1634670525599

SOMANDO FRAÇÕES E GENTE

Publicado em Espiritualidade, Filosofia, Sem categoria

No último dia 12, Dia de Nossa Senhora Aparecida, meu pai, Mário Lugolf de Sant’Ana, deixou este plano e retornou à nossa verdadeira Pátria, o Plano Espiritual, onde deverá se juntar à minha mãe, Aracy Sant’Ana. Eles, embora fossem criaturas tão diferentes ou talvez exatamente por isso, não se desgrudavam. Deus permita que esse reencontro não tarde, se ainda não aconteceu.

Minha mãe se foi em 2013, mas, ainda hoje, quando chego em casa, penso em ligar pra ela, pra conversar um pouquinho. E sei que também vai demorar muito para que eu internalize que não almoçarei mais com meu pai aos domingos e nem assistiremos juntos às novelinhas, como fazíamos nos últimos tempos, quando eu não saía tarde do trabalho.

O que me consola, apesar de todos esse impedimentos, é ter a certeza de que a morte não existe, que só há VIDA, a Vida Eterna, pontilhada por várias vivências, em que nos reencontramos com nossos amores. A minha gratidão a esses dois irmãos em Cristo que me receberam como filha nesta encarnação é imensa. E peço a Deus que possamos nos reencontrar muitas e muitas vezes.

O texto a seguir foi escrito pelo meu irmão, Mário Sant’Ana. E faço minhas as palavras desse companheiro de infância, de tantas travessuras. Obrigada, “rimão”, por você existir, pelo seu apoio neste momento triste, mas cheio de esperança, de fé!

 

Na semana passada, aos 91 anos, meu Pai morreu. Ainda não sei o que isso significa para mim. São muitas dimensões de várias grandezas que se misturam sempre que penso nele. Acho que é uma das experiências mais caleidoscópicas que já vivi. Aprendi e continuo aprendendo muito com meu Pai.

Brincando, autointitulava-se “Primário Interrompido”, pois, aos 11 anos, logo após a morte de meu avô, teve de parar os estudos para ajudar a sustentar a família. Com apenas quatro anos de escolaridade, aos 16 anos, ingressou na Marinha do Brasil, cuja estrutura de ensino serviu de trilha para sua impressionante trajetória de superação.

Quando tive idade suficiente para minimamente entender o que meu Pai fazia, descobri que se tornara Operador de Sonar, figura importantíssima nos combates no mar, e instrutor de técnicas de ensino no CIAW (Centro de Instruções Almirante Wandenkolk), na Ilha das Enxadas, Baía da Guanabara.

Nesse processo, aprendeu a aprender, a ensinar e a ajudar os outros a fazerem o mesmo. Sou um desses outros e compartilho aqui um episódio repleto de lições que ainda orientam minha navegação nos mares da vida.

Como somar frações

— Pai, não consigo somar essas frações. Elas têm denominadores diferentes, então não dá para só repetir o denominador.

— O que é um denominador?

— É o número de baixo da fração.

— Tem certeza?

— Sim. A professora falou.

— Não apenas repita o que ouve! Pegue o dicionário.

— Dicionário?!?! É Matemática, Pai!

Quando vi que não haveria arrego, trouxe o segundo dos cinco volumes do Caldas Aulete, que vieram com a Enciclopédia Delta Larousse, que meus pais se endividaram para comprar para os filhos.

— “Denominador:  que ou o que dá o nome.” — li para ele, do mesmo tomo de seis centímetros de espessura que acabo de, mais uma vez, consultar.

— Que fração é esta? — perguntou apontando para a primeira parcela da soma que eu não conseguia fazer.

— Um quinto.

— Por quê?

— O denominador é cinco.

Depois de fazermos a mesma análise de cada item do cálculo em questão, meu Pai repetiu a primeira pergunta que fizera quando lhe pedi socorro.

— O que é um denominador?

—  É o número que dá nome à fração — afirmei.

Olhando para mim com orgulho, pegou dois lápis e continuou com as perguntas:

— Quanto é um lápis mais um lápis?

— Dois lápis.

— Quanto é uma borracha mais uma borracha?

— Duas borrachas —respondi impaciente, mas curioso para saber aonde tudo aquilo levaria.

— Quanto é um lápis mais uma borracha?

— Não dá.

— Claro que dá. Pense.

— Como vou somar duas coisas diferentes?!?

— Você acabou de somar e o resultado foi “duas coisas”. Você encontrou algo que dá o mesmo nome para os dois, o mesmo denominador: “coisa”. É o que chamam “denominador comum”.

Depois de me orientar ainda com perguntas a chegar ao “menor denominador comum”, o resultado passou a ser “dois itens do meu estojo”.

Meu Pai então demonstrou com desenhos que chamar o “um quinto” de “dois décimos” não muda seu valor, apenas permite que se some à fração “um meio”, que, permanecendo do mesmo tamanho, passamos a tratar por “cinco décimos”.

Então, olhou para mim e, com brilho nos olhos, garantiu:

— Funciona com gente também.

Depois de confiar essa pérola de sabedoria ao filho de nove anos, ajudou-me a procurar nas páginas anteriores à que eu havia encontrado o problema, uma forma de resolvê-lo.

E foi assim que aprendi, em alguns minutos com meu Pai, a não simplesmente aceitar o que me dizem; que palavras têm significado e importância; que se eu me expressar de forma diferente posso me somar aos outros, sem mudar o meu valor; que as páginas anteriores podem revelar caminhos para solução de problemas; que perguntas podem ensinar mais que respostas. E, de quebra, aprendi a somar frações heterogêneas (aquelas com denominadores diferentes).

O emocionante rito de honras póstumas oferecidas pelos militares que compareceram ao funeral de meu Pai marcou essa importante virada de página nas nossas vidas. Na manhã do último domingo, Maraci, Maristela e eu despejamos no Lago Paranoá, em Brasília, as cinzas de nossos Pais: Aracy e Mário Sant’Ana.

 

Você pode comentar este texto aqui mesmo no blog, logo depois dos anúncios. Ou então mande seu comentário para mim por WhatsApp, no (61) 991889002 e eu publico. Valeu!

48 thoughts on “SOMANDO FRAÇÕES E GENTE

  1. Que linda história de vida! Percebe-se que Seu Mário não só ensinou frações como também transmitiu valores morais a vocês, Mara.
    A morte é só uma viagem.

  2. Minha querida, só agora tive conhecimento da partida do seu pai. Que homenagem linda você e seu irmão fizeram a ele.
    Meus sentimentos a vcs pela perda.
    Sei que, com sua fé no mundo espiritual, as saudades logo logo serão menos doloridas. Registro aqui meu abraço de conforto e mando um beijo cheio de carinho.

  3. Remetido por Wanderley Cairo via WhatsApp: Mário Cesar, que história fantástica, maravilhosa e linda que vc retrata no texto – o grande amor, o respeito, o carinho por todo aprendizado e sabedoria que recebeu do seu generoso pai, que pude conhecer quando eu e a Maraci começamos a namorar, em junho de 1972, e com quem pude conviver por quase três anos, até a mudança de vocês para Brasília. Seus pais foram muito importantes pra mim. E mesmo longe de vcs por mais de 35 anos, jamais os esqueci, assim como não esqueci a ajuda generosa que eles dispensaram a mim e a minha mãe nunca fase difícil que atravessamos!! Fiquei muito feliz por reencontrar a Maraci, seus pais e você em 2010. E desejo que nos encontremos em breve para uma boa conversa. Forte abraço!!

  4. Remetido por Shirley Moraes via WhatsApp: Como posso descrever , esse Ser humano, que fez parte da minha vida por algum tempo, desde da minha primeira Infância até a adolescência?
    Quis o destino, que eu conhecesse esse Ser tão Sábio , e que por coincidência da vida, ele tivesse o mesmo nome do meu pai. “Mário”! Dois Mários na minha vida, um , Militar da Aeronáutica e o outro , Militar da Marinha , e Eles com suas esposas se tornaram vizinhos , e muito mais ! Deixaram seus nomes e passaram a se chamarem Xará ! São tantas lembranças, tantas alegrias , eu me lembro que minha infância foi na casa desse grande homem ! As histórias, os conselhos , uma palavra amiga pra meus pais , quando assim era necessário. Meu pai como fazia viagens devido ao trabalho, lembro que Tio Mário e tia Aracy eram o suporte da minha mãe !
    Eu sempre brincando com a filha mais velha ( Maraci) que sendo próximo a minha idade , vivíamos grudadas !
    Não esqueço de nenhum detalhe de nossa convivência, mas precisaria de mais uma vida inteira, pra contar o quanto Tio Mário e sua família foram e continuam sendo tão importantes pra mim !
    Agora com as boas lembranças , resta a saudade imensa desse tempo e o desejo que agora os dois Xarás e suas esposas , estejam juntos , na Nova Morada e em Paz , continuando suas caminhadas evolutivas !

  5. Remetido por Teresa Cristina via WhatsApp: Querida Mara, sinto muito por vocês, a partida de seu pai. São coisas que nos acostumamos com o tempo mais a saudades são eternas. Você falou que quando chega em casa pensa em ligar pra ela, isso também acontece comigo depois de sete anos da partida de mamãe. Que Deus possa confortar os corações de vocês.

  6. Remetido por Nelson Teixeira via WhatsApp: Texto lindo. Meu abraço solidário, amiga. Não sei muito o quê falar nessas horas. Aliás, nem há muito mesmo o quê dizer. Nossa compa Mirna também se despediu do pai esse ano. Verdade… Quem fica é abençoado pelo dom da vida, mas carrega o vazio da perda… A fé no reencontro nos move. E assim vamos vivendo. Beijo grande. Abraço maior ainda.

  7. Remetido por Marcia Regina via WhatsApp: Chefe, não sabia q sei pai tinha falecido! Meus sentimentos, Chefe, mesmo tardio! Q texto lindo, mto profundo tbm!

  8. Remetido por Rose Inah via WhatsApp: Linda homenagem, seu irmão escreve muito bem como você. Receba meu carinho extensivos a família, sabemos que o curso normal é que eles irão antes dos filhos, mas que fazem uma falta danada, não podemos negar😘🙏😢

  9. Remetido por Ieda Caminha via WhatsApp: Meus sentimentos Maraci a você e familiares . Que lindo texto , uma bela homenagem ao seu pai . Força querida ele está nos braços do Senhor 🙏❤️

  10. Remetido por Elizete via WhatsApp: Sinto muito Maraci.
    Tenho o mesmo sentimento, como você tenho a sensação q verei meu pai qnd vou p a casa deles. Ainda encontro minha mãe e irmão, mas ele faz falta.

  11. Remetido por Ana Bezerra via WhatsApp: Oi, Amiga! Meus sentimentos. Que Deus conforte o seu coração, da família e dos amigos. Com certeza ele está em um plano de vida melhor q aqui. Nos braços do Nosso Pai Eterno e ao encontro da sua mãe e de outros ente querdos q partiram. Ele era mto sábio. Deixou boas frações p vcs p outros. 💔 abs

  12. Remetido por Johnny via WhatsApp: Prezada Maraci. Lamento a perda do seu pai. Sei que é um momento difícil e de readaptação. Com certeza ele cumpriu sua missão e teve uma vida longa cheia de realizações. Que ele esteja junto de sua mãe novamente e na proteção de Deus. Muita força. Um grande abraço

  13. Remetido por Lázara via WhatsApp: Boa noite. Linda a homenagem para o seu pai Não sabida do que aconteceu e sei que não é fácil passar por isso Mas o tempo ajuda muito. É nosso maior aliado nesses momentos. Que Deus te fortaleça e a toda a sua família. Achei legal as cinzas dos dois juntas no lago, apesar de ser triste e doido para a família. Uma dupla homenagem.

  14. Remetido por Luterra via WhatsApp: 💓 Meus sentimentos pela perda de seu pai Maraci. Li o texto do seu irmão. Muito emocionante. Sinta o meu forte abraço cheio de carinho!

  15. Remetido por Daniela Mattar via WhatsApp: Meus sentimentos Maraci. Que Deus os conforte na saudade. Um abraço bem apertado para você

  16. Remetido por Dias Gomes via WhatsApp: Querida MARACI. Todos nós carecemos de consideração e carinho. Fico muito feliz que ele tenha recebido a merecida honra, pena que o momento foi de saudades. Bj no coração.

  17. Remetido por Marilda via WhatsApp: Maraci, minha amiga, receba meu forte abraço, Deus esteja juntinho de você neste momento, trazendo o conforto e paz 🙌🏼🙏🏼❤️ Acabei de ver aqui, estou lendo aqui no seu blog😢 saudades ficam e só aumenta a cada dia. Estou com meu paizinho passando uns dias de férias. E como hoje senti saudades da minha mãe😞 mas entendo e me traz paz ao coração quando sei que ela esta no melhor lugar, juntinho do meu Senhor 🙌🏼❤️ outro forte abraço Mara😍😍

  18. Remetido por Sueli via WhatsApp: Meus sinceros sentimentos minha querida!!!E que texto!!!!Muito lindo👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏Apesar do momento triste,foi bom rever Seu Mário,seus pais eram encantadores e gentis,guardo uma recordação muito boa deles e de todos vcs,fiquem com Deus e só Ele pode nos confortar em toda sua plenitude!!!!😘😘😘😘😘😘😘💗💗💗💗💗💗💗

  19. Remetido por Isabela Sbampato via WhatsApp: Meus sentimentos Maraci, não fiquei sabendo da morte de seu pai. Que bom que você tem boas lembranças e muito amor para recordar. Um beijo grande para você.

  20. Remetido por Luciana via WhatsApp: Nossa, Maraci, meus sentimentos 😔 Que Deus acolha o seu coração é receba seu pai com muita luz e amor🙏🏻

  21. Remetido por Regina Coeli via WhatsApp: Ahhh como é bom lembrar do que nos deixou nossos amados país, guerreiros estes q não aprenderam nos livros como é dar uma boa educação, sabiam q eram o maior ponto por justamente perceberem que sem ela pouco somos na batalha por um bom posto. País q doavam amor por não os ter recebido e sentido falta ou dar amor de forma diferente pois era a forma como aprenderam de seus pais. Já não se fazem país como antigamente. Lindos seres amorosos 🙏💖 sim ainda bem que acreditamos noutra dimensão, assim o cremos um dia quiçá os veremos … 💘💗💕

  22. Remetido por Cristina Amaral via Messenger: Oi Mara,como esta minha querida? Estou aqui para deixar meus sentimentos pelo falecimento do seu pai ,pessoa que gostei muito nessa vida…. Desejo que todas boas lembranças fiquem no coraçao e as nao tao boas fiquem como licoes de vida. A terra e um planeta escola. Cabe a cada um de nos assimilar as liçoes de aprendizado baseados em amor altruista. E dificil,sim e muito,mas vamos lutando e tentando…Grande abraco Marinha muito amor e luz em seus caminhos.Gosto muito de voce e da Maristela. Muita paz no coracao… Manda bjo pro seu filho querido….

  23. Remetido por Ten. Lisâneas Porto via WhatsApp: Olá! Seu Mário, boa tarde. Obrigada por compartilhar. Naquele dia fomos para casa com a sensação de dever cumprido. O Pai do senhor serviu ao nosso país com mt dedicação e deixou o seu legado.
    2 Timóteo 4:7 “Combati o bom combate, terminei a carreira, guardei a fé.”.
    Fica com Jesus, seu Mário. Que o Deus conforte o coração de toda a sua família. Um forte abç.

  24. Remetido por Andrea Cremonez via WhatsApp: Linda homenagem Mara. Sabemos que um dia essa hora vai chegar mas nunca estamos preparados pra perder alguém que tanto amamos. Que Deus possa confortar o coração de vocês.

  25. Remetido por Geni via WhatsApp: Bom dia, Maraci. Eu e o Hugo mandamos nosso abraço e nossos sentimentos pelo falecimento do seu pai. Que Deus o receba com festas e que ele encontre muita paz e luz!! Desejamos que você tenha muita tranquilidade, paz e serenidade nesse momento difícil. As boas lembranças ajudam muito. Nosso carinho.

  26. Remetido por Regina Pires via Whatsapp: Ohhh, amiga. Essa vida é cheia de partidas. Sinto por você. Mas que bom que vc tem essa convicçao. bjs e um abraço apertado

  27. Remetido por Ezequiel via Whatsapp: Lindo, Maraci! me fez lembrar também de meu querido pai, falecido, recentenente, no mês de maio, aos 90 anos. Ele também me ensinou matemática num livro chamado “aritmética progressiva”. Obrigado!👏👏👏

  28. Meus profundos sentimentos minha querida amiga, irmã e mentora!
    A sabedoria de nossos pais pairarão sobre nossos corações eternamente. Mesmo acreditando na vida após o desencarne, meu maior medo é “perder” as jóias mais preciosas que eu tenho no mundo: meus pais.
    No início deste ano fiquei 20 dias “internada” com meu pai doente. Ouvi suas histórias várias vezes e, mesmo já as tendo ouvido inúmeras vezes sorria como se fosse a primeira vez! É como se eu já sentisse saudade de não mais podê-las ouvir um dia quando ele “se for”. Eu ainda as ouço e sempre sorrio como se fosse a primeira vez.

  29. Remetido por Marcelo Martins via Whatsapp: Boa tarde, querida Mara! Desculpe-me pela demora, mas quando vi sua mensagem, já havia passado um bom tempo. Esse sentimento de perda está em meu coração, pela minha mãe e agora em 24 dezembro, completará 10 anos de uma ausência que pra mim não diminuiu, uma saudade sem fim de uma mulher espetacular. Quando fui lendo as palavras de você e seu irmão, fui me emocionando, porque é difícil a gente entregar quem a gente tanto ama tanto. Que nosso Senhor Jesus sempre traga consolo e conforto ao seu coração e de toda a família pela perda do “Seu Mário”, não o conheci, mas tenho certeza que foi um grande homem, pela pessoa tão querida que é você. Vou me lembrar de você e seus familiares em minhas orações.

  30. Boa noite, vi um post seu falando sobre pessoas empatas. Eu achei simplesmente incrível e fez todo o sentido pra mim. Foi um reconhecimento muito importante e tenha certeza que se tornou um divisor de águas em minha vida. Com quem você aprendeu sobre esses sentimentos? Obrigado por me ensinar e agradecimento em dobro por quem te ensinou 🙏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*