Juliana Paiva é um dos destaques de O tempo não para como Marocas
O Tempo Não Para Juliana Paiva é um dos destaques de O tempo não para como Marocas Juliana Paiva é um dos destaques de O tempo não para como Marocas

Crítica: Elenco feminino, texto afiado e bom humor seguram O tempo não para

Publicado em Novela

Nova novela das 19h, O tempo não para teve uma boa primeira semana. A trama escorrega em alguns pontos, mas se sobressai no elenco feminino e nas muitas cores. Leia a crítica!

A primeira semana da novela O tempo não para, a substituta de Deus salve o rei na faixa das 19h, foi de encher os olhos. Colorida, bem-humorada e com boa parte do elenco ー especialmente o feminino ー , afiada, a trama de Mario Teixeira é ágil, o que, em alguns momentos, a faz um pouco frenética demais.

O romance entre Marocas e Samuca, o principal par de O tempo não para, ainda não decolou, o que é natural. O que não é tão natural assim é a disparidade entre a exuberância dos atores Juliana Paiva ー crescendo a cada trabalho ー e a insegurança de Nicolas Prattes ー o rapaz tem capacidade para fazer melhor.

Texto é um dos trunfos de O tempo não para

Marocas faz parte da família Sabino Machado, que sofreu um acidente a bordo de um navio na Patagônia, em 1886, ficou congelada no mar esse tempo todo e foi parar no Guarujá dos dias de hoje. Se a história de O tempo não para é diferentona, para usar um termo desta época, Mario Teixeira antecipou-se às críticas e, perspicaz, colocou o estranhamento no texto dos personagens. “Isso não faz o menor sentido”, espanta-se a médica Petra (Eva Wilma); “essa história é, no mínimo, inusitada”, exclama Carmem (Christiane Torloni), mãe de Samuca.

Aliás, o texto ー bem mais cômico do que dramático e a cara da faixa das 19h ー é um ponto alto de O tempo não para. Marocas e o pai, Don Sabino Machado (Edson Celulari) tiveram bons momentos, assim como Felipe Simas, bem como o folgado Elmo, melhor amigo de Samuca. Ver o vocabulário de Marocas e Don Sabino também é divertido.

Um dos motes da parte cômica é o despertar dos congelados. Marocas quase morre de susto ao ver um carro e se diverte numa bela cena em que toma banho de chuveiro. Don Sabino, por sua vez, encanta-se com as lâmpadas, espanta-se com o barulho da Freguesia do Ó e observa: “o que foi que aconteceu com o mundo?”. As cenas foram divertidas, mas, levando-se em conta que ainda há 10 congelados, podem cansar em breve.

Don Sabino se espanta com o que vê na São Paulo de 2018
Don Sabino se espanta com o que vê na São Paulo de 2018

A parte do romance é que ainda não funcionou. Samuca se apaixonou por Marocas quando ela ainda estava congelada e se declarou à moça quando ela estava ainda em coma. A noiva dele, Betina (Cleo), flagra o momento e acha estranho. Talvez porque seja realmente estranho.

O outro par que já apareceu, Carmen e Laércio (Micael Borges), não convence porque o rapaz não acompanha o ritmo da atriz. Tomara que ela se encante logo por Don Sabino!

No elenco, as mulheres se saíram melhor nesta primeira semana, com destaque para Juliana Paiva, Eva Wilma, Christiane Torloni, Carol Macedo (anota esse nome aí!) e Cleo. Entre os homens, Edson Celulari teve bons momentos, especialmente ao lado de Milton Gonçalves, intérprete de Eliseu.

Foi uma primeira semana de primeira a de O tempo não para ー só não entendi a versão soft de Ivete Sangalo para o clássico de Raul Seixas, Eu nasci há 10 mil anos atrás. Preocupa o fato de o casal principal não ter despertado torcida, mas isso pode mudar. A audiência reagiu e a novela das 19h quase encostou no Jornal Nacional e em Segundo sol. Será que teremos, depois de um longo e tenebroso inverno, uma novela boa no horário? Só o tempo dirá!

  • https://www.facebook.com/tiagooliverb Tiago Oliver

    Novela divertida no todo, talvez essa novela mostre definitivamente que as coisas mudaram e abra os olhos de muito gente que acha que vive no século passado. Só uma observação pessoal, nunca gostei de assistir novelas, porém esta está me prendendo.

  • Jazz Marcello

    Tem razão, as cenas foram divertidas deverão cansar mesmo, pois hoje as pessoas gostam mesmo é ver p*****a nas novelas quando se faz algo decente tende cair a audiência.

  • Rauser Froes

    Jazz Marcelo, a putaria ja começou, leve mas começou…deveriam explorar mais a descoberta de um novo mundo pelos congelados, mas não, tem que ir só pro lado dos “conflitinhos” humanos no “amor”, traição, briguinhas…É um exercício de imaginação essa história! Pensem se fosse algo real mesmo, teria muito mais a explorar, descobrir, admirar e ficar completamente embasbacado com tanta mudança no mundo em mais de 100 anos, mas não, os conflitinhos humanos iguais em todas novelas é o que dominará daqui pra frente na trama.