Dívida assustadora

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

POR PAULO SILVA PINTO   A observação desatenta dos números da dívida pública apresentados ontem pelo Tesouro Nacional poderia dar motivos para comemorar. Afinal, houve redução de 3% do montante de obrigações em abril em relação a março, para R$ 2,799 trilhões. O problema é que isso faz parte de um quadro assustador. E, quando se olham as cenas anteriores, então, […]

PIB do primeiro trimestre caiu 6,1% ante o mesmo período de 2015

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

A equipe de economistas do Itaú Unibanco, que era chefiada por Ilan Goldfajn, futuro presidente do Banco Central, fez as contas e prevê um tombo considerável do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre do ano. Em relação aos últimos três meses de 2015, a retração foi de 0,8%. Ante o primeiro trimestre do ano passado, a queda chegou a […]

Cultura de ministérios

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

POR PAULO SILVA PINTO   Ainda vamos dedicar muito do nosso suor cotidiano para sustentar o Estado brasileiro. Não apenas os serviços públicos, que consomem uma fração do dinheiro dos impostos, mas, sobretudo, a paquidérmica burocracia, que só cresceu na história recente.   A responsabilidade disso é de todos nós, brasileiros, que enxergamos no governo o melhor refúgio que existe. […]

O peso da Lava-Jato

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

A Operação Lava-Jato pode se tornar um problemão para o governo de Michel Temer e pôr em risco o pacote fiscal que visa a resgatar o crescimento econômico. A queda de Romero Jucá, que foi apeado do Ministério do Planejamento acusado de tramar contra as investigações de corrupção na Petrobras, explicitou que outros ministros podem ser atingidos por denúncias semelhantes, […]

Paulo Rogério Caffarelli será presidente do Banco do Brasil

Publicado em 1 ComentárioSem categoria

Se, para a presidência da Caixa Econômica Federal, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, teve que sancionar um nome político, o de Gilberto Occhi, indicado pelo PP, para o comando do Banco do Brasil prevaleceu sua vontade. O maior banco do país será presidido por Paulo Rogério Caffarelli, que foi secretario executivo do Ministério da Fazenda durante a gestão de […]

Occhi, do PP, será o presidente da Caixa

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Em busca de apoio no Congresso para aprovar as medidas fiscais, o presidente interino, Michel Temer, fechou com o PP e Gilberto Occhi, que foi ministro das Cidades e da Integração Nacional no governo de Dilma Rousseff, será o presidente da Caixa Econômica Federal, em substituição a Míriam Belchior, que foi demitida hoje.   Havia uma pressão do ministro da […]

Em 12 meses, país já fechou 1,825 milhão de empregos formais

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

CÉLIA PERRONE   O desemprego não dá trégua. Em abril, foram fechadas 62.844 vagas formais no país, número inferior ao do mesmo mês do ano passado, mas extremamente alto para o histórico dos últimos anos.   Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o comércio liderou o desemprego no mês passado, fechando 30,5 mil postos, seguido pela construção […]

Enfim, Míriam Belchior é demitida da presidência da Caixa

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Demorou, mas o presidente interino, Michel Temer, demitiu hoje Míriam Belchior da presidência da Caixa Econômica Federal. A exoneração da petista foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira. Havia uma grande expectativa quanto à decisão do peemedebista de mudar o comando da instituição, que vem apresentando péssimos resultados e pode exigir capitalização por parte do Tesouro Nacional. […]

Temer vetou parte das medidas econômicas para evitar desgaste maior

Publicado em 2 ComentáriosSem categoria

Se dependesse da equipe econômica, o pacote anunciado ontem pelo presidente interino, Michel Temer, teria sido muito mais duro. Em negociação com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o chefe do Executivo mandou retirar várias das propostas preparadas pelos técnicos, alegando que não havia clima político para levá-las adiante. Estavam no projeto inicial aumento de impostos e reajuste real zero […]