Consumo das famílias desacelera e volta aos patamares de 2012

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

ROSANA HESSEL O consumo das famílias, principal motor do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), ainda não recuperou os patamares pré-pandemia da covid-19 e está perdendo força na composição do PIB, voltando para o menor nível desde 2012, em grande parte, devido à inflação que reduziu o poder de compra do consumidor, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de […]

Consumo das famílias encolhe 0,1% no PIB do trimestre de 2021

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

ROSANA HESSEL Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta terça-feira (01/06), mostram que o consumo das famílias, importante componente do Produto Interno Bruto (PIB) e um dos principais motores da atividade econômica, encolheu 0,1% no primeiro trimestre de 2021 na comparação com o quarto trimestre de 2020 após dois dados trimestrais positivos. Em relação ao […]

Bancos estrangeiros elevam projeção para o PIB deste ano e o de 2020

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

Não é segredo para ninguém que os investidores estrangeiros andam receosos em relação ao Brasil. Tanto que a retiradas de recursos do país têm batido consecutivos recordes. Mas dois dos principais bancos estrangeiros, o Citibank e o Goldman Sacks, elevaram as projeções de crescimento da economia brasileira neste ano e em 2020.   Segundo o Citi, em vez de crescer […]

PIB cresce 0,2% do segundo trimestre

Publicado em 1 ComentárioEconomia

POR ANTONIO TEMÓTEO O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,2% no 2º trimestre de 2017, conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado positivo dá fôlego ao governo, que aposta todas as fichas na recuperação da economia para reduzir o desgaste produzido pela crise política. Após nove trimestres consecutivos de queda, o consumo das famílias […]

Coluna no Correio: Suspiros de confiança

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

A confiança entre os empresários do varejo melhorou, mas está longe de indicar uma forte recuperação do setor. A destruição do poder de compra das famílias foi tão forte, que, mesmo com a inflação mensal caindo para níveis mais civilizados, não há como pensar em aumento do consumo a ponto de reverter tão cedo os péssimos números acumulados neste ano. […]