moeda digital operação polícia
moeda digital operação polícia Ana Rayssa moeda digital operação polícia

MP e Polícia Civil desvendam fraude com moeda digital que pode lesar 40 mil investidores

Publicado em CB.Poder

 ANA MARIA CAMPOS

Um esquema de estelionato e lavagem de dinheiro por meio de uma pirâmide financeira denominada Kriptacoin, com venda de moeda digital, foi desbaratado pelo Ministério Público do DF e pela Polícia Civil do DF. A fraude pode causar prejuízo a 40 mil investidores.

 

Nesta manhã (21/09), 13 suspeitos de integrarem o esquema como cabeças ou laranjas são alvos de prisão preventiva. Também serão cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, na Operação Patrick. As medidas, autorizadas pela 8ª Vara Criminal de Brasília, serão cumpridas no Distrito Federal, Águas Lindas e Goiânia. O juiz Osvaldo Tovani decretou também a quebra do sigilo das redes sociais dos investigados e o bloqueio de bens, entre os quais carros de luxo e um helicóptero.

 

A organização criminosa atuava por meio de laranjas, com nomes e documentos falsos. Eles enganavam consumidores prometendo lucros exorbitantes (1% ao dia) e captavam investidores para apostar no negócio fácil. Chegaram a conseguir R$ 5 milhões somente neste ano. Segundo a representação policial, a pirâmide está prestes a ruir o que causará prejuízos aos consumidores que não conseguirão sacar seus investimentos, uma vez que o negócio é insustentável. Trata-se de crime contra a economia popular.

 

O consumidor era lesado ao realizar a negociação de moeda virtual denominado “mineração”. O cidadão investe recursos na esperança de receber dividendos acima das margens de lucro dos negócios convencionais e acaba sendo lesado por não obter sequer o capital inicial. A maioria dos investimentos, segundo suspeita dos investigadores, não era resgatada. Quem investe recursos não prática crimes. Apenas quem causa prejuízo ao consumidor.

 

A organização criminosa usava diversas contas com nomes falsos para movimentar o dinheiro e ainda adquiria bens de significativo valor, como um helicóptero que estava registrado em nome de um jovem de apenas 18 anos, supostamente um laranja. Um dos líderes do esquema circulava com carros de luxo como uma Lamborghini e uma Ferrari.

 

O nome da operação remete à denominação da pirâmide financeira, numa nova configuração das letras que compõem a palavra kriptacoin. O trabalho é realizado pela 1ª Promotoria de Defesa do Consumidor (Prodecon) do Ministério Público, em parceria com a Coordenadoria de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (Corf) da Polícia Civil do DF.

 

Na investigação, a equipe da Corf, liderada pelo delegado Wisley Salomão, descobriu a existência da empresa denominada “Kripta Coin Investimentos em Tecnologia Ltda ME”. Essa pessoa jurídica estava em nome de Wendell Pires Alencar  e Hélio Xavier Gomes. Estes seriam nomes falsos. No Ministério Público, a Operação Patrick é conduzida pelo promotor de Justiça Paulo Binicheski. Uma das vítimas da corrente contou aos investigadores que tentou sacar os R$ 176.188,14 investidos, mas teve o pedido recusado e ainda se sentiu ameaçado por seguranças da empresa.

 

Para o advogado da empresa, João Paulo Todde, a prisão preventiva foi abusiva e descabida. Ele nega as acusações de pirâmide financeira. “A investigação está em fase inicial, infelizmente a gente tem tido muita insegurança no Brasil com essas prisões relâmpagos com a suposta justificativa de evitar qualquer tipo de prejuízo da informação e da coleta da investigação. Era desnecessário”, afirmou.

  • Gentil Pasqual Abati

    O presidente da CIPA, o Vice e o presidente de Honra da CIPA(emérito), da Regional de Manutenção de MS -RMMS – CIPA essa, célebre´, por suas atas acassianas e bernardescas,sempre prejudiciais ao operário e favoráveis à Chefia -irá investigar se existem funcionários da Regional envolvidos.

  • Jack Silsan

  • Dedo médio

    Tem de ser muito B-U-R-R-O de acreditar em lucro de 1% ao dia!!

    • Marcello Coutinho

      Leia sobre day trade, bolsa de valores,etc.
      Investimentos de alto risco podem dar 1% ao dia sim como da mesma forma podem dar um prejuízo astronômico.

  • Pedro Galhardo

    Faltou explicar exatamente como funciona o golpe, o que evitaria piramides parecidas cujos milagres são difundidos periodicamente com novos nomes. O golpista não some, ele fica um tempo no ócio planejando a nova forma de golpe e como amarra a conversa para convencer os aplicadores – os que realmente perdem -.

  • Marcela Costa

    Logo abaixo desta matéria me aparece um banner de uma corrente da felicidade nos mesmos moldes da denunciada. rs

  • otica livre

    Esse é o povo brasileiro, ganancioso sempre kkkkk!

  • otica livre

    As vezes nos enganamos a si próprio,com a vontade de ganhar mais e mais .

  • João Paulo S. Oliveira

    por isso que desde uns 2 anos que aprofundo meu interesse em economia e finanças pra não cair em armadilhas.

  • BrasíliaDF

    E ainda tem gente que acredita nisso… Cresce o olho ao ouvir a promessa de um ganho que nenhum investimento dá nos dias de hoje… 176 mil?… não é tão ingênuo assim…

  • Itacyr Salles

    Moeda virtual é pirâmide.
    Uns ganham demais, ou tudo.
    Os desavisados perdem tudo.
    Seja coerente meu caro investidor.
    Onde existe promessa demais, existe perda TOTAL.

  • Fellipe Sillva

    Bom dia, ótima matéria, gostaria só de frisar que a “mineração” é um ato que existe e funciona e que nesse caso especifico os criminosos vendiam cotas de mineração falsa, logo a mineração e um pratica funcional e real, porem a promessa delas que era fantasiosa. Pois eles não ofereciam esse serviço

  • José Cláudio de Oliveira Filho

    Pois é, como pode entrar em um desta. Tem que ser muito idiota.!!!! Perdeu dinheiro e ainda por cima sustentou vagabundo. BANDO DE SEM NOÇÃO.!!!!

  • Carlon Brunon

    Como que as pessoas caem nesses golpes. Tá na cara que isso era golpe.
    As pessoas esquecem facil……..Boi Gordo, Avestruz Master e etc…

  • ViP Berbigao

    kkk… Depois de BOI GORDO e AVESTRUZ MASTER esse povo ainda cai nesses golpes idiotas… kkk… Cadeia claro q não vão ficar… com essa justiça e a montanha de dinheiro q conseguiram já estão com os melhores adevas de porta de cadeia pode crer.

  • Gustavo Monteiro

    Podiam colocar os nomes de
    T O D O S os investigados em cada regiao, como Vicente Pires, Goiania, gente que recrutava e ludibriava pessoas para investirem na kripta, dentro dessa Kripta tem muita mumia calada…🙊🙊🙊👀

  • Lucas Said

    A reportagem tem erros sobre o significado do que é mineração e chega a sugerir que a Kriptacoin seja realmente uma moeda digital, sendo que é somente um esquema de piramide e nada mais. O esquema usa diversos termos usados em moedas digitais de verdade, mas apenas para enganar o pobre coitado que não entende nada sobre o assunto. Jornalistas deveriam pesquisar melhor antes de escrever qualquer reportagem.