Pri Dantas criadora de conteudo influenciadora digital empoderadora instagram tecnoveste

Pri Dantas: criadora de conteúdo, influenciadora digital, empoderadora

Publicado em Empreendedorismo

Youtubers são produtores de conteúdo em vídeo que contam suas histórias por meio de imagens em movimento. Blogueiras são criadoras de conteúdo para ser consumido em formato de texto. Instagrammers são pessoas com bom gosto que criam uma base de seguidores a partir das imagens que escolhem para representar seu dia.

Pri Dantas é uma paraibana, nascida em Picuí, que conseguiu reunir mais de 25 mil seguidores em torno das suas mais de 600 publicações. Quando ainda criança mudou-se para João Pessoa, talvez não imaginava que sua infância feliz e cheia de atividades serviria como base para a formação de um caráter e de uma personalidade que inspirasse tantas pessoas.

Pri é exemplo quando se trata de estilo e de autoafirmação do gênero feminino da sociedade contemporânea. Seu perfil no Instagram é apenas um reflexo das sua vida: intensa, alegre e comunicativa. Pri Dantas é policial federal e tem uma carreira sólida como influenciadora digital, que lhe permite viajar e conhecer pessoal que lhe agregam conhecimento e novas experiências.


Conheça um pouco mais desta amiga do Tecnoveste:

1. O Distrito Federal é um local onde há muitas famílias do nordeste, mas nós sabemos que o clima e as cidades daquela região são muito diferentes daqui. Conta pra gente como foi infância na Paraíba?

Minha infância foi muito boa. Tenho duas irmãs, uma um ano e meio mais nova que eu e a outra um ano e meio mais velha. As idades aproximadas permitiam que a gente brincasse muito. Tive uma infância muito feliz.
2. Quando percebeu que havia potencial para transformar suas redes sociais em um negócio?
Na verdade não encaro minhas redes sociais como negócio ainda. Apenas gosto de indicar os lugares, looks e experiências que tenho. Como moro sozinha em Brasília e minha família mora toda em João Pessoa, acaba sendo bom poder compartilhar minhas dicas com mais pessoas.
3. Marcas como a ZincKeune, Kesla e La Tamboile já acreditaram na sua força como influenciadora digital, mas quando foi que realmente você começou a perceber um retorno de pesquisa e seleção de produtos e serviços de qualidade para suas seguidoras? 
Em agosto de 2015, quando comecei a postar dicas de looks e de restaurantes em Brasília.
4. Quem são as pessoas que gostam de acompanhar o conteúdo que você produz?
90% dos meus seguidores são mulheres, a faixa etária está mais concentrada entre 18 e 40 anos de idade. Tenho muitos seguidores de Brasília, São Paulo, João Pessoa e Goiânia (nesta ordem).
5. Como esse trabalho que você desenvolve é percebido pelo seu público?
Acho que o que meus seguidores podem tirar do meu Instagram são dicas legais e de vez em quando um pouco de humor.
6. O seu contato de influenciadora resume-se a tirar fotos bonitas e postar no instagram ou envolve, também, uma relação mais próxima com o seu público?
Sempre respondo meus directs e e-mails. Já conheci alguns em eventos e adoro trocar ideias pessoalmente ou no mundo virtual.
7. Então, você leva para vida real as dicas que publica no Insta, certo? Seu público fala com você quanto te encontra pelas ruas de Brasília? Como as pessoas mais próximas de você, como seu namorado e amigos, recebem esse carinho do público direcionado a você?
Não sou muito reconhecida nos lugares porque não sou muito conhecida ainda. Mas já aconteceu algumas vezes. Uma no aeroporto com minha família, eles acharam bem interessante, outra vez foi com meu namorado na fila de um show, ele ficou sem entender muito. Ele não é muito do mundo digital, não tem Instagram e mal usa o Facebook, então ele fica um pouco por fora de tudo que acontece. Acho que ele se incomoda um pouco com a exposição, mas nada que interfira no nosso relacionamento ou nas minhas redes sociais.
8. Você participou do Encontro de Youtubers na SnapShop do Pier 21 e foi muito bem recebida pelos outros produtores de conteúdo que estavam no ecento. Como foi para você participar dessa experiência e porque esse tipo de iniciativa é importante?
Conheci muita gente legal e bati papo. Brasília tem um mercado muito bom, mas acho que essa área de influenciadores digitais ainda tem muito a crescer.