Entre o Autocuidado e o Cuidado Coletivo

Publicado em Deixe um comentárioCuidado e Autocuidado

Cosette Castro Brasília – Autocuidado e cuidado coletivo são lemas do Coletivo Filhas da Mãe há quatro anos. E este fim de semana não foi diferente. Realizamos ações de cuidado coletivo, no dia 15 e  de autocuidado no dia 16. Vamos começar pelo autocuidado. Ao perguntar para a sociedade “Quem Cuida de Quem Cuida?” buscamos tirar as pessoas que  cuidam familiares […]

Vivas, Protegidas e Com Qualidade de Vida

Publicado em Deixe um comentárioSociedade da Violência

Cosette Castro Brasília – Na mesma semana que aconteceu a IV Conferência Livre em Defesa das Pessoas Idosas do Distrito Federal, o Brasil assistiu estarrecido a Câmara dos Deputados aprovar em regime de urgência o PL 190424, também chamado de PL do Estupro. Vamos começar pela boa notícia, que diz respeito aos 13% da população do Distrito Federal com 60 […]

Tempos de Participação Social e Combate à Violência

Publicado em Deixe um comentáriopessoas idosas

Brasília – Faltam poucos dias para o dia internacional de combate à violência contra as pessoas idosas, 15 de junho. E as notícias não são boas. O Brasil tem uma população de 32 milhões de pessoas idosas. Ou seja, 16% da população. Tristemente são elas as que estão em segundo lugar no ranking dos grupos sociais que mais sofrem violência […]

Sobre Leis, Delicadezas e Demências

Publicado em Deixe um comentárioAlzheimer

Cosette Castro Brasília – No começo da semana, o presidente Lula sancionou a Lei 4878/24 que dispõe sobre cuidado integral para pessoas com Alzheimer e outras demências. A nova Lei marcou o início do Junho Violeta, mês de conscientização sobre a violência contra as pessoas idosas. Em termos nacionais, é um feito histórico. E nos próximos anos, se colocada em […]

O Brasil e a Política Nacional de Cuidados Paliativos

Publicado em Deixe um comentáriocuidado paliativo

Cosette Castro & Marina Barichello Brasília – O mês de maio ficará marcado na história do país pela instituição da Política Nacional de Cuidados Paliativos (PNCP) no Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se da efetivação de uma longa campanha que tomou corpo e visibilidade durante as conferencias distrital e estaduais de saúde em todo o país e depois  foi aprovada […]

Entre Cancelamentos e Solidariedade

Publicado em Deixe um comentárioCuidado Coletivo

Cosette Castro Brasília – Na mesma semana que ocorreu a primeira Parada do Orgulho das Pessoas com Deficiência (PCD) de Brasília, seguem as denúncias de discriminação dos planos de saúde. Em menos de um ano, foram registradas 5,4 mil reclamações sobre cancelamentos ou rescisões unilaterais de planos de saúde de pessoas com deficiência. Algo similar ao que vem acontecendo em […]

Um Cuidado Diferenciado

Publicado em Deixe um comentárioCuidado e Autocuidado

Cosette Castro e Simone Lima Brasília – No Coletivo Filhas da Mãe temos um grupo de WhatsApp que diariamente acolhe pessoas que cuidam familiares com demências. É desafiador enfrentar todo o dia as mudanças do familiar. No decorrer da doença,  elas e eles têm perdas cognitivas, físicas e de linguagem. Dentre as angústias das pessoas que cuidam familiares, uma demanda frequente […]

Das Alegrias do Cuidado Familiar

Publicado em 2 ComentáriosCuidadoras Familiares

Cosette Castro e Natália Duarte Brasília –  Semana passada ocorreu o lançamento do Centro de Biotecnologia Molecular, o C-Biotech, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília (UnB). O C-Biotech é um marco para a pesquisa e inovação em biotecnologia no Centro Oeste. Reúne pesquisadores, estudantes e profissionais em um ambiente propício para projetos e parcerias estratégicas. Na inauguração, […]

As Mulheres e as Microviolências Cotidianas

Publicado em Deixe um comentáriomulheres

Cosette Castro Brasília – O machismo estrutural  naturalizado entre homens, mesmo os progressistas,  sempre me surpreende. E entristece. Exemplos não faltam. Imagine uma sala com 96 mulheres e quatro homens. Começo a falar no feminino.  Um deles questiona: “como assim uma fala no feminino?” Não estamos mais no tempo em que as regras gramaticais eram elaboradas apenas por homens. Mas […]