EMÍLIO

EMÍLIO

Publicado em Sem categoria

Era uma vez uma moça que encontrou um gato no Jardim Botânico. Para sorte dele, ela é uma protetora de animais. Ele estava muito debilitado, magro e desidratado, com a perninha direita literalmente no osso, totalmente comida por larvas, e parecia ter perdido a vontade de viver. Ela o levou ao HVEP, Hospital Veterinário Público do DF. Lá ele recebeu os primeiros cuidados e ela, a notícia de que a perninha precisaria ser amputada, mas que ele não suportaria a cirurgia naquele estado de fraqueza.

Fiquei sabendo desse caso por mensagem de uma amiga e tomei a decisão de pedir para cuidar do Emílio, nome dado pela protetora, até que ele estivesse pronto para a cirurgia. Assim foi que ele chegou pra mim há uma semana e meia. Quando eu o recebi, Emílio tinha um insuportável cheiro de carniça. E quando tirei o curativo da perninha, quase caí pra trás com a dolorosa visão daqueles ossos descarnados. Minha primeira providência foi dar um banho morno naquela pobre criatura. Foram muitas larvas que saíram durante o banho e alguns restos de dedos, que estavam totalmente podres, mas ainda pendurados.

Depois de colocar Emílio numa caminha limpa e macia, para descansar do banho, comprei a medicação prescrita pelo veterinário – para proteger o estômago, para matar as larvas, contra dor, contra febre, dois tipos de antibiótico, anti-inflamatório, vitamina, esparadrapo, gaze, soro, pomada. E providenciei também ração especial para recuperação de cães e gatos debilitados. No início, Emílio nem queria comer, mas com o banho, um novo curativo, e os remédios pra tirar enjoo e dor, começou a se interessar pela ração em forma de patê. E ele precisava muito se fortalecer. De lá pra cá, têm sido dias de muito carinho, muita atenção e muito trabalho.

Emílio recebe comida e água à vontade, medicação nas horas certas, curativos duas vezes por dia, na perninha que será amputada e na outra coxa, também atacada pelas larvas que pareciam não ter fim e eram tiradas de pinça, mortas e vivas. Mas ele é muito valente e bonzinho. Suporta todas as manobras, toma a medicação sem fazer cara feia e não só ataca a comida como pede repeteco. A podridão agora é coisa do passado e não há mais larvas comendo o nosso guerreiro.

Ele está engordando, anda pela casa em três perninhas, sem embaraço, conhece a minha voz e corre pra mim quando chego em casa, mesmo sabendo que, além de ganhar carinho, ele terá de passar pelos curativos. Logo ele estará pronto para a cirurgia e, depois que dela se recuperar, Emílio finalmente deixará pra trás esse momento pavoroso da sua vidinha. Todos os dias, agradeço a Deus por ter enviado o anjo que o viu jogado na rua e dele se apiedou.

Agora é esperar o final feliz desta história! Mas não sai da minha cabeça uma pergunta: Quantos seres ditos humanos não passaram por Emílio, viram aquela situação terrível e simplesmente deram as costas, com nojo, como se aquela dor não lhes dissesse respeito? Para quem não sabe, ser omisso também é maltratar.

Meus mais profundos agradecimentos à incansável protetora Bruna Ohana, que resgatou o Emílio da rua; à equipe do Hospital Veterinário Público do DF, que prestou os primeiros socorros e já se dispôs a fazer a cirurgia de amputação; à minha amiga Cláudia, que correu atrás de ajuda quando soube do caso e me mandou a mensagem contando; à Dra. Mayana, do Hospital Veterinário Antônio Clemenceau, que me ensinou a fazer os curativos e está acompanhando Emílio com o maior carinho, sua marca registrada; e a Teinha, que me ajuda em casa e também nos curativos com todo amor!

 

Quer saber mais sobre o trabalho desses anjos também conhecidos como protetores? BASTA CLICAR AQUI.

Gostou deste texto? Leia mais sobre o assunto CLICANDO AQUI.

 

24 thoughts on “EMÍLIO

  1. Que sorte a do Emílio e de tantos outros animais que encontram você, Maraci! Seu carinho e proteção com eles é admirável! Parabéns por mais essa atitude, sua e de todos que ajudam os animais! E força pro Emílio!

  2. Graças a Deus existem anjos como você, como a Bruna, e todos os envolvidos nessa bela história. São esses finais felizes que nos motivam a continuar adotando e resgatando. Parabéns a todos! Saúde e muito amor para o Emílio.

  3. Emílio, o gatinho mais valente que eu já conheci na vida!! Apesar de tanto sofrimento, dor e abandono não deixou de ser dócil e amoroso com as pessoas, se derrete à cada carinho que ganha. Depois da tempestade que ele passou anjos encontraram ele pra dar uma segunda chance à esse guerreirinho. Que Emílio se recupere cada dia mais!! Beijos.

  4. Impossível não se emocionar!!!!Maraci, você não é deste mundo!!! Você foi, é e sempre será inspiração para todos nós! Conte comigo! Luz e paz!!!

  5. ohh gente, sofreu o Emílio, que bom que encontrou você Maraci, para dar amor e carinho, continue com esse coração bom e com essas atitudes abençoadas.

      1. Foi Deus mesmo que me colocou no caminho dele nesse dia em que ele apareceu pelo comércio. Todos se esquivavam da ajuda pois ele estava com muito fedor de podre. Mas a partir do momento que vi ele de longe mancando e depois de perto vi o horror da pata dele não tem como virar as costas e viver a vida normalmente sabendo que tem alguém precisando de ajuda é vc pode fazer isso. A Mara foi a chave de ouro pro final feliz ser completo. Com todo amor e dedicação pegou ele é está cuidando como uma mãe. Como eu já tenho quase 30 gatos e 11 cães, eu iria cuidar dele com dificuldades, mas iria, mas a Mara foi maraaavilhosa!!!!! Estou muito feliz pelo Emílio!!!!!!

  6. O Emilio teve muita sorte mesmo. Primeiro pq foi encontrado por uma cuidadora, não é qq pessoa que o pegaria na rua, infelizmente.
    Então a Bruna colocou no grupo e eu li a msg de apelo dela, logo me lembrei da Mara, que sabe tudo de “gatos”, mas antes disso, é uma pessoa especial, uma pessoa que adora ajudar as pessoas e os animais. Um ser de luz mesmo!!✨
    Quem conhece a Mara sabe que não estou exagerando em
    Nada!! Sei o quanto é dedicada em tudo que faz… haja vista a recuperação do Emilio, fui vê-lo na casa dela, e vi o quanto ele está melhor, o nome disso… “AMOR”. ♥️ Parabéns Mara!!
    Ah como não dizer, mas isso os seus leitores sabem…. ainda escreve bem “pra porra”

  7. Nossa que história linda. Muita emoção que bom que existem pessoas como vocês. Não tenho palavras para descrever tanto amor. Que Deus abençoe!

  8. “ser omisso também é maltratar”.. uma frase e tanta, chocante a história do Emílio, Maraci eu te admiro muito! certamente o Emílio tem muita sorte, suas atitudes e as de quem ajudou ele é muito emocionante!

    1. Oi, Sandra. Infelizmente, a perninha não tem recuperação. Mas o importante é que ele está vivo, saudável e cercado de amor! E os animais se adaptam logo. Ele corre e faz bagunça só nas três perninhas!

  9. postado no FB por Sandra Mara: “O justo atenta para a vida dos seus animais, mas o coração dos perversos é cruel.” Prov. 12:10. Você sabia que o caráter de uma pessoa pode ser medido pela maneira como trata os animais? “O justo”, afirma Salomão, “atenta para a vida dos seus animais.” Na verdade, o justo atenta para a vida. Sabe que a vida é uma expressão do amor de Deus. No caso dos animais, é uma vida dependente.

  10. postado no FB por Alice Fernando Garonci: Pois é e Aida diz mais trate bem seus animais porque não sabemos se a alma deles sobe ou desce, eu amo muito os meus gatinhos , fico muito triste com o abandono ou mãos tratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*