União venderá participações acionárias na Terracap e na Novacap

Publicado em 3 ComentáriosSem categoria

POR PAULO SILVA PINTO E ANTÔNIO TEMÓTEO   Na ânsia de fazer caixa para cobrir um rombo que passa de R$ 100 bilhões, o governo federal vai vender participações acionárias em empresas consideradas não estratégicas. Entre elas estão a Novacap e a Terracap, nas quais detém, respectivamente, 43,88% e 49% do capital. Essas participações acionárias podem render entre R$ 200 […]

Rombo nas contas públicas deste ano será maior do que R$ 100 bi

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

O rombo nas contas públicas deste ano será superior a R$ 100 bilhões. Para isso, o governo terá que mudar novamente a meta fiscal. Há um projeto no Congresso encaminhado pela administração de Dilma Rousseff pedindo a revisão da meta de superavit de R$ 24 bilhões para deficit de R$ 96,6 bilhões. Esse projeto tem que ser votado até o […]

Previdência perde o social e é desmembrada por dois ministérios

Publicado em 1 ComentárioSem categoria

POR ANTONIO TEMÓTEO   Em uma edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU), publicada ontem, o presidente em exercício, Michel Temer, fez uma série de mudanças nos órgãos que compunham a Previdência Social, por meio da Medida Provisória nº 726. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com seus mais de 40 mil funcionários, foi transferido do Ministério do […]

Benefício da dúvida

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

A situação está tão ruim, que qualquer sinal de melhora na economia dará fôlego à equipe de Michel Temer para manejar as ansiedades dos agentes econômicos. O primeiro discurso do presidente em exercício foi considerado correto, mas não gerou euforia. Muito pelo contrário. Por enquanto, empresários e investidores preferem dizer que estão dando o benefício da dúvida ao novo governo. […]

Jucá diz que pode rever acordos salariais firmados com sete carreiras, entre elas, a PF

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

POR ANTONIO TEMÓTEO   As sete categorias de servidores públicos federais que fecharam acordos salariais no apagar das luzes do governo Dilma Rousseff não têm garantia de que terão aumento nos contracheques. O ministro do Planejamento, Romero Jucá, diz que todas as propostas serão analisadas por sua equipe para ver se há base para os aumentos. Estão na lista delegados […]

Acordos com servidores são fechados no apagar das luzes do governo Dilma. Agora, é com Temer

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

POR HAMILTON FERRARI E MARLLA SABINO   Os servidores públicos que não assinaram acordos salariais até o envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) ao Congresso ficaram nas mãos do presidente em exercício, Michel Temer, independentemente do avanço nas negociações das últimas horas. Ontem, uma reunião foi convocada pela Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho (SEGRT) do […]

EMISSÁRIOS DE TEMER AMANHECEM EM MINISTÉRIOS PARA MAPEAR CARGOS

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Pessoas indicadas pelo presidente em exercício Michel Temer praticamente amanheceram hoje nos ministérios para mapear quantos cargos comissionados cada pasta tem.   Os emissários de Temer se reuniram com secretários que ainda permanecem nos cargos para cobrar um levantamento dos postos que podem ser usados na redistribuição do governo.   O clima nos ministérios é de tensão. Há pessoas que […]

REDESENHO DA ESPLANADA. BNDES DEVE FICAR COM JUCÁ

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

POR PAULO SILVA PINTO   Romero Jucá assume hoje o Ministério do Planejamento fortalecido. Ele ficará com o D de Desenvolvimento que estava sob o guarda-chuva do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic). Com isso, Jucá abrigará o Banco Nacional de Desenvolvimento e Social (BNDES), que foi usado como instrumento de políticas desastrosas por Lula e Dilma.   Além […]

OU VAI OU RACHA

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

É duro dizer, mas a presidente Dilma Rousseff já virou passado. Com a decisão do Senado de afastá-la do cargo, todas as atenções se voltam, agora, para Michel Temer, que terá a obrigação de tirar o Brasil do atoleiro. Ao chegar ao comando do governo por meio de um traumático processo de impeachment da chefe do Executivo, ele não poderá […]