PHOTO-2019-04-08-17-55-00 Foto: Minervino Júnior/ CB/ DAPress

Banco do Brasil troca mais dois vice-presidentes e divide uma vice em duas

Publicado em Economia

O novo presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, anunciou, nesta segunda-feira, mais três novos vice-presidentes. No total, foram substituídos sete executivos. Além disso, a vice-presidência de Agronegócios e Governo foi dividida em duas. Dentro da instituição, acredita-se que a nova configuração das vice-presidentes está concluída.

 

Em comunicado ao mercado, o Banco do Brasil informa que a divisão da vice-presidência de Agronegócios e de Governo “visa aumentar o foco estratégico para a área de agronegócios”, um dos pilares de sua atuação.

 

Com isso, Antônio José Barreto de Araújo Júnior, como antecipou o Blog, foi indicado para a vice-presidência de Governo, Renato Luiz Bellinetti Naegele, como vice-presidente de Agronegócios, e Marcelo Cavalcante de Oliveira Lima, como vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios e Tecnologia.

 

Vejam quem são os novos vice-presidentes do Banco do Brasil:

 

Antônio José Barreto de Araújo Júnior é graduado em engenharia mecânica pela UNIP, com especialização em Marketing pela PUC-RJ, MBA em Gestão Empresarial pela FGV-SP e curso de liderança executiva pela Dale Carnegie Training. É funcionário de carreira do BB desde 1998, ocupando várias posições gerenciais na rede e em superintendências. Coordenou a equipe de integração do Banco Nossa Caixa após a aquisição pelo BB. Atualmente, é secretário Especial de Desenvolvimento Social no Ministério da Cidadania, onde também atuou como secretário executivo em 2020. Na Casa Civil, foi subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais e Subchefe de Articulação e Monitoramento de 2019 a 2020. Foi do conselhos de administração da BNDES e da Terracap, além dos conselhos fiscais do BASA e da Brasilprev.

 

Renato Luiz Bellinetti Naegele é engenheiro agrônomo, com especializações em Economia Moderna e Gestão Executiva. Funcionário de carreira do BB de 1982 a 2015, tendo atuado como gerente executivo de Negócios com o setor público, chefe da Consultoria Técnica da presidência e Diretor de Marketing e Comunicação. No exterior, foi vice-presidente do Banco Patagonia e gerente-geral do BB no Chile. Participou dos conselhos de administração no Brasil e no exterior. Foi sócio-diretor da consultoria Macroplan, esteve no governo federal (1987 a 1996) e no Senado Federal (2016 a 2018). Atualmente, é assessor especial do Presidente do Banco do Brasil.

 

Marcelo Cavalcante de Oliveira Lima é graduado em Engenharia Eletrônica com ênfase em computação. Pós-graduado em Sistemas Orientados a Objetos, em Administração Estratégica de Sistemas de Informação e em Gestão Avançada de Negócios. Funcionário de carreira do Banco do Brasil de 1988 a 2019, tendo atuado como diretor administrativo financeiro da BB Tecnologia e Serviços, como gerente de tecnologia no exterior para a Europa, Oriente Médio e África, sediado em Londres de 2009 a 2015. Foi gerente executivo na Diretoria de Tecnologia no entre 2003 a 2009. Antes, atuou em diversas posições na área de tecnologia da instituição.

 

Brasília, 23h01min