Carnes exóticas foram o tema da primeira prova do MasterChef
masterchef3 Carnes exóticas foram o tema da primeira prova do MasterChef

Paola Carosella tem dia de estrela no MasterChef

Publicado em Reality show

A chef argentina Paola Carosella acabou chamando mais a atenção do que os participantes do MasterChef na edição desta terça (1/5). Inspirada, ela soltou pérolas ácidas e ainda deu um susto nos colegas. Saiba como foi!

Nada como um dia após o outro. Um episódio depois de ter sido criticado por alguns colegas, o representante de Brasília pôde dar o troco na primeira prova do MasterChef Brasil desta terça (1/5). Isso porque os competidores tinham que preparar um prato com carnes exóticas e Vinícius, por ter sido o vencedor de uma das provas no programa anterior, escolheu quem iria cozinhar o quê.

O representante de Brasília tinha à disposição cortes como rã, foie gras, moela de pato, fígado de cordeiro, stinco de javali, sobrecoxa de coelho, língua de porco, bochecha de boi, entre outros, e pratos com as fotos dos concorrentes. Aí era só distribuir. Para ele mesmo, ficou foie gras. “Cozinha mais rápido. Eu nunca fiz, mas estudei bastante para o dia que tivesse uma prova com essa proteína”, disse Vinícius.

A estratégia do rapaz era clara: dar cortes mais fáceis a quem ele gosta e não facilitar a vida de quem ele não é amigo. Assim, Ana Luíza levou stinco de javali e Clarisse ficou com moela de pato. Será a vingança um prato que se come frio?

“Eu nunca comeria paca se pudesse escolher”, afirmou Paola Carosella, que estava em noite inspirada.  Em seguida, a apresentadora Ana Paula Padrão perguntou a Paola o que ela faria, caso estivesse disputando a prova. “Eu cozinharia qualquer uma dessas carnes”, disparou a jurada.

No momento da contagem regressiva, Paola deu um grito, desesperada, achando que o tempo seria insuficiente. Valeu pelo susto que Ana Paula Padrão, Henrique Fogaça e Erick Jacquin levaram com a ação da colega!

Na hora das avaliações, Thiago (língua), Eliane (avestruz) e o próprio Vinícius foram os destaques positivos, prova de que a estratégia do goiano radicado em Brasília deu certo. Ainda mais porque Clarisse esteve, ao lado de Victor Hugo (barriga), entre os piores. “Sua polenta não deu certo, Clarisse. Se não deu certo, por que colocou no prato?”, disse Paola. “Isso aqui parece um filme de Sexta-feira 13, o assassinato do pato”, completou Jacquin.

Vinícius com a mão na massa na primeira prova do MasterChef desta terça
Vinícius com a mão na massa na primeira prova do MasterChef desta terça

Saiba como foi a eliminação do MasterChef desta terça

Depois de passar por essa difícil prova, os amadores do MasterChef tinham pela frente outro desafio para se manter no reality: receitas que remetam ao Oriente Médio.

Mas a dificuldade não para por aí. A prova foi disputada em duplas. Tensão em dobro — será que sairão dois cozinheiros? Por serem os piores da prova anterior, Clarisse e Victor Hugo formaram uma dupla, penalizada com 10 minutos a menos na disputa. As outras duplas foram formadas por Eliane, vencedora da prova anterior: Aristeu e Rita; Hugo e Ana Luiza; Maria Antônia e Katleen; e Padre Evandro e Rui. Pode piorar? Pode! Eles cozinharam em dupla, mas não juntos. Em uma espécie de revezamento, a cada 10 minutos um integrante da dupla pilota o fogão.

Foi engraçado ver Maria Antônia e Katleen numa guerra de egos e gênios e Rita mandando em Aristeu a cada ação do rapaz. Bonito foi ver a relação de Evandro e Rui, única dupla a se divertir na prova. “O cordeiro de vocês poderia ser servido num restaurante”, disse Paola a Evandro e Rui, dupla vencedora da prova.

Hugo e Ana Luíza foram os que se saíram pior e, para decidir quem sairia do MasterChef, houve mais uma prova. Desta vez, os dois amigos tiveram que cozinhar uma receita com carne moída que remetesse ao oriente. “A gente é muito amigo. Essa disputa foi a pior notícia do dia”, disse o rapaz. “Gosto muito dele, mas estou focada. Quero ganhar”, afirmou ela. Amigos, amigos…

A receita escolhida pelos dois foi a mesma: uma massa filo recheada com carne temperada com muitas especiarias. Mas Ana Luiza se confundiu no mercado e pegou massa folhada no lugar da filo. “A receita dela não vai chegar desse jeito”, decretou Paola. Vendo o desespero da amiga, Hugo dividiu a massa com ela. Será que ela faria o mesmo por ele?

Na avaliação, Hugo parecia que não ia parar de falar nunca o nome dos temperos que ele usou ali. Já Ana Luiza, abusou do limão e, segundo Paola, “exagerou na acidez”. O erro foi fatal e numa decisão que dividiu 0s jurados — Fogaça não concordou, mas Paola emendou: “nós somos dois!” –, Ana Luiza deixou a competição. Ponto para Vinícius, que se mostrou um excelente jogador.