Resposta da Geap sobre aumento nas mensalidades dos planos de saúde

Publicado em Servidor

A operadora de atende a maioria dos servidores públicos federais nega a versão de que está sendo articulado entre  a empresa e a ANS um reajuste de 61%, para 2018.

Veja a nota:

“A Geap Autogestão em Saúde nega, com veemência, que tenha decidido sobre a previsão do percentual de reajuste do custeio de seus planos, para 2018.

A Operadora informa, ainda, que as decisões sobre reajuste de valores são tomadas com base em uma série de fatores, entre eles:

  • Aumento do Rol de procedimentos a serem cobertos, por determinação da ANS;
  • Inflação médica, que é bem superior ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA);
  • Projeção de despesa e receita para o ano de 2018.

A Geap reforça seu compromisso com os milhares de beneficiários presentes em todo o País e afirma que não tomará nenhuma decisão que possa prejudicá-los.”

  • José Cláudio de Oliveira Filho

    O que é isto??? Inflação médica.??? Isto tem um nome, cretinice. Esta tal inflação é coisa de dejetos. Deve ser bem apurado pela Receita Federal, se estes serviços não tem superfaturamento e quem está recebendo a mais sem declarar.