Cami para uma família porque ela não podia mais cuidar dele”, relata Kate. “Foi tão devastador”.

Mesmo sabendo que a babá tinha feito a coisa certa, entregando Cami a uma família que tinha condições de dar muito amor e atenção a ele, as garotas estavam chateadas por não poderem mais ver seu cão amado. Conforme os anos passaram, porém, Cami tornou-se uma lembrança amável, mas e distante. Até o dia em que, anos e anos depois, Kate estava caminhando e viu um cachorro que parecia muito com ele.

Cami, quando filhote Crédito: Reprodução
Cami, quando filhote Crédito: Reprodução

Kate voltava para casa da  quando viu uma mulher do outro lado da rua caminhando dois cachorros: um grande e preto e um pequeno. idêntico ao mestiço de cocker e poodle que parecia exatamente com o cãozinho doado pela mãe dela há muitos anos. A jovem decidiu atravessar a rua e encontrar os cães, mesmo achando que a possibilidade de ser Cami era muito pequena. Ela se apresentou e perguntou à mulher os nomes do cachorro. Ela disse que o grande se chamava Riley … e o pequeno era Cami.

“Eu olhei para ela e apenas disse: ‘Oh, meu Deus. Acho que esse é meu cachorro. Eu tive que doá-lo há muito tempo, quando meus pais se divorciaram'”, relata. “A mulher disse:” a família que me entregou Cami o conseguiu de outra família. Meu Deus, isso é tão incrível! Você tem que tirar uma foto com ele'”, continua Kate.  “Eu estava chocada, então eu não chorei até mais tarde, quando percebi o que acabava de acontecer. ”

No começo, Cami, agora com 15 anos, não parecia reconhecer Kate. Mas, mas depois de ela dizer seu nome repetidamente, o cachorro finalmente pareceu se lembrar e começou lamber ansiosamente o rosto da ex-tutora.

A nova tutora do cachorrinho deixou Kate acompanhá-los até o fim do caminho e, antes de se separem, contou que Cami tem tido uma vida maravilhosa. “Ela disse que Cami tem o hábito de correr em círculos no quintal sempre que vai, e isso é exatamente o que ele fazia quando como filhote. Foi realmente incrível ouvir que ele não mudou. Fiquei muito agradecida por essa mulher ter me deixado me reunir com meu cachorro.”

  • trucidador

    Muito comovente o que aconteceu bem diferentes de pais que abandonam os filhos aqui no Brasil e sequer querem saber onde andam.