Professor: abreviatura

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ervas daninhas aparecem de vez em quando. A mais recente atingiu a nobre figura do professor. Os manuais dizem que a abreviatura do mestre é prof. Mas, por alguma razão alheia à vontade de Deus e dos homens, começaram a brindá-lo com um ozinho (profº). O intruso aparece até em cartazes de faculdade. É a recita do cruz-credo. A língua detesta redundância. O masculino não […]

Incendiar: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Notre-Dame ardeu em chamas. Nada menos de 800 anos de história correram risco de serem varridos do mapa. Nos cinco continentes, só se conjugava um verbo — incendiar. Em português, ele se flexiona como odiar: odeio (incendeio), odeia (incendeia), odiamos (incendiamos), odeiam (incendeiam); odiei (incendiei), odiou (incendiou), odiamos (incendiamos), odiaram (incendiaram). E assim por diante.

Infinitivo: quando flexionar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  O português é uma língua única. Tem dois infinitivos: o impessoal e o pessoal. O impessoal é o nome do verbo (cantar, vender, partir, pôr). Não tem sujeito e, por isso, não se flexiona. Com o pessoal, a história muda de enredo. Ele tem sujeito. E não foge à regra: concorda com o mandachuva (para eu viajar, tu viajares, ele viajar, nós viajarmos, vós viajardes, eles viajarem). […]

Bolsonaro foi intempestivo? Nãoooooo!

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Ao adiar o aumento do diesel, o presidente foi intempestivo”, disseram gregos, romanos, troianos e baianos. Queriam dizer que ele tinha agido no impulso, sem medir os prós e os contras. Bobearam na escolha do vocábulo. Tempestivo e intempestivo não têm nada a verbo com temperamento. A duplinha pertence à família de tempo. Tempestivo significa no tempo certo, oportuno. O advogado apresentou o recurso tempestivamente […]

Remediar: conjugação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“É melhor prevenir do que remediar”, disse Bolsonaro quando adiou o aumento do diesel. Ao empurrar com a barriga a majoração do preço do combustível, o presidente conjugou o verbo remediar. Sua Excelência tem razão. Remediar? Eta verbinho difícil. Como conjugá-lo? Do mesmo jeito que flexionamos odiar: odeio (remedeio), odeia (remedeia), odiamos (remediamos), odeiam (remedeiam); odiei (remediei), odiou (remediou), odiamos (remediamos), odiaram (emediaram); odiava (remediava); […]

Governo … interviu ou interveio na Petrobras?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Ops! Bolsonaro mandou adiar o aumento do óleo diesel. A grita foi geral. Ele interviu ou interveio na Patrobras? Intervir se conjuga como o verbo vir: venho (intervenho), vem (intervém), vimos (intervimos), vêm (intervêm); vim (intervim), veio (interveio), viemos (interviemos), vieram (intervieram); vinha (intervinha); virei (intervirei); viria (interviria); vier (intervier), vier (intervier), viermos (interviermos), vierem (intervierem); viesse (interviesse). O gerúndio e o particípio têm a […]

Concordância: percentagem

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Como fica o verbo em construções como 10% da população, 1% dos presentes, 20% da turma? Singular ou plural?  O verbo pode concordar com o número ou com o nome: Dez por cento da população votou (concorda com população) ou votaram (concorda com dez). Um por cento dos presentes saiu (concorda com um) ou saíram (concorda com presentes).  Atenção Engana-se quem pensa que na concordância […]