Separação menos dolorosa

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Veja o que fazer para entreter o melhor amigo quando ele fica sozinho em casa

IMG_0603

 

Quem nunca ficou com o coração na mão na hora de sair de casa e deixar o melhor amigo sozinho? Os problemas comportamentais desenvolvidos pela solidão são inúmeros e prevenir isso é responsabilidade do tutor, que deve garantir o bem-estar do bichinho.

“A ansiedade pode ser motivo para uma série de atitudes indesejadas, como xixi fora do lugar, latidos exagerados, arranhões nos móveis, falta de apetite, além de tristeza e depressão”, explica a veterinária da Hercosul Alimentos, Esther Reinheimer.

Ela explica, porém, que é possível deixar o animal entretido e, portanto, menos ansioso.

O primeiro passo é oferecer distração ao pet, visto que ele precisa gastar energia para ficar saudável. Um bom exemplo de brincadeira que dá certo é colocar petiscos em garrafas pets e fazer furinhos no plástico, conforme explica a especialista. “Fazer com que o pet tente pegar a comida brincando é uma forma divertida de passar o tempo e entretê-lo por algumas horas”, aconselha.

Outra dica importante é espalhar os brinquedos pela casa, variando os objetos todos os dias. “Isso vai causar curiosidade e atrair o animal para que procure seus brinquedos pela casa. Inserir itens novos também faz parte da estratégica”, explica.

Meias, caixas de papelão, tocas e tudo mais que a criatividade inventar pode ajudar a distrair cães e gatos sozinhos em casa. “Eles não fazem questão de brinquedos caros ou cheios de tecnologia. Uma bola de meia, por exemplo, é um prato cheio para passar um bom tempo brincando, principalmente se alguns petiscos estiverem dentro do novo brinquedo”, conta a veterinária.
Levar o animal para passear antes e depois é fundamental. “Se sair de casa às 8h, leve seu pet para um passeio e tente variar os trajetos. Ele vai ficar cansado nas primeiras horas e tirar uma soneca durante grande parte da manhã”, revela. “Na hora da saída é muito importante que as despedidas não sejam extensas, evitando que os animais sintam mais ansiedade do que o habitual. Converse com o seu companheiro e diga que volta ao final do dia”, indica.

Se for possível, mesmo que não seja todos os dias, contrate um dog walker para passear com seu cão ou uma cat sitter para visitar seu gatinho. “Esses profissionais não cobram caro e se dividir com mais vizinhos fica ainda mais em conta contratar o serviço. Os gatos ficam satisfeitos com uma visitinha no meio da tarde, por exemplo, e existem profissionais de confiança e capacitados para essas funções”, completa.​​

 

 

 

Acne felina: conheça o problema

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Baixa imunidade favorece o surgimento do problema. Saiba como evitar

Já ouviu falar de acne felina? Embora comum, ela pode causar muito incômodo e, nos casos graves, tem de ser tratada com antibióticos. O site Gatoteca compartilha dicas sobre o problema com o blog.

A acne felina é bem comum, mas não menos prejudicial que outras doenças. Ela surge pelo mesmo motivo que nos humanos, uma produção excessiva de gordura em uma determinada região da pele. O queixo dos gatinhos é a área comum para o surgimento de acnes, pois eles não alcançam na hora do “banho”. A imagem abaixo é uma acne em fase inicial:

IMG_0677

 

Surgem pequenos pontos pretos na região afetada.

A próxima imagem é de uma fase intermediária da acne, caso ela não seja tratada em seu estado inicial:

IMG_0678

 

É quando aqueles pontinhos pretos inflamam e tornam-se bolas de pus, isso fará que os gatos comecem a coçar.

Quando o estado intermediário não é tratado e o gatinho coça até se machucar, algumas infecções mais sérias podem surgir.

Prevenção

— Não utilize comedouros de plástico

Nesses potinhos, acontece uma coisa que nossos olhos não enxergam.  O plástico é poroso (cheio de buraquinhos que não conseguimos enxergar). Isso facilita bastante para algumas bactérias se alojarem no potinho. Quando o gatinho toma água, essas bactérias vão direto pra ele, e isso pode causar a acne felina. Utilize potes de cerâmica ou vidro, pois eles não darão espaço para essas bactérias.

— Estresse

Assim como em nós, humanos, o estresse afeta o corpo do felino, diminui a imunidade e aumenta a produção de hormônios. Essa produção, combinada à imunidade baixa, é um convite para bactérias. Identifique o que anda estressando seu gatinho, brinque muito, disponibilize brinquedos que ele goste.

— Limpeza

Quando o gato toma seu “banho”,  ele não consegue limpar o queixo direito, pois não alcança a região. Cabe a você ajudá-lo com a limpeza dessa área de vez em quando, com um pano macio e úmido.

Dica extra: leve seu gato regularmente no veterinário, assim, caso ele tenha algum problema, poderá esse ser identificado mais cedo.

 

 

 

 

 

Concurso: seu pet no calendário

Publicado em 1 ComentárioSem categoria

Em sua 5ª edição, o concurso fotográfico Meu Amigo é o Máximo, organizado pela Max, alimento Premium Especial para pets da Total Alimentos, selecionará gatinhos e cãezinhos para serem as grandes estrelas do seu calendário 2018

IMG_0618

 

 

Tutores de todo o Brasil podem enviar fotos de seus amigos de quatro patas. Os pets vencedores, além de estamparem o material durante o ano todo, também receberão um kit com produtos da Total Alimentos.

 

ONGs de proteção animal também podem inscrever cães e gatos. O Cachorro mais votado e o Gato mais votado garantem 1 tonelada de ração para a instituição que pertencem.

 

“No total serão 12 vencedores do concurso, sendo 10 para a categoria tutores – 5 cães e 5 gatos, e 2 vencedores na categoria ONG’S – 1 na categoria gatos e 1 na categoria cães”, explica o Gerente de Produto da Max, Diógenes Silva.

 

As inscrições e votações seguem até o dia 31 de agosto. O resultado geral será divulgado no dia 06 de setembro.  O público pode participar votando no seu pet favorito nas categorias: Cães, Gatos, Cães de ONGs e Gatos de ONGs.

 

“O concurso sempre foi um sucesso, já foram mais de 30 mil participantes em todas as edições, e neste ano, temos um diferencial, as fotos publicadas no Calendário serão aquelas que os próprios tutores enviaram, então uma dica para os inscritos é que caprichem na escolha da foto. E quem não tem um cãozinho ou gatinho, pode encontrar um amigo a ser adotado na categoria ONG”, finaliza Diógenes.

 

 

Serviço

5º Concurso Fotográfico Max – Meu Amigo é o Máximo!

Inscrições e votações: até 31 de Agosto de 2017

Resultado: 06 de Setembro de 2017

Premiação: Foto estampada no calendário,kit de produtos Total Alimentos na categoria Tutores e 1 tonelada de ração na categoria ONG’s.

Total de premiados: 10 tutores (5 de cães e 5 de gatos) e 2 ONGs (01 para cães e 01 para gatos)

Informações e Regulamentomeuamigoeomaximo.maxtotalalimentos.com.br

Maior feira pet começa hoje

Publicado em 4 ComentáriosSem categoria

Com diversas atrações, Brasília Pet Show deve reunir 100 mil pessoas. Correio leva exposição Meu Pet é Show, com fotos dos leitores

IMG_0614

Chegou a hora! O Brasília Pet Show, maior evento do segmento pet do Distrito Federal, vai transformar, de 11 a 13 de agosto, a área central do Pátio Brasil Shopping em um grande espaço voltado ao mundo dos animais de estimação. Serão 2.500 metros quadrados, com diversas atrações, como encontro de raças, desfile de moda e palestras. Veja a programação dos três dias.

Entre as atrações, está a exposição de fotos do Meu Pet é Show, organizado pelo Correio Braziliense. A terceira edição da ação recebeu quase 5 mil fotos de cães, gatos, aves, répteis e roedores, publicadas no Instagram. Vinte vai fazer parte da exposição, na área central do shopping.

Correio também vai distribuir brindes aos visitantes. Não deixe de comparecer, e leve seu melhor amigo! Cães de todos os portes são permitidos, desde que o tempo todo na guia. Raças consideradas agressivas devem estar de focinheira.

Agenda Pet

O fim de semana traz outras atrações, além do Brasília Pet Show:

Sábado

— A partir das 9h: festa do dia do pais do Pet Shop e Consultório Veterinário Nova Aliança. A loja é a primeira do DF a reverter parte da renda ao santuário de mesmo nome, onde são recebidos, tratados e colocados à adoção animais resgatados. No evento, terá café da manhã, brinquedos para as crianças e distruibuição de uma cartilha sobre o respeito aos animais, voltada aos pequenos. Também haverá feira de adoção. Quem adotar receberá um kit adoção da Royal Canin. A pet fica na Chácara Itaipu, número 23 – Estrada do Sol. Jardim Botânico.

— 9h às 13h: inauguração do Pet Shop, Clínica Veterinária e Centro de Estética Amigo Fiel. Condomínio Jardim Europa II lote 9 ae 4 lj 2, Grande Colorado, Sobradinho.

— A partir das 16h: arraial na 214 norte. A Atevi, ONG de proteção animal, estará com a barraquinha de doce. Sábado e domingo.

 

 

Conheça as fases de um filhote

Publicado em 4 ComentáriosSem categoria

Aos 3 meses, o cão já reconhece o próprio nome. Aos 7, os dentinhos permanentes começam a nascer. Saiba como são as fases de desenvolvimento de um filhote

IMG_0594

A chegada de um filhote em casa é um momento de muita alegria e, também, de muitas dúvidas. Você conhece as fases de desenvolvimento de um cão? Confira o guia preparado pela Eukanuba e saiba mais sobre as etapas da infância do seu melhor amigo

 

ANTES DE CHEGAR EM CASA

1 mês:
–    Começam a nascer o dentes de leite;
–    Pode ser iniciado o desmame.

1 mês e meio
–    Começa a brincar de luta e mordicar;
–    Aproximadamente 70% da massa cerebral, adulta já está presente.
CHEGADA DO FILHOTE À CASA

 

2 meses
–    Com a chegada ao novo lar, começa a integração à família e início do adestramento domiciliar;
–    O desenvolvimento dele requer uma alimentação com óleo de peixe, rico em DHA que auxilia na formação de um cérebro saudável e desenvolvimento da visão.
–    É bom consultar um veterinário para agendar a vacinas e se informar sobre castração.

 

3 meses
–    Seu cão começa a perseguir animais, objetos lançados e o seu próprio rabo;
–    Ele já reconhece o nome, quando chamado;
–    Aproximadamente 90% da massa cerebral adulta dele, já está formada.

 

4 meses
–    O filhote já responde a comandos como “venha”, “senta”, “espera” e “deita”.

 

5 meses
–    As aulas de adestramento podem começar, assim que seu cão esteja completamente vacinado.  Consulte o veterinário para saber o melhor momento para isso;
–    Cães de raças pequenas já se aproximam do peso e da altura do cão adulto (raças que atingem aproximadamente 10km na idade adulta).

 

6 meses
–    Seu cão começa a gostar de jogar e apanhar objetos;
–    Agora ele já responde a comandos como “quieto”, “vai” e “pega”;
–    Alguns cães de raças pequenas já atingem a maturidade sexual.

 

7 meses
–    Caem os dentes de leite e começam a nascer os definitivos. É importante consultar o veterinário sobre a saúde oral do cão.

8 meses
–    O filhote passa a esperar até 8h para fazer suas necessidades.

 

9 meses
–    Seu cão pode sair e passear de coleira;
–    E reconhece os nomes de toda a família.

 

12 meses
–    O cão já responde ao controle, sem coleira;
–    Os ossos e articulações, que permitem mais exercício já estão formados;
–    Raças de médio porte podem atingir altura e peso dos adultos (aproximadamente 25kg).

 

Meu Pet é Show bate recorde

Publicado em 1 ComentárioSem categoria

Fique ligado no Instagram: nos próximos dias, o Correio vai entrar em contato com os tutores dos pets que participarão da exposição no Brasília Pet Show!

IMG_0548

A terceira edição da ação Meu Pet é Show, do Correio Braziliense, teve participação recorde: quase 4,8 mil pets estamparam suas fofuras no Instagram até as 23h59 de ontem.

Missão quase impossível será selecionar 20, que farão parte de uma exposição de fotos no shopping Pátio Brasil, durante o Brasília Pet Show . O maior evento do segmento pet deve reunir 100 mil pessoas nos três dias de atividades – de 11 a 13 de agosto.

Se o seu pet participou da ação no Instagram, fique atento! Nos próximos dias, o Correio entrará em contato pela conta do participante selecionado.

Nessa edição, além de gatos e cachorros de cores e tamanhos variados, o Meu Pet é Show contou com aves (até coruja!), roedores, peixes, coelhos … Independentemente de ter a foto exibida na exposição ou não, podem ter certeza: todos eles são show!

 

 

 

 

 

No carro, com segurança

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Saiba como transportar seu pet no carro com segurança. Legislação prevê multa para quem carrega os animais desprotegidos

Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução

Seja numa viagem ou num passeio pela cidade, quem tem bicho de estimação sempre vai precisar levá-lo a algum lugar. Ao dar uma voltinha de carro com seus animais, porém, muitos donos não se preocupam com os métodos de segurança para o trajeto.

Com a falta de cuidados, o animal pode se machucar ao bater em algum objeto ou se movimentar dentro do carro, atrapalhando quem dirige. Além disso, há uma legislação no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) que regulamenta como deve ser feito o transporte de animais dentro de veículos.

Ao andar com o pet desprotegido, o motorista comete uma infração de trânsito, podendo ser multado e perder pontos na carta. Veja algumas dicas da ADT, empresa de monitoramento de alarmes, para um passeio de carro tranquilo:

  1. Cintos de segurança: o cinto de segurança protege o pet em casos de acidentes, evitando que o animal vá para fora do veículo ou caia do banco. O acessório é encontrado em pet shops e deve ser encaixado no prendedor de cinto do carro e na coleira do animal;

  2. Cadeirinha: as cadeirinhas para pets são similares às utilizadas para transportar bebês e crianças. Ela fica presa no cinto de segurança e deve ser colocada no banco de trás. Assim, o pet pode ir sentado ou deitado durante o trajeto;

  3. Caixa de transporte: a caixa é importante para o transporte de gatos e pets mais medrosos por se parecer com uma casinha e deixar o pet mais seguro. A caixa de transporte também deve estar presa ao cinto de segurança para que, em caso de acidentes, ela não caia do banco;

  4. Trajetos menores: o pet pode demorar um pouco para se acostumar com passeios de carro. Por isso, comece com trajetos mais leves, como passeios no bairro, até que ele se adapte;

  5. Janelas abertas: andar com a cabeça para fora da janela do carro é considerada uma infração grave e causa multa. Por essa razão, não deixe as janelas totalmente abertas e trave as janelas elétricas;

  6. Alimentação leve: assim como nós, o pet também pode passar mal com o movimento do carro. Por isso, antes do passeio, dê a ele uma refeição leve (pouca ração) e bastante água;

  7. Brinquedos: quando a viagem é longa, é recomendável dar ao pet algo que o distraia. Nesse caso, os brinquedos preferidos do animal são uma boa opção para que eles se divirtam e sintam um cheiro familiar, acostumando-se com as mudanças de ambiente;

  8. Faça paradas: em viagens é preciso parar para que o pet faça suas necessidades, beba água e se alimente. Ao dar comida ao animal, aguarde alguns minutos antes de voltar ao trajeto;

  9. Temperatura: os pets podem sentir frio ou calor ao longo do passeio. Por isso, atente-se à temperatura do veículo.

  10. Pet sozinho no carro: nunca deixe o animal sozinho no carro. Por mais que seja uma parada rápida, o pet pode ficar inquieto, tentar fugir ou ser roubado.

Participe do Meu Pet é Show!

Publicado em 2 ComentáriosSem categoria

Hoje é o último dia para publicar a foto do seu pet no Instagram, com a hastag #meupeteshow. O Correio Braziliense vai selecionar 20 fotografias para expor na área central do Pátio Brasil Shopping, de 11 a 13 de agosto, no evento Brasília Pet Show

 

Capricha na pose e poste no Instagram
Capriche na pose e poste no Instagram: o Correio vai selecionar 20 para a exposição. Bento não pode participar: é funcionário da casa!

 

Para participar é muito fácil: clique o pet, coloque o nome dele na legenda e faça uma breve descrição do momento em que o animal foi fotografado. Atenção: humanos não podem aparecer nas fotos! Não se esqueça da hastag #meupeteshow e de deixar o perfil público.

Está faltando criatividade para a foto? Brasília tem muito cenário! Ainda mais agora, na época dos ipês. Veja algumas sugestões de locais ao ar livre para fotografar o melhor amigo:

Aproveite o domingo para passear com o pet ao ar livre. Opções não faltam:

  • Parque da Asa Delta, também conhecido como Morrote, no Lago Sul: o espaço entre a QL 12 e a QL 14 atrai praticantes de esportes, que aproveitam para fazer SUP e canoagem. Os cães também participam da farra. Para os não AUtletas, tem área verde de sobra para correr e, claro, o lago para nadar
  • Parque das Garças, no Lago Norte: na QL 15, é menor que o Morrote, mas também atrai praticantes de esportes aquáticos e seus pets
  • Parque Urbano Bosque do Sudoeste: principalmente aos domingos pela manhã, quando tem roda de chorinho debaixo da árvore, muita gente tem levado os pets para um passeio no bosque
  • Calçadão do Lago Norte, na Asa Norte – L4 Norte, altura da 16. Lá, os cães podem passear e nadar no lago. Anda um pouco abandonado, mas ainda é uma opção de caminhada no por do sol
  • Parcão: Estacionamento 6 do Parque da Cidade. A área cercada já foi mais conservada, mais ainda atrai muita gente que quer socializar os cães, sem medo de fuga
  • Parcão do Cruzeiro: Epia, 3663 (próximo ao Ginásio de Esportes). A área de 2,8 mil metros quadrados também é cercada, e os cães podem brincar livremente. Nos dias de calor, porém, é um sufoco, pois não há árvore para fazer sombra. Também está um pouco abandonada
  • Praça dos Cristais, no Setor Militar Urbano: Além de um agradável passeio, o local rende boas fotos dos peludos
  • Pontão, Lago Sul: Na QL 10, é um bom lugar para passear com os cães em dias ensolarados. Mas, atenção: eles não podem entrar na água. O restaurante Mormaii aceita os pets na área externa
  • Parcão do Lago Norte: na QI 02, perto do Pão de Açúcar, é uma nova opção de passeio para socializar os animais e deixá-los correr livres, sem coleira. O parque tem área de 594 metros quadrado

#meupeteshow: é só até amanhã!

Publicado em 2 ComentáriosSem categoria

Você tem ate amanhã para postar uma foto caprichada do seu melhor amigo. O Correio vai escolher 20 para expor no evento Brasília Pet Show, que acontece de 11 a 13 de agosto, no Pátio Brasil

harlow

 

De 11 a 13 de agosto, a cidade será palco, novamente, do Brasília Pet Show, um evento recheado de novidades na área pet. E o Correio não poderia ficar de fora. Queremos conhecer os pets mais lindos do Distrito Federal e, para isso, lançamos a 3ª edição do Meu Pet é Show!, ação especialmente criada para quem ama os animais.

Até 6 de agosto, poste no Instagram uma foto do seu pet com a hashtag #meupeteshow na legenda. Escreva também o nome e uma breve descrição do momento em que ele foi clicado. Pode ser um amigo canino, um gatinho, peixe, passarinho e até aqueles mais exóticos — afinal, amor e amizade não têm raça e nem faz distinção, não é mesmo?

Das fotos participantes, o Correio vai eleger 20 (vinte) para compor uma exposição no evento Brasília Pet Show, que acontecerá no Pátio Brasil Shopping. O Correio Braziliense apoia o
evento e estará presente também com promoções e brindes especiais para público visitante.

Atenção! Somente o pet deve aparecer na foto, e o perfil do participante precisa ser público, ok?!
Participe e mostre para todo mundo por que o seu pet é show!

Agenda pet

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 No sábado e no domingo, tem evento para o pet se divertir e ganhar brindes

Pet Day, no Eixão: muitas atividades e oportunidade pra os cães se socializarem Crédito: Divulgação
Pet Day, no Eixão: muitas atividades e oportunidade pra os cães se socializarem Crédito: Divulgação

Sábado

10h às 13h – evento da DrogaVET Brasília, na CLSW 504, bloco A, loja 53 do Sudoeste. Estarão disponíveis opções de comidinhas para os tutores e distribuição de brindes da marca que podem ser utilizados pelos PETs,  como a bandanas. Mais informações: (61)3046-8299

Domingo

9h às 16h – A pet shop Cia da Terra promove mais um Pet Day Cia da Terra, no Eixão Sul, altura das quadras 208/209 sul. O evento reúne expositores de produtos para pets, veterinários para orientar os clientes; demonstrações de adestramento e de tosa com o handler & groomer Luiz Serra, de São Paulo; playground; agility – corrida de obstáculos -, concurso de fantasias, e água para o conforto dos mascotes. Também haverá evento de adoção de cães e gatos.