Nos Tempos do Imperador

Nos tempos do imperador estreia nesta segunda (9/8). Conheça os personagens!

Publicado em Novela

Com Selton Mello no papel de Dom Pedro II, Nos tempos do imperador traz os ares de Novo mundo de volta. Novela também marca a volta da Globo às inéditas

Esta segunda-feira (9/8) marca a estreia de Nos tempos do imperador, primeira novela da Globo inédita desde a pandemia. Escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão e dirigida por Vinícius Coimbra, a trama das 18h é a continuação de Novo mundo, também de autoria da dupla.

O herói apresentado de forma “humanizada” será D. Pedro II (Selton Mello) e o vilão, o coronel Tonico Rocha (Alexandre Nero). Em comum, Selton e Nero contaram, em entrevista de lançamento da novela, que estão ansiosos para verem o produto, quase todo gravado, no ar e brincaram que só acreditarão quando o público estiver assistindo ao folhetim.

O elenco de Nos tempos do imperador ainda traz, entre outros, Letícia Sabatella, Mariana Ximenes, Gabriela Medvedovski e Michel Gomes, além da volta de Vivianne Pasmanter e Guilherme Piva como Germana e Licurgo.

Conheça os personagens de Nos tempos do imperador

Este slideshow necessita de JavaScript.

Núcleo Corte

Dom Pedro II (Selton Mello) – Imperador do Brasil, viajante, querido pelo povo, trabalha pelo progresso do país e para ampliar os horizontes da população investindo na educação. Tem ao seu lado a imperatriz Teresa Cristina (Leticia Sabatella), com quem tem as filhas Leopoldina (Melissa Nóbrega/Bruna Griphao) e Isabel (Any Maia/Giulia Gayoso), fruto de um casamento político. Ao conhecer a preceptora das filhas, Luísa (Mariana Ximenes), a Condessa de Barral, é arrebatado pela força e beleza dela. Por meio de Luísa também conhece o casal Pilar (Gabriela Medvedovski) e Jorge/Samuel (Michel Gomes), a quem apoiará na realização dos seus sonhos.

Teresa Cristina (Leticia Sabatella) – Protege a família acima de tudo e apoia o D. Pedro II nas decisões que envolvem o progresso do Brasil. Foi a grande responsável pela criação do acervo arqueológico nacional, incentivadora das artes e da imigração italiana para o Brasil.

Isabel (Any Maia/Giulia Gayoso) – Princesa do Brasil, futura regente. É mais responsável que a irmã. Admira muito a Condessa de Barral.

Leopoldina (Melissa Nóbrega/ Bruna Griphao) – É impetuosa e tem o apelido de Dina.

Lurdes (Lu Grimaldi) – Tem o título de Baronesa de Seropédica. É uma criada antiga do palácio. Chegou ao Brasil com a futura imperatriz Leopoldina e, após a morte dela, acompanhou o crescimento de Dom Pedro II. Tem muito carinho pelo Imperador.

Nicolau (Cassio Pandolfh) – Mordomo do palácio de Dom Pedro II. Tem um carinho especial por Lurdes.

Celestina (Bel Kutner) – Dama-de-companhia de Teresa Cristina. Possui o título de Baronesa de Urú. É muito fiel à imperatriz e vive às turras com Lurdes.

Gastão (Daniel Torres) – Francês, vem ao Brasil para se casar com Isabel. Tem o título de Conde D’Eu.

Augusto (Gil Coelho) – Vem ao Brasil a pedido da imperatriz Teresa Cristina para se casar com Isabel, mas acaba se apaixonando por Leopoldina. É o Duque de Saxe-Coburgo.

Luísa (Mariana Ximenes) – Possui o título de Condessa de Barral. Baiana, é casada com Eugênio (Thierry Tremouroux) e mãe de Dominique (Thor Becker). É uma mulher moderna, empoderada e foi educada na Europa, por isso domina diversos assuntos e sabe muito bem onde quer chegar. É convidada por Dom Pedro II para ser preceptora das princesas Leopoldina e Isabel. Ao conhecê-la, o Imperador se vê arrebatado.

Eugênio (Thierry Tremouroux) – Conde de Barral. Incomoda-se com a proximidade entre Dom Pedro II e a condessa.

Justina (Cinara Leal) – Trabalha na casa de Eugênio e Luísa e é confidente da condessa. Ajuda a cuidar de Dominique. Era escrava do coronel Ambrósio (Roberto Bomfim), mas foi comprada pelo pai de Luísa.

Luís Alves Lima e Silva (Jackson Antunes) – Marquês e futuro Duque de Caxias, é presidente do conselho da Câmara dos Deputados. Muito próximo a Dom Pedro II.

Nino Sorrento (Raffaelle Casuccio) – Jornalista italiano de uma publicação republicana, é opositor de Dom Pedro II.

Solano López (Roberto Birindelli) – Comandante das tropas do Paraguai, é um dos principais inimigos de Dom Pedro II. Ameaça o Imperador e, ao propor uma aliança com o Brasil, pede a mão da princesa Isabel em casamento.

Núcleo das Fazendas

Coronel Eudoro (José Dumont) – Viúvo, fazendeiro e coronel da Bahia. É pai de Pilar (Gabriela Medvedovski) e Dolores (Daphne Bozaski). Manteve Pilar em um convento e prometeu a mão da filha em casamento para o filho de seu compadre Ambrósio (Roberto Bonfim), Tonico (Alexandre Nero). Não apoia Pilar na decisão de entrar para a faculdade de Medicina.

Pilar (Gabriela Medvedovski) – Passou muitos anos em um convento e enfrenta, desde pequena, o peso de ser uma mulher do século 19. Sonha em se tornar médica, mas o objetivo do pai dela é que ela se case com Tonico. No entanto, tem um encontro especial com Jorge/Samuel e se apaixona por ele.

Dolores (Júlia Freitas/Daphne Bozaski) – Sofre quando a irmã vai embora para o Rio de Janeiro. Será prometida em casamento para Tonico e usada para um plano contra Pilar e Jorge/Samuel.

Jorge/Samuel (Michel Gomes) – Filho bastardo do coronel Ambrósio, de quem foi escravo. Homem corajoso e honesto, acredita na integração entre negros e brancos. Luta para se tornar livre. Fugitivo, esconde a verdadeira identidade e, com a ajuda da Condessa de Barral, passa a se chamar Samuel. No primeiro encontro com Pilar, durante uma fuga, se apaixona por ela.

Coronel Ambrósio (Roberto Bomfim) – Fazendeiro e coronel na Bahia. Pai de Tonico e Jorge/Samuel. Vendeu Jorge/Samuel, quando ele ainda era criança.

Tonico Rocha (Alexandre Nero) – Formou-se em Direito em Pernambuco ao lado de Nélio (João Pedro Zappa). Ao retornar para a fazenda do pai, o coronel Ambrósio, candidata-se a deputado pela Bahia. É irmão de Jorge/ Samuel, mas não sabe desse parentesco. Fica noivo de Pilar e, com a fuga dela, exige um compromisso com Dolores para se vingar. Conheceu Dom Pedro II ainda na infância.

Família Pindaíba

João Batista Pindaíba (Ernani Moraes) – Marido de Carlota Maria (Paula Cohen), a Lota, e pai de Bernardo (Gabriel Fuentes) e Nélio (João Pedro Zappa), braço-direito de Tonico. É dono de uma pequena propriedade rural em Pindamonhangaba, que vem aumentando graças à grilagem. Viaja com Lota para a corte em busca de títulos e de uma aproximação com os Imperadores. João Batista se interessa por Lupita (Roberta Rodrigues) ao conhecer a escrava nas ruas da cidade.

Carlota Maria Pindaíba (Paula Cohen), a Lota ー Sonha em ter um título da nobreza.

Bernardo Pindaíba (Gabriel Fuentes) – Passou alguns anos estudando em um colégio interno.

Nélio (João Pedro Zappa) – Formou-se na faculdade de Direito, em Pernambuco, com Tonico, de quem é o braço direito.
Lupita (Roberta Rodrigues) – É escravizada pelo policial Borges (Danilo Dal Farra) e tem a responsabilidade de denunciar fugas de outros escravizados na Pequena África. Vende cocada pelas ruas da Corte e se envolve com João Batista.

Núcleo Taberna/Cassino

Quinzinho (Augusto Madeira) – Cresceu cuidando da Taberna dos Porcos ao lado de Licurgo (Guilherme Piva) e Germana (Vivianne Pasmanter). É casado com Clemência (Dani Barros) e pai dos gêmeos Prisca (Maria Carolina Basilio) e Hilário (Thao de Almeida). Também cuida das propriedades da irmã de consideração, Vitória (Maria Clara Gueiros), e luta para a taberna não ser demolida com o progresso da cidade. Além disso, sonha em construir um cassino no local. Está sempre dando um jeitinho para resolver os problemas.

Clemência (Dani Barros) – Ajuda o marido a manter a Taberna dos Porcos e a cuidar de Licurgo e Germana, que se passam por inválidos para dar golpes no casal.

Licurgo (Guilherme Piva) – Acha que sabe cozinhar, mas seus feitos continuam sendo rejeitados. Se passa por inválido para enganar Quinzinho e Clemência e aplicar golpes no casal. Continua sendo a personificação do “jeitinho brasileiro” de se dar bem e de tirar vantagem em cima dos outros.

Germana (Vivianne Pasmanter) – Como o marido, se passa por inválida para enganar Quinzinho e Clemência. Continua autoritária, preguiçosa e mandona.

Vitória (Maria Clara Gueiros) – Volta para o Brasil depois de alguns anos fora do país para trabalhar no museu particular da imperatriz Teresa Cristina.

Núcleo Pequena África

Dom Olu (Rogério Brito) – Rei da Pequena África. Casado com Cândida (Dani Ornellas), é pai de Zayla (Alana Cabral/Heslaine Vieira). É escultor, tem o respeito de Dom Pedro II e protege os negros alforriados ou que conquistaram a própria liberdade, oferecendo abrigo na Pequena África. Ajuda Jorge/Samuel nos primeiros dias dele na corte, tornando-se seu grande amigo e conselheiro.

Cândida (Dani Ornellas) – Líder espiritual da Pequena África. Acolhe Jorge/Samuel e fica muito próxima dele e de Pilar.

Zayla (Alana Cabral/Heslaine Vieira) – Tem um carinho especial por Jorge/Samuel e convive muito com Guebo (João Victor Menezes/ Maicon Rodrigues).

Baltazar (Alan Rocha) – É casado com Abena (Mary Sheyla), com quem tem o filho Guebo (João Victor Menezes/Maicon Rodrigues). Mora na Pequena África com a família e, ao lado da esposa, ajuda a organizar a fuga de alguns escravizados. Oferece o primeiro emprego a Jorge/Samuel, ao lado de Abena. Também é parceiro musical do jovem.

Abena (Mary Sheyla) – É lavadeira e, com o marido, ajuda na fuga de escravizados.
Guebo (João Victor Menezes/Maicon Rodrigues) – Mora na Pequena África e tem um carinho especial por Zayla.

Lupicínio Borges (Danilo Dal Farra) – Policial, persegue os negros que frequentam as ruas da cidade sem documentos. Mantém Lupita como escrava.

*Fonte: TV Globo