rosilene

Parlamentares do PT lançam pré-candidatura de Rosilene ao Senado

Publicado em Eixo Capital

Coluna Eixo Capital, por Ana Maria Campos

Os parlamentares do PT do Distrito Federal — Erika Kokay, Arlete Sampaio e Chico Vigilante — anunciaram ontem que, acatando a decisão da cúpula do partido, passam agora a defender a pré-candidatura da diretora do Sindicato dos Professores (Sinpro) Rosilene Corrêa para o Senado. “É certo que ainda consideramos sua pré-candidatura a mais competitiva para disputar e derrotar Ibaneis. Mas, ao mesmo tempo, entendemos a necessidade de realizar composições para alcançar nosso objetivo principal: eleger Lula presidente”, dizem na nota. Mas, como a decisão da campanha de Lula, é pelo apoio à pré-candidatura do deputado Leandro Grass (PV), eles lançam o nome de Rosilene ao Senado. “Defendemos a sua pré-candidatura para o Senado por entendermos que o seu nome aglutina o PT, agrega melhor o campo progressista no DF e, principalmente, expressa o empoderamento político das mulheres, que será um fator determinante nessas eleições”, acrescentam.

PT sendo PT
Adversários na disputa pela candidatura ao Governo do DF, Geraldo Magela e Rosilene Corrêa agora estão no embate para integrarem a chapa na corrida ao Senado.

Pré-candidatura em Goiás

Chefe da Casa Civil do governo Arruda e secretário de Desenvolvimento Social no primeiro ano de gestão de Ibaneis Rocha, Eduardo Zaratz está atuando na política em Goiás e no Entorno. Agora é um dos pré-candidatos do PTB a deputado federal pelo estado.

Em defesa da mulher
O PL colocou no ar as inserções da deputada Flávia Arruda. Desde o início da semana, a pré-candidata ao Senado aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro e em atuação no Congresso, com um discurso de defesa da mulher.

Aposta do Boulos
Guilherme Boulos, principal líder do PSol, esteve ontem em Brasília para duas atividades: lançamento do seu livro Sem Medo do Futuro e da pré-candidatura de Raphael Sebba à Câmara dos Deputados. Em entrevista ao programa CB.Poder, parceria do Correio com a TV Brasília, Boulos disse que Sebba é uma das apostas importantes do PSol para a bancada do partido no Congresso.

Keka vai até o fim
Sobre a pré-candidatura de Keka Bagno ao Palácio do Buriti, Guilherme Boulos disse que não tem volta nem negociação. O PSol, segundo ele, precisa se apresentar nos estados e já abriu mão de candidatura presidencial para apoiar Lula no primeiro turno e de lançá-lo na disputa ao governo de São Paulo. O partido deve apoiar o segundo projeto mais importante do PT, a eleição de Fernando Haddad.

Na OAB-DF, quem quiser ser candidato terá de deixar o cargo
Por meio de resolução, a OAB-DF determinou que todos os conselheiros que pretendam se candidatar nas próximas eleições tomem a iniciativa de renunciar aos cargos, sob pena de abertura de procedimento apuratório de eventual falta de ética, a partir do momento que se declararem pré-candidatos. O prazo para afastamento é até sexta-feira. A resolução, assinada pelo presidente da OAB-DF, Délio Lins e Silva Júnior, estabelece também que fica proibido usar a ordem para atos políticos ou para declarar apoio a alguma candidatura.

Colaboração para o programa de campanha
O ex-governador Rodrigo Rollemberg, o superintendente regional do Sebrae, Valdir Oliveira, e o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, tiveram um encontro ontem para discutir as eleições. Siqueira convidou Valdir — que está filiado ao PSB — para colaborar no programa do partido voltado às pequenas e micro empresas, foco do Sebrae. Por enquanto, nada de candidaturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*