Leny Andrade em noite inspirada no Clube do Choro
leny_andrade Crédito: Adriana de Toledo de Macêdo-Soares. Leny Andrade em noite inspirada no Clube do Choro Leny Andrade em noite inspirada no Clube do Choro

Leny – Luiz – Clube do Choro – Uma terça-feira para se guardar na memória

Publicado em cultura

De repente a semana que seguia seu curso normal ganha uma terça-feira feita para se guardar na memória, com Leny Andrade

Fui ao Clube do Choro apenas três vezes em minha vida de brasiliense – uma para ver Pepeu Gomes cantar e tocar violão, sozinho no palco; outra para escutar João Donato e ontem, a terceira vez, para me encantar com Leny Andrade e Luiz Meira. Num par de horas a dupla transformou uma banal terça-feira em data para ficar na história, para se guardar na memória.

Leny Andrade conheço há muitos anos, sempre fui sua fã de carteirinha e me orgulho em dizer, tive o privilégio de conviver com ela por conta de temporadas em que ela soltava a voz em São Paulo, na Catedral do Samba, lugar de música ao vivo onde os artistas que se apresentavam em outros palcos escolhiam para terminar a noite, tomar um drinque e, por que não?, dar uma canja, para sorte e felicidade dos boêmios paulistanos.

Luiz Meira vi pela primeira vez ontem, 13 de março, e descobri que preciso trazer de volta meu interesse pela música, pelos músicos que existem no território tupiniquim. Fui atrás da biografia desse exímio violonista e me descobri um tanto descuidada musicalmente falando uma vez que já devia saber desse rapaz que além de excelente músico é uma bela figura.

Me despertei hoje em estado de graça, encantada com a noite de terça-feira – o Clube do Choro da minha memória era o antigo, pequeno e aconchegante. Para minha surpresa, em sua atual versão, a casa ganhou espaço físico maior mas manteve o charme da anterior. Estava lotada com uma plateia composta de pessoas que foram lá por prazer, por amor à música e sobretudo por admirar os artistas que se apresentaram.

Garçons silenciosos e atenciosos cumpriam muito bem seu papel. Da cozinha vinham pratos para quem quisesse jantar e para os que preferem de fato algo que combine mais com o ambiente – petiscos e drinques. Nada contra quem prefere jantar mas é estranho dar garfadas em pratos enquanto cantantes soltam a voz no palco, especialmente se forem servidos e degustados em uma das mesas da fila do gargarejo. Deixa no ar um clima de churrascaria e isso é tudo o que o Clube do Choro não é.

Mas nada disso ofuscou o brilho da noite nem prejudicou o prestígio da casa. Daqui para a frente vou ficar atenta ao calendário de shows do Clube do Choro –  é lugar que não discrimina saldo bancário. Vou mais longe, paga-se pouco por tamanha diversão.

Mando um recado ao Reco do Bandolim: PARABÉNS!!!!!!!!

56.095 thoughts on “Leny – Luiz – Clube do Choro – Uma terça-feira para se guardar na memória

  1. We’re having coffee at Nylon Coffee Roasters on Everton Park in Singapore.
    I’m having black coffee, he’s developing a cappuccino.
    They are handsome. Brown hair slicked back, glasses which fit his face, hazel eyes and the most beautiful lips I’ve seen. He or she is quality, with incredible arms and a chest that is different about this
    sweater. We’re standing right in front of one another talking about our everyday life, what we want
    into the future, what we’re interested in on another person. He starts telling me that he’s got been rejected
    lots of times.

    ‘Why Andrew? You’re so handsome. I’d never reject
    you ‘, I have faith that He smiles at me, biting his lip.

    ‘Oh, I would not know. Everything happens for a reason right.
    But analyze, you wouldn’t reject me, does one Ana?’
    He said.

    ‘No, how could I?’ , I replied

    “So, you would not mind if I kissed you right now?’ he was quoted saying as I get better him and kiss him.

    ‘The next occasion don’t ask, function it.’ I reply.

    ‘I enjoy how you would think.’ , he said.

    At the same time, I start scrubbing my high heel in his leg, massaging it slowly. ‘So what can you want girls? And, Andrew, don’t spare me the details.’ I ask.

    ‘I like determined women. Someone who knows what we want. A person that won’t say yes simply because I said yes. Someone who’s not scared of attempting new things,’ he says. ‘I’m never afraid of attempting a new challenge, especially in terms of making interesting things in the sack ‘, I intimate ‘And Everyone loves ladies who are direct, who cut over the chase, like you merely did. For being
    honest, this is a huge turn on.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*