Piauí vai convocar 430 aprovados no concurso da Polícia Militar

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   O governador do Piauí, Wellington Dias, anunciou a contratação imediata de 400 policiais e 30 oficiais aprovados no último concurso da Polícia Militar do estado (PMPI). A declaração foi feita durante a posse do novo comandante da PMPI, o coronel Carlos Augusto Gomes de Sousa, em cerimônia no Quartel do Comando Geral.   Ao todo, o concurso ofertou 430 vagas de níveis médio e superior. O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe) foi a banca organizadora do certame. Os salários iniciais para os novos policiais são de R$ 2.047,63 para soldados e R$ 3.897,04 para oficiais, além de adicional noturno, auxilio-refeição e fardamento gratuito.   A seleção contou com provas objetivas, exame de saúde, teste de aptidão física, exame psicológico, e investigação social. Os aprovados serão lotados em Floriano, Picos, Corrente, Uruçuí, São Raimundo Nonato, Piripiri, Oeiras, Campo Maior e Paulistana (sede).

Novo presidente do TJAL já pretende abrir novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Do CorreioWeb   O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) fará novos concursos para os cargos de juiz de direito e de servidor do 1º grau. O anuncio foi feito pelo novo presidente do órgão, o desembargador Washington Luiz. Além da realização dos certames, o magistrado ainda reforçou a necessidade de construção de novos fóruns no interior do estado.   Vale lembrar que, atualmente, já existe um concurso em andamento para o tribunal. São 106 vagas imediatas para o cargo de auxiliar judiciário e outras 24 para analista e técnico. Os salários variam de R$ 1.084,67 a R$ 5.789.

Governador/PE anuncia novos concursos para polícias Civil e Militar

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Paulo Câmara durante cerimônia de transmissão de cargo do Governo de Pernambuco (Foto: Divulgação/Governo de Pernambuco)

  Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, anunciou que o estado vai lançar novos concursos para as polícias Civil e Militar. De acordo com Câmara, atualmente a PMPE está convocando o maior número possível de aprovados no último certame, já que a validade vence em fevereiro deste ano. Ele prometeu que assim que isso ocorrer, será aberta nova seleção.   O anúncio foi feito durante a primeira reunião do Comitê Gestor Executivo do Programa “Pacto pela Vida”, que visa a redução dos índices de violência do estado.

Anpac prevê criação de mais de 89 mil vagas em 2015

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)

Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   O ano de 2015 começa com altas expectativas sobre quais e quantos concursos serão lançados. De acordo com a Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), 89.311 vagas podem ser abertas. Destas, 36.502 são para esfera nacional, 34.570 de âmbito estadual e 18.239 em municípios. É importante ressaltar que o levantamento divulgado pela associação considera tanto concursos já autorizados, como aqueles que aguardam autorização do Ministério do Planejamento. Você pode conferir o documento completo com a discriminação de órgãos, vagas, cargos e bancas aqui.   Confira abaixo lista com os 25 concursos mais cobiçados para este ano, segundo levantamento do CorreioWeb:   Editais abertos: Banco do Brasil Foram abertas 2.499 vagas para cadastro reserva. De acordo com o edital, o posto é o de escriturário, com salário de R$ 2.227,26. Para participar é exigido nível médio completo. Provas objetiva e redação marcadas para 15 de março.   Petrobras

A estatal abriu 47 vagas imediatas e 2.655 para formação de cadastro reserva. O edital oferece chances para níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 3.095,97 a R$ 8.866,74. Provas objetivas serão no dia 8 março.   Conselho Nacional do Ministério Público O primeiro concurso do órgão oferece 87 vagas para níveis médio e superior. Haverá ainda formação de cadastro reserva. As remunerações variam de R$ 5.007,82 a R$ 8.178,06. As provas serão aplicadas no dia 1º de março.   Secretaria de Segurança Pública do DF (Sesipe) Serão selecionados 1.100 agentes penitenciários, deste total, 200 para provimento imediato e 900 para CR. O vencimento é de R$ 4.745. O posto exige formação em qualquer curso superior. Segundo o edital, a prova objetiva agendada para 19 de abril.

Editais previstos: Câmara dos Deputados Mesa Diretora autorizou concurso para o ano que vem. O número de vagas ainda não foi definido, mas haverá chances para níveis médio e superior, com remunerações entre R$ 11.684,43 e R$ 17.684,43. Edital deve sair somente após fevereiro.   Receita Federal Planejamento afirmou que a previsão orçamentária prevê recursos para contratação de auditores. No entanto, ainda não há definição de número de vagas e data de lançamento do edital   INSS

Foram solicitadas ao Planejamento 4.730 vagas. A seleção vai oferecer oportunidades para técnico do seguro social (2.000), médico perito (1.150) e analista do seguro social (1.580). Os servidores receberão entre R$ 4,8 e R$ 10,8 mil.   Ministério do Planejamento Recém autorizado pela ministra Miriam Blechior, o concurso vai oferece 556 vagas, sendo 22 para a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Edital deve sair até junho. As chances serão para nível superior, mas os salários não foram divulgados.

Ministério das Comunicações A pasta pretende abrir concurso com 187 vagas de níveis médio e superior. Para isso, ainda aguarda autorização do Planejamento. Pedido foi feito em maio deste ano.   Polícia Militar do DF Certame foi autorizado em 2013, mas deve sair só em 2015. Serão oferecidas 204 vagas, sendo 51 imediatas e 153 para CR. Os postos contemplados serão de segundo-tenente dos quadros de oficiais policiais militares e policiais militares capelães.   Secretaria de Fazenda do DF A realização do concurso já foi autorizada e está adiantada. O órgão já está em fase de escolha da banca organizadora. Serão abertas 100 vagas. Definições sobre cadastro reserva, salários e exigências para o cargo serão divulgadas no edital.   Inmet

O órgão vai abrir 242 vagas e também já está em fase de análise para escolher a organizadora. Os cargos, salários e lotação não foram divulgados, mas já se sabe que haverá chances para Brasília.   Polícia Federal A Associação Nacional dos Delegados da corporação anunciou que será aberto concurso com 600 vagas até o final de 2015. As chances serão para escrivão (450) e delegado (150). As remunerações, após a reestrutura da carreira chegam a R$ 17 mil.   Ministério do Trabalho e Emprego O Planejamento ainda analisa o pedido de concurso com 800 vagas feito em maio.

O cargo contemplado será o dia auditor fiscal do trabalho, com remuneração de R$ 15.743,64.

Superior Tribunal de Justiça A assessoria do órgão confirmou que será lançado novo concurso em breve. Não há definição de vagas e cargos, mas as chances deverão ser destinadas a áreas diferentes àquelas abertas no certame realizado em 2012.   IBGE

O instituto solicitou ao Planejamento novas vagas para os postos de técnico, tecnologista e analista. As áreas de atuação e quantidade de oportunidades ainda não foram definidas.   Anac

A agência solicitou, em outubro, abertura de novo concurso público ao Planejamento. Porém, não foram informados número de vagas e áreas de atuação.   ANTT

A agência pretende abrir 670 vagas de níveis médio e superior. O pedido de concurso foi encaminhado em outubro, mas ainda não houve retorno.   Novacap

Autorizado em maio de 2013, o certame deve ficar mesmo para 2015. Serão abertas 379 vagas e cadastro reserva. O Tribunal de Contas do Distrito Federal chegou a multar o secretário de administração por não lançar o concurso.   Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedest) O concurso foi autorizado em fevereiro deste ano. Serão 200 vagas, sendo 100 para especialista (nível superior) e técnico em assistência social (nível médio). Os salários vão de R$ 4.239,20 a R$ 5.789,36.   Agência Nacional de Águas Em agosto, a assessoria da agência informou que o pedido do concurso estava em última instância no Planejamento. Serão abertas 32 vagas para analista, que exige nível superior. O salário é de R$ 11.071,29. Lotação na sede, em Brasília.   Anvisa

Órgão aguarda autorização do Planejamento desde agosto. Serão abertas 120 vagas de nível médio. As oportunidades serão para técnico administrativo, com lotação em Brasília. O salário inicial do posto é de R$ 4.760,18.   Tribunal de Contas da União Autorizado em julho, o certame vai oferecer 30 vagas para os postos de auditor (12) e técnico (18). As vagas serão distribuídas entre o Distrito Federal, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco e São Paulo.   DNIT

O departamento ainda aguarda autorização do Planejamento. A expectativa é de sejam abertas 1.131 vagas, para postos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 3.342,50 a R$ 6.647,41.   Ministério da Cultura Pasta solicitou abertura de 140 vagas de nível superior e 89 de nível médio. Pedido ainda está em análise no Planejamento. As remunerações podem chegar a R$ 6.330,28.

BB deve lançar concurso para Brasília; conheça o perfil do profissional que o banco procura e prepare-se

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Mara Puljiz/CB/D.A Press)

Do CorreioWeb   Com a vigência do último concurso para o Distrito Federal chegando ao fim, cresce a expectativa para a abertura de mais um certame do Banco do Brasil. A última seleção – que além do DF ainda contemplou São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Bahia, Pará e Tocantins – perderá a validade em abril deste ano. Desta forma, um novo concurso é esperado já para o primeiro semestre.   A expectativa para o lançamento do edital é ainda maior, já que, recentemente, o banco abriu 2.499 vagas para outros 14 estados. O cargo é o de escriturário, que exige nível médio de formação e oferece salário de R$ 2.227,26.   Mas, para garantir uma vaga é preciso preparo. São visíveis as mudanças entre os editais dos concursos do BB nos últimos dois anos. Para surpresa de muitos candidatos, por exemplo, a instituição voltou a cobrar a disciplina de língua inglesa nas provas objetivas.   Em 2012 foram cobradas as disciplinas de língua portuguesa, atualidades, matemática e raciocínio lógico, além de conhecimentos gerais de informática, atendimento e conhecimentos bancários. No entanto, o concurso recém lançado traz disciplinas como cultura organizacional, técnica de vendas, domínio produtivo da informática e, a maior novidade, o inglês.   De acordo com o professor de conhecimentos bancários Beto Fernandes, a exigência de conhecimentos específicos, como técnicas de venda e noções de atendimento, está relacionada com o novo perfil de profissional que o banco busca. “Estão fazendo um balanceamento entre um profissional que tenha conhecimentos técnicos, que conheça os produtos, mas que também saiba tratar bem o público e que tenha precisão para atender”, analisa.   Com relação à inclusão da língua inglesa no conteúdo programático, o especialista acredita é uma exigência do perfil internacional do banco, que tem agência em outros países. “Para quem já tem noção de inglês, é mais fácil participar de uma seleção interna e ser deslocado para uma agência no exterior”.   Mesmo com experiência na preparação de alunos para seleções do BB, Fernandes revela que há pontos duvidosos no edital, como a disciplina de atualidades do mercado financeiro. Na última prova, a matéria adotou questões mais específicas de legislação, como a Lei 4.595/64 (que dispõe sobre a política e as instituições monetárias, bancárias e creditícias). “Este assunto está mais relacionado a conhecimentos bancários. Eles poderiam ter abordado a quebra do Banco Panamericano, por exemplo, mas não o fizeram”, relembra. “Assim, abre-se um leque muito grande do que pode ser cobrado, o certo seria se cobrassem o que aconteceu de relevante no âmbito financeiro no Brasil e no mundo nos últimos dois anos”, acrescenta.   Depois de conhecer as principais mudanças no edital, Fernandes separou cinco dicas para quem já sonha com uma vaga no BB:   Tente fazer o concurso para outra cidade Com a inserção de novas disciplinas, não se sabe ao certo o que pode cair nas provas. O ideal é que o concurseiro que espera o lançamento do novo edital faça os exames do concurso aberto em outra cidade. Desta forma terá vantagem quando o novo certame sair, pois terá uma boa base de estudo.   Atenção especial para conhecimentos bancários e atendimento Estas ainda são as duas disciplinas com maior pontuação, então é preciso dar uma atenção especial a elas. Não esqueça: o banco está procurando aquele que tem mais afinidade com a atividade bancária.   Refaça a prova de inglês do concurso de 2001 O edital atual é muito sucinto, não podemos precisar o que será cobrado. É aconselhado que os candidatos refaçam a prova de 2001, que incluiu inglês – o texto dos dois conteúdos é exatamente igual. “Acredito que o objetivo do banco é testar o conhecimento que o candidato adquiriu durante o ensino médio. É provável que eles cobram estruturas simples, verbos e textos técnicos”, prevê Fernandes.  

Edital do BB lançado em 2001 (à esquerda) e o aberto em 2014 (à direita), os dois cobraram língua inglesa (Foto: Reprodução/BB)

Fique por dentro da economia e do mercado financeiro É imprescindível que o concurseiro acompanhe o noticiário de economia e se intere do assunto. Saber quem é o novo ministro da Economia, se sua política econômica é expansionista ou restricionista, são pontos importantes.   Fique de olho na matemática No edital, as disciplinas de matemática básica e matemática financeira não estão explícitas, mas elas estão incluídas em raciocínio lógico-matemático. “Às vezes as pessoas acham que essas matérias não são cobradas nas provas, mas é aí que mora o perigo”, alerta.

Conselho Federal de Administração vai lançar edital neste mês

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Reprodução/CFA)

Lorena Pacheco – Do CorreioWeb   Com lotação em Brasília, o novo concurso do Conselho Federal de Administração (CFA) vai ser lançado ainda neste mês de janeiro. A quantidade de vagas ainda não foi divulgada, mas os cargos serão destinados a todos os níveis de escolaridade.   De acordo com o Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social, banca organizadora da seleção, os salários vão variar entre R$ 1.030,36 e R$ 4.865,10, além de benefícios.   Quem concluiu o nível fundamental poderá disputar as funções de agente de portaria e serviços gerais. Para o nível médio as oportunidades são para os postos de assistente administrativo, programador e técnico em suporte de redes. Graduados, por sua vez, poderão concorrer aos cargos de administrador, analista em arquivologia, analista estatístico, analista jurídico, controlador de finanças e informática nas áreas de análise de sistemas, banco de dados, designer e web designer.

Quadrix fará dois concursos para conselhos regionais

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Do CorreioWeb   O Instituto Quadrix foi escolhido para organizar mais dois novos concursos, um para o Conselho Regional de Psicologia da 14ª Região, em Mato Grosso do Sul, e outro para o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Sergipe. Haverá chances para todos os níveis de escolaridade. Os editais serão publicados em breve.   CRP/MS As oportunidades serão para auxiliar de serviços gerais (nível fundamental), auxiliar administrativo (nível médio) e agente de orientação e fiscalização e assessor técnico em psicologia (nível superior). Os salários variam de R$ 720 a R$ 2.012,25. Os novos servidores serão lotados em Campo Grande.   CRMV/SE Haverá chances para auxiliar administrativo (nível médio) e advogado, agente de fiscalização e contador (nível superior). As remunerações não foram divulgadas. Os aprovados serão lotados em Aracaju.

Aprovados não são convocados devidamente e perdem curso de formação da PMGO

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Lorena Pacheco – Do CorreioWeb   A última convocação de aprovados do concurso da Polícia Militar de Goiás, em setembro de 2014, está provocando faltas no curso de formação de soldados. Isso porque o chamamento só foi feito pelo site da corporação, e muitos não ficaram sabendo que tinham que comparecer ao curso.   A denúncia foi feita pelo Ministério público local, que recomendou à PM uma convocação eficiente dos aprovados (com divulgação no Diário Oficial do estado, em jornal de grande circulação, por telefone e e-mail), e a reposição das aulas perdidas, já que 25% de faltas provoca o desligamento da corporação.   O concurso foi lançado no fim de 2012, com 1.100 vagas para soldados. O salário é de R$ 2.971,95.

CNMP: disciplina de legislação de interesse institucional será prioritária na prova

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

Luciano se prepara para o cargo de técnico administrativo e estuda oito horas por dia

(Foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Do Correio Braziliense   O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) oferece 87 vagas em certame promovido pela Fundação Carlos Chagas (FCC). As oportunidades são para cargos de níveis médio e superior, com salários que variam entre R$ 5.001,82 e R$ 8.178,06. As inscrições vão de 15 de dezembro até 21 de janeiro. As vagas são para técnico administrativo, técnico de segurança institucional (ambos de nível médio) e analista (nível superior nas especialidades direito, arquivologia, comunicação social, contabilidade, engenharia civil, estatística, gestão pública, controle interno, desenvolvimento de sistemas e suporte e infraestrutura). Os interessados podem fazer as provas para os dois níveis de formação em turnos diferentes se desejarem.

O edital publicado em 9 de dezembro oficializou o primeiro concurso do CNMP, órgão autônomo que tem como função fiscalizar as ações do Ministério Público da União (MPU). Antes as vagas disponíveis no órgão eram preenchidas por servidores do MPU. Desde a publicação do edital, Luciano Leal Júnior, 22 anos, tem se dedicado à preparação para a prova. “Estudo para concursos há um ano e comecei a estudar especificamente para este, pois oferece bom salário e número de vagas”, conta. Ele mantém uma grade de estudos em conjunto com um colega e estuda durante oito horas diariamente. Luciano se diz confiante e aposta nos cursos on-line. “Como é o primeiro concurso do tipo, vou ter que me dedicar mais a exercícios por não existirem provas anteriores para me basear. Mas não é impossível: videoaulas e apostilas ajudam”, diz.

Segundo Ricardo Gomes, professor de legislação interna do CNMP no Ponto dos Concursos, é necessário dedicar mais tempo e atenção para as disciplinas específicas. “A matéria de legislação de interesse institucional, certamente, exigirá esforço adicional. Apesar de este ser o primeiro concurso do tipo, o edital prevê cinco questões sobre o tema. Por isso, o estudo de temas como composição, competência e organização do conselho, bem como os direitos e vantagens e regime disciplinar dos servidores públicos civis da União deve ser visto como prioritário.”

A prova

As provas objetivas de todos os cargos serão compostas por 20 questões de conhecimentos gerais, sobre língua portuguesa (10), legislação de interesse institucional (5) e raciocínio lógico (5), além de 40 questões de conhecimentos específicos que variam para cada especialiade. Os interessados nos cargos de técnico administrativo e analista passarão ainda por prova discursiva, que pode ser uma questão dissertativa (no caso de analista com especialização em direito) ou redação (no caso de técnico adminstrativo e todos as outras especialidades de analista). Para técnico de segurança institucional, não é cobrada prova dissertativa, mas os candidatos passarão por teste de aptidão física.

“Para as questões discursivas, serão cobrados temas relacionados às especificidades da área. Para o cargo de analista jurídico, por exemplo, o tema derivará dos conhecimentos específicos do direito, previstos em edital para o referido cargo, como licitações e contratos (dentro do direito administrativo), direito civil e constitucional. A novidade, neste caso, está no fato de que, desta vez, a FCC promete juntar diferentes assuntos do direito ao questionar o conhecimento do candidato”, explica a professora de português e redação do Ponto dos Concursos Júnia Andrade.

A banca

Quem está acostumado ao método de avaliação do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) pode enfrentar dificuldades de adaptação à banca do concurso, como explica Gustavo Escatolino, professor de direito administrativo do IMP Concursos. “A Fundação Carlos Chagas costuma utilizar muita questão de ‘lei seca’, ou seja, itens em que é preciso saber o texto exato da lei. O candidato também deve fazer uma leitura atenta do edital, pois serão cobradas partes específicas de certas matérias e não o conteúdo completo. É importante pegar provas anteriores da FCC para aprender a fazer questões da banca”, orienta.

Como o edital exige prova dissertativa, exceto para o cargo de técnico de segurança institucional, é preciso dar atenção a esse ponto. Grazy Souza, professora de língua portuguesa e redação do IMP Concursos, dá dicas para se preparar. “O candidato tem, primeiramente, de conhecer o estilo das questões. A FCC é mais normativa do que o Cespe. Na parte de língua portuguesa, a banca cobra assuntos pontuais, como interpretação e compreensão de textos”, analisa. “Na parte de gramática, podem ser cobrados tempo e modo verbal, correlação verbal, vozes verbais, mesmo tipo de complemento (regência) e concordância verbal, crase, uso dos pronomes oblíquos átonos no processo de coesão e coerência textuais e a colocação deles na frase, uso dos pronomes relativos — que, quem, qual, onde e cujo —, pontuação dos termos da oração, reescritura de frases e confronto de frases corretas.”

O que diz o edital

Concurso público do  Conselho Nacional do Ministério Público Inscrições: de 15 de dezembro até 21 de janeiro no site www.concursosfcc.com.brTaxa de inscrição: R$ 54,97 (nível médio) e R$ 70,97 (nível superior)Salários: R$ 5.001,82 para técnico administrativo, R$ 5.996,28 para técnico de segurança institucional e R$ 8.178,06 para analista (todas as áreas)Número de vagas: 87 e formação de cadastro reserva Provas: 1º de março de 2015

Confira lista de concursos previstos para 2013

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Larissa Domingues – Do CorreioWeb   Choveram editais no ano de 2012. Vários órgãos de abrangência nacional deram o start para a efetivação de novos servidores nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Será que 2013 promete boas oportunidades aos concurseiros? Confira a lista com alguns dos certames previstos para o próximo ano:   Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) Número de vagas: 360 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: técnico e analista Salários: de R$ 2.034,01 a R$ 4.525,13 Organizadora: Cespe/UnB Previsão de edital: janeiro de 2013   Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) Número de vagas: 110 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: técnico e analista judiciário Salários: de R$ 2.662,06 a R$ 4.367,68 Organizadora: Cespe/UnB Previsão de edital: início de 2013   Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Número de vagas: 82 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: analista e técnico administrativos, e especialista e técnico em regulação Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: até junho de 2013   Telebrás Número de vagas: imediatas e cadastro reserva Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: não informados Salários: de R$ 2.196,22 a R$ 5.825,11 Organizadora: Cespe/UnB Previsão de edital: até junho de 2013   Departamento Penitenciário Nacional (Depen) Número de vagas: 125 Escolaridade: nível superior Cargos: engenheiro, analista técnico administrativo, administrador, economista e contador Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: até junho de 2013   Conselho Superior da Justiça do Trabalho Número de vagas: 44 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: analista e técnico judiciário Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: não definida   Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Número de vagas: 165 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: especialista em regulação e vigilância sanitária, analista administrativo, técnico em regulação e vigilância sanitária e técnico administrativo Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: até junho de 2013   Ministério do Planejamento (MP) Número de vagas: 70 temporárias Escolaridade: nível superior Cargos: para atuação em atividades técnicas de complexidade gerencial e intelectual Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: não definida   Agência Nacional do Cinema (Ancine) Número de vagas: 80 temporárias Escolaridade: nível superior Cargos: atividades técnicas de complexidade intelectual, gerencial, de tecnologia da informação e de engenharia sênior Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: não definida   Ministério das Cidades Número de vagas: 130 Escolaridade: níveis médio e superior Cargos: analista técnico administrativo, economista, estatístico, contador, arquivista e técnico em comunicação social, entre outros Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: até maio de 2013   Ministério das Comunicações Número de vagas: 120 temporárias Escolaridade: nível superior Cargos: atividades técnicas de complexidade gerencial; atividades técnicas de tecnologia da informação; atividades técnicas de complexidade intelectual; e atividades técnicas de suporte Salários: não informados Organizadora: não definida Previsão de edital: não definida   Para checar mais seleções previstas para o ano que vem, acesse o site Concursos.