Golf Variant Highline: uma perua de respeito

Publicado em Avaliação
O Jornalismo é a atividade de lidar com notícias, de divulgar informações com imparcialidade. Esse é o ponto alto da profissão. Ser isento, não se envolver com os fatos. Estou falando de uma das primeiras lições que a gente aprende, quando senta numa cadeira de faculdade.
No entanto, todavia, hoje, eu assumo. Deixarei essa história de lado. Ainda mais porque o assunto é o carro mais aguardado, na garagem do Vrum, nos últimos meses: o Golf Variant – um dos últimos sobreviventes na família das peruas, no Brasil. A baixa nas vendas desse tipo de veículo é toda culpa dos SUVs que, cada vez mais, engolem o mercado. Uma pena!
Equipado com um motor 1.4 Tsi (turbo) de 150 cavalos e 25.5 kgfm de torque, o Golf Variant pode de sair de fábrica com teto panorâmico, rodas esportivas, bancos em couro e até Controle de Cruzeiro Adaptativo – sistema que freia e acelera o carro, dependendo do trânsito.
Ah, como o espaço é uma das principais justificativas das pessoas para surfarem na onda dos SUVs, tem mais uma razão para procurarem outro argumento. O porta-malas do Golf Variant conta com 605 litros. Capacidade que, ainda, pode aumentar para 1.620 litros com os bancos traseiros rebatidos.
Quer saber tudo sobre o carro vendido a partir R$ 102.990 ? Assista ao nosso vídeo e não se esqueça: Save The Wagons!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*