Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado
coisa Imagem: Jefferson Rudy/Agência Senado

Reguffe propõe concurso público para ministro de tribunais superiores

Publicado em Concursos

Da Agência Senado – O senador Reguffe (sem partido-DF) defendeu proposta de emenda à Constituição de sua autoria que institui concurso público para o cargo de ministro dos tribunais superiores e para ministro e conselheiro dos tribunais de contas, com mandato de cinco anos. Para o senador, não é justo que um presidente da República, por exemplo, tenha as contas de seu governo julgadas por um ministro do TCU que ele próprio indicou.

Mesmo a sabatina dos indicados, no Senado, não acaba com a natureza anormal do modelo adotado no Brasil, acrescentou Reguffe, ao afirmar que o indicado passa também, nesse caso, a dever favores para os integrantes do Senado.

– Se não acham esse o melhor modelo, vamos discutir outros, mas esse atual é que não dá para aceitar, com o grau de influência político-partidária que nós temos hoje nas cortes superiores do país. A pessoa, quando vai julgar algo, tem que ser totalmente independente, tem que pensar só com sua consciência se aquilo é justo ou não é justo – afirmou o senador.

Reguffe também criticou os advogados que cobram honorários milionários para defender um cliente. Para ele, isso passa a ideia de que o advogado não está, apenas, prestando um serviço advocatício, mas também está vendendo a influência que ele pode ter no resultado do julgamento do cliente.

  • josean

    Concurso público também pra ministro do stf, pra ninguém mais ver ver eles agindo pra beneficiar político corrupto.

  • Junior Bosco

    Todo juiz, não interessa a instância, deveria ser escolhido por concurso e para juízes. Sendo que os de mais alta esfera, tribunais superiores e supremo, deveriam ficar no máximo por oito anos e deveriam entrar na metade do mandato do Presidente da República, ou seja, no início do terceiro ano do Presidente e ficar por oito anos, quando voltaria a desempenhar o cargo de juiz que ocupava antes. Aliás, acabaria com este ar de superioridade dos juízes do Supremo, que na verdade algumas vezes nunca foram juízes.

  • Raimundo

    O que realmente precisa ser alterado em nossa Carta Magna não interessa aos políticos. Há várias Propostas de Emenda à Constituição – PEC, que na realidade são irrelevantes para a Nação brasileira, são proposta para benefício pessoal ou de algum grupo político. Caso houvesse pessoas sérias no Congresso Nacional (representantes do povo e dos estados da federação), uma Proposta de Emenda à Constituição que realmente é relevante e de interesse da Nação brasileira é a indicação de Ministro dos Tribunais Superiores (TST, TSE, STM, STJ e STF).
    Creio que todos esses Tribunais Superiores deveriam ser compostos por juízes togados, e a escolha dos Ministros deveriam serem feitas por seus pares para um período de tempo determinado, por exemplo: 4 anos. Nunca a escolha e a indicação deveria ser política. Após 120 anos de existência o STF nunca havia condenado nenhum político corrupto, isso demonstra que realmente não funciona.
    Esses Tribunais Superiores, com o modelo atual não faz nenhuma falta a sociedade brasileira. Na realidade faz muito mal, além de terem um custo muito alto, em muitos casos, passam vergonha ao Brasil e ao povo brasileiro, haja vista a última votação e decisão do TSE em relação a cassação da chapa Dilma-Temer, e outras operações de corrupção dos milionários, tais como Satiagraha, Castelo de Areia e outras que foram anuladas por esses tribunais.

  • ViP Berbigao

    Não sei o teor da proposta mas se for para manter exclusividade para quem tem ‘diproma’ de direito é pura bobagem. O q tem é q ser concurso para qualquer cidadão de bem. Para que as pessoas comuns que enfrentam a dura realidade possam efetivamente fazer valer o interesse público. Não o que temos hoje q é um bando de ‘palacianos’ q só pensam no próprio umbigo e nas intriguinhas/fofoquinhas enquanto o povo tem q trabalhar e pagar a mais alta carga tributária para país de terceiro mundo manter judiciário e legislativo de primeiro mundo mas com um serviço público de quinto mundo.

  • Erculano Souto

    Gostei da proposta mais saber se vão votar e aprovar e outros quinhentos…

  • Marcelo De Oliveira Soares

    O coxinha inútil sempre com suas ideias idiotas para jogar para galera. É um Rolemberg piorado, se é que isso é possível.

    • Guirra Veras

      NÃO SEI SE É COXINHA, AGORA QUE É CÓPIA DE ROLEMBERG, ISTO É FALA MUITO E NÃO AGE PARA NADA…