A diferença

Publicado em Deixe um comentárioGrafia, grafia

Acento? Assento? A pronúncia é igualzinha. Por isso muita gente embarca na canoa furada. Troca os dois substantivos com a naturalidade com que troca o tênis, a bermuda ou a camiseta. Mas, como diz o conselheiro Acácio, as consequências vêm depois. Melhor prevenir. Acento: sinal gráfico (agudo, grave, circunflexo). Assento: lugar onde se senta (assento preferencial, assento na ABL, assento dianteiro).

Acerca de? Há cerca de? A cerca de?

Publicado em Deixe um comentárioGrafia, preposição, verbo

Ops! Pronúncias iguais, mas grafias e significados pra lá de diferentes. Safar-se incólume de tão delicadas questões exige intimidade com a língua –conhecer classes de palavras e empregos. Quer ver?  Acerca de é locução prepositiva. Locução porque tem mais de uma palavra. Prepositiva porque funciona como preposição. O trio significa sobre, a respeito de: Pronunciou-se acerca da oscilação do dólar. No discurso, o senador falou […]

Diquinha de folclore 5

Publicado em Deixe um comentárioDiquinhas, folclore, Grafia, maiuscula, minuscula, plural

Vitória régia, uma história de amor. Quando o mundo nasceu, a Lua era guerreira pra lá de valente. Ela iluminava a Terra noite após noite. Com a claridade, via as índias bonitas. Encantava-se. Transformava-as em estrelas do céu. Naiá sonhava ser escolhida. Banhava-se todos os dias sob a luz do luar. Mas a Lua não a via. A menina ia, então, para o alto da […]

No time comum

Publicado em Deixe um comentárioformação de palavras, Grafia, hífen

Alguém tem coragem de dizer que é a favor da corrupção? Embora haja muitos adeptos do passar a mão nos recursos do erário, ninguém declara abertamente ser pró-roubalheira. Mas, na prática, não faltam candidatos loucos pra engordar a conta bancária com jeitinhos pouco ortodoxos. Pra frear a desenvoltura com que os amigos do alheio agem neste país tropical, tramita no Congresso projeto anticorrupção. Anticorrupção? A […]

Diquinha de folclore 4

Publicado em Deixe um comentárioDiquinhas, formação de palavras, Grafia, hífen

Curupira, o diabo da floresta. Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Que medo! Gritos se ouvem na mata. Assovios ensurdecedores atravessam rios e árvores. É o Curupira que se aproxima. Corra! A criatura é um anão de cabelos vermelhos e dentes verdes. Tem os pés virados pra trás pra enganar quem o persegue. Os índios o chamam de o diabo da floresta. Com razão. Ele odeia gente. Sabe por quê? […]

Pais e filhos

Publicado em Deixe um comentárioGrafia, hífen

A Justiça apanha sem dó nem piedade. De um lado, sofre sobrecarga de processos. De outro, demora na solução. Acusam-na de morosidade. Todos querem rapidez. Com razão. Por que não se busca um jeito de dar um jeito? Enquanto a resposta não vem, vale uma diquinha de português. Rapidez se escreve com z porque é substantivo abstrato derivado de adjetivo (rápido). Exemplos pululam na língua: […]

Perdoar

Publicado em Deixe um comentárioacentuação gráfica, conjugação verbal, Grafia, verbo

A regência muda. Mas a conjugação se mantém. Perdoar pertence à equipe dos verbos terminados em –oar. É o caso de voar, abençoar & cia.: perdoo (voo, abençoo), perdoa (voa, abençoa), perdoamos (voamos, abençoamos), perdoam (voam, abençoam). E por aí vai. Reforma Reparou? A reforma ortográfica cassou o chapeuzinho que o hiato oo exibia: perdoo, voo, abençoo, coroo.