Programa distribui 3,6 milhões de livros infantis para público em geral, além de 600 mil kits para escolas públicas em 2019

Publicado em Sem categoria

Ao longo de 2019, o programa Leia Para Uma Criança 2019 distribuirá 3,6 milhões de livros infantis gratuitos para pessoas físicas, além de 600 mil kits para escolas públicas de regiões vulneráveis. Em 2018, o total de obras enviadas para quem se cadastrou no site individualmente foi o mesmo: 3,6 milhões. O total de kits para colégios de locais carentes é que aumentou: este ano, são 400 mil a mais.

A iniciativa é organizado pelo Itaú-Unibanco e pelo Itaú Social. Os livros infantis do Leia Para Uma Criança são selecionados por meio de edital: as obras passam por curadoria de especialistas em literatura infantil, organizações da sociedade civil (OSCs), secretarias de educação, cultura e assistência social, bem como voluntários, adultos e crianças de diversas regiões do país. Este ano, estão sendo distribuídos 400 mil kits a mais do que no ano passado.

Desde a criação do programa, mais de 54 milhões de livros impressos foram distribuídos, incluindo edições em braile e letra expandida. Embora o estoque deste ano tenha acabado, interessados ainda podem acessar 13 livros digitais no site.

Conheça os livros da coleção 2019

Leo e a Baleia

Leo e seu pai vivem em uma casa perto do mar. Todos os dias, o pai de Leo sai cedo para trabalhar como pescador, e o menino passa o dia na companhia de seus gatinhos. Certa manhã, após forte tempestade, Leo encontra uma baleia na areia da praia e a leva para casa, pensando em ter uma companhia para ouvir suas histórias (a baleia é ótima ouvinte). Ele tenta manter a nova amiga em segredo, mas o plano não dura muito tempo, porque seu pai a encontra escondida na banheira. O gesto de Leo muda a vida dos dois, que se unem para levar a baleia de volta para o mar. Uma emocionante história sobre amizade.

O Tupi que você fala

O livro apresenta às crianças o lado curumim de cada um de nós, ao revelar a influência indígena nas palavras que usamos em nosso dia a dia, como guri, pipoca, saci, guaraná, abacaxi, entre outras. As palavras de origem indígena fazem parte do nosso cotidiano, e com o livro as crianças descobrirão que vários alimentos, animais e plantas têm nomes dados pelos índios, de forma divertida e aguçando a curiosidade dos pequenos a descobrir a origem das palavras.

Quer se formar em mediação de leitura?

A formação de mediação de leitura Infâncias e leituras, promovida on-line pelo Itaú Social, está com inscrições abertas para uma nova turma. Para se inscrever gratuitamente, basta acessar o link.