Bolsonaro2

Bolsonaro já admite que Biden será presidente dos Estados Unidos

Publicado em Economia

Internamente, o presidente Jair Bolsonaro já admite que o democrata Joe Biden será o próximo presidente dos Estados Unidos. Os números mais recentes da apuração apontam que falta muito pouco para que Biden enterre de vez a reeleição de Donald Trump. “É difícil reverter o atual quadro”, admitiu Bolsonaro, segundo um de seus auxiliares mais próximos.

 

Esse mesmo auxiliar descreve a mudança de clima no entorno de Bolsonaro. “Pela manhã, a bola estava cheia por aqui. Agora, murchou quase que por completo”, frisa. Teve gente que tentou convencer o presidente de que ainda há chance de Trump vencer. Mas não conseguiu reverter o pessimismo.

 

Para o mesmo auxiliar, Bolsonaro deve apoiar todos os movimentos de Trump de contestação do resultado. A equipe do atual presidente dos Estados Unidos já disse que pedirá a recontagem dos votos em Wisconsin. E pode fazer o mesmo em Nevada. O discurso é de que houve fraudes na apuração.

 

No entender de Bolsonaro, segundo o mesmo auxiliar, é legítimo que Trump levante suspeitas sobre o pleito. Mas poucos no governo acreditam que a judicialização indicada por Trump vá mudar os resultados das eleições. “Perdemos essa”, admite o assessor presidencial.

 

Pelos números mais recentes da apuração, Biden tem 264 dos 270 votos necessários para vencer no Colégio Eleitoral. Trump tem 214. Nunca se viu uma eleição tão emocionante nos Estados Unidos.

 

Brasília, 20h12min