Entrevista Ana Sátila: canoísta fala do namoro com o técnico francês e da vontade de inspirar gerações

Mulheres nas Olimpíadas: Ana Sátila canoagem brasileira disputará a terceira Olimpíada dela em Tóquio 2020
Publicado em Deixe um comentárioCanoagem, Olimpíadas

Ana Sátila disputará a terceira Olimpíadas dela em Tóquio-2020 aos 24 anos. Veja o bate papo com a principal representante feminina da canoagem brasileira.   Qual o papel que você acha que exerce no crescimento da canoagem no Brasil com apenas 23 anos? Sempre procuro inspirar muito as novas gerações. Acho que esse é meu principal objetivo dentro do esporte […]

Mulheres nas Olimpíadas: Ana Sátila fala do início difícil como uma das raras mulheres na canoagem brasileira

Ana Sátila-canoagem slalom-mulheres nas olimpíadas
Publicado em Deixe um comentárioCanoagem, Olimpíadas

Ana Sátila, 23 anos, é personagem de destaque no desenvolvimento da canoagem slalom no Brasil. Caçula da delegação brasileira nos Jogos de Londres-2012, aos 16 anos, a canoísta confirmou o potencial no Campeonato Mundial de 2017, disputado em Pau, na França: conquistou as medalhas de prata, no caiaque extremo (k1), e de bronze, na canoa (C1). Classificada para as Olimpíadas […]

Como foi 2017 para as indicadas ao prêmio de Melhor Atleta do Ano

prêmio-melhor-atleta-do-ano
Publicado em 1 ComentárioOlimpíadas

Março começou e três atletas brasileiras aguardam no final do mês o resultado do prêmio Melhor Alteta do Ano do Prêmio Brasil Olímpico 2017, do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Ana Marcela, da maratona aquática, Ana Sátila, da canoagem slalom, e Mayra Aguiar, do judô, competem pelo título que será definido e anunciado em 28 de março. Ano passado, a judoca […]

Conheça a brasileira de 21 anos que subiu duas vezes no pódio do Mundial de canoagem

Ana-Sátila-canoagem-mundial-Brasil
Publicado em Deixe um comentárioCanoagem

Com o fim do Campeonato Mundial de Canoagem Slalom neste domingo (1/10), uma brasileira fez história. Com apenas 21 anos, Ana Sátila foi responsável pelas duas medalhas do Brasil na competição, que foi disputada em Pau, na França. Dessa forma, se tornou a primeira brasileira a subir duas vezes no pódio em um Mundial da modalidade. A passagem da atleta […]