Bank of America vê Selic a 5,50%. Aumenta pressão sobre Banco Central

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

Ainda que o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirme que a taxa básica de juros (Selic), de 6,50% ao ano, esteja em um nível adequado para estimular a atividade econômica, a pressão sobre a instituição vai aumentar.   Com base em relatórios de bancos — nesta quinta-feira (16/05), foi a vez de o Bank of America anunciar que […]

Projeções para a inflação de abril disparam

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

Depois do resultado da inflação de março, que atingiu 0,75%, os especialistas revisaram para cima as estimativas para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril.   Pelos cálculos do economista-chefe da Ativa Corretora, Carlos Thadeu Filho, em vez de 0,39%, a inflação de abril será de 0,52%. São vários os fatores que, segundo ele, justificam esse aumento. […]

Tesouro conclui emissão de US$ 1,5 bilhão de títulos soberanos nos EUA

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

ROSANA HESSEL O Tesouro Nacional concluiu a primeira emissão de títulos soberanos no mercado norte-americano desde outubro 2017 com o objetivo de aproveitar a sinalização do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), que deve manter as suas taxas de juros por um período mais prolongado. Foram emitidos nesta quinta-feira (21/03) US$ 1,5 bilhão em papeis Global 2029, com […]

Copom decide manter taxa Selic em 6,5% ao ano pela 8ª vez consecutiva

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

HAMILTON FERRARI Na primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) sendo comandado pelo novo presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, a diretoria decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 6,5% ao ano. Esta foi o oitavo encontro consecutivo que a autoridade monetária decidiu segurar os juros. A decisão vai de acordo com a expectativa do mercado. […]

Brasil ocupa sétima posição no ranking de juros reais mais altos

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

HAMILTON FERRARI O Brasil ocupa a sétima posição na lista dos maiores países com juros reais, ficando atrás de nações como Argentina, Turquia, Rússia e Índia. O levantamento faz parte do Ranking Mundial de Juros Reais, feito pela Infinity Asset Management. Nesta quarta-feira (20/3), o Comitê de Política Monetária (Copom) deve manter a taxa Selic em 6,5% ao ano. Os […]

Há um ano em 6,5%, Selic não foi suficiente para aquecer economia

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

HAMILTON FERRARI Nesta semana, a taxa Selic completará um ano em que está no menor nível da história, em 6,5% ao ano. Apesar deste patamar, os juros estimulantes não foram suficientes para aquecer a economia como o esperado. Nesta quarta-feira (19/3), o Comitê de Política Monetária (Copom) deverá manter o índice no mesmo patamar pela oitava reunião consecutiva. Será a […]

Com dúvidas sobre Previdência e cenário externo, dólar encosta nos R$ 3,90

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

GABRIEL PONTE Em um dia marcado por dúvidas sobre o andamento da reforma da Previdência e pelas falas do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, acerca da política monetária na Zona do Euro, o dólar atingiu a maior cotação do ano, encerrando os negócios a R$ 3,887 para venda, em alta de 1,38%. É o maior valor da […]

Banco Central decide manter taxa Selic em 6,5% ao ano

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

HAMILTON FERRARI Na primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de 2019, e possivelmente a última com o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, no comando, a autoridade monetária decidiu manter a taxa Selic em 6,5% ao ano. Os juros estão no mesmo patamar desde março de 2018, ou seja, oito reuniões consecutivas.   Segundo o comunicado do […]

Economistas acreditam que taxa Selic pode terminar 2019 em 7,5% ao ano

Publicado em Deixe um comentárioEconomia

HAMILTON FERRARI Os economistas estão diminuindo suas projeções para a taxa Selic de 2019. A mediana das expectativas do mercado está atualmente em 8% ao ano, mas alguns analistas avaliam que os juros podem terminar o próximo ano abaixo disso, entre 7,5% e 7,75%.   Um deles é o economista-chefe do Banco ABC Brasil, Luís Otávio de Souza Leal. Ele […]