Carlos Reinis/Band
MasterChef Brasil Carlos Reinis/Band

Masterchef Brasil: a verdade nua e crua

Publicado em Reality show

MasterChef é uma competição, um jogo. E a primeira prova em grupo deste ano veio nos lembrar disso. Eu digo isso porque ao longo da temporada nós costumamos nos perder nos dramas pessoais, nas piadas, nas hashtags, na disputa entre participantes amigos… Mas o reality é sério, principalmente para os cozinheiros que estão no estúdio disputando um prêmio que pode mudar suas vidas. Essa é a realidade fria, que normalmente os participantes só compreendem na reta final do programa, mas não desta vez…

Leonardo, que até agora tinha dominado todas as provas de que tinha participado, mostrou que está cheio de estratégias, e não vai facilitar para ninguém. O momento mais polêmico ocorreu durante a prova em grupo, em uma vinícola do Rio Grande do Sul. Eles deveriam criar um cardápio completo para harmonizar com três vinhos selecionados: Burt 130 (Casa Valduga), Reserva Merlot (Vinícola Aurora) e o espumante Aquarela (Casa Perini).

 

Carlos Reinis/Band
Carlos Reinis/Band

Os dois grupos precisavam de tomates e polenta para realizar seus pratos, e a equipe azul foi fria, rápida e calculista. Os participantes, comandados por Leo, pegaram todos os ingredientes e não deixaram nada para os colegas que estavam no outro time. Mas mesmo tendo que reformular o cardápio, os aventais vermelhos foram os vencedores da prova.

Antes da prova de eliminação, mais uma vez fomos lembrados de que tudo isso não passa de um jogo, e não importam as amizades ou apenas quem faz os melhores pratos, mas também quem sabe tomar as decisões ceras. Leonardo parece ter isso bem claro na sua mente, e quando teve a oportunidade de se salvar ou salvar dois participantes do seu grupo de participar da eliminatória, decidiu tirar dois membros do time da prova.

A escolha foi feita usando critérios estratégicos. Ele resolveu que cozinheiros fortes poderiam ser bom aliados na competição, e mandou para o mezanino Mirian e Caroline.

Eliminação

Como adiantamos na semana passada, o tema da prova foi o arancini, um bolinho italiano de risoto, que deixou muita gente no sufoco. Apesar de ninguém ter sido muito bom, como Paola deixou bem claro, quem levou a melhor nessa foi Valter, que apresentou um bolinho de camarão. Yuko também se destacou com uma receita com curry (olha o gostinho da Tailândia aí de novo! Mas dessa vez, foi por um acaso. Na realidade, ela queria usar açafrão para dar cor ao prato). Quem ficou para trás foi Luciana, apesar de Deborah também ter se enrolado na receita.

Na semana que vem…

A prova da caixa misteriosa, mais uma vez, tem pegadinha. Os concorrentes vão encontrar ingredientes completamente personalizados para o tipo de cozinha de cada um, mas não podia ser fácil assim, não é mesmo? Eles vão trocar as caixas em um sorteio, e ter que adaptar as receitas. A prova de eliminação também vai ser um grande desafio: sobremesa sem açúcar. Já pensou o que vai sair?

Pensamentos aleatórios dessa semana:

“O cardápio estava muito bom? Entrada: farinha. Prato principal: farinha. Sobremesa: farinha. Bem bom, né?”… Paola rigorosa e sincera continua calando todo mundo.

Dessa vez Leonardo não ficou entre os destaques, mas mostrou um super jeitinho brasileiro “disfarçando” o bolinho esfarelento com um molho.

O melhor momento do programa foi Yuko tentando falar ‘arancini’, ou Caroline fazendo a dança do pombo?