Folia na capital

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

O presidente Juscelino Kubistchek tinha acabado de completar um ano no Palácio do Catete quando pipocou o primeiro protesto musical contra a transferência da capital para o meio do país. Gravada dia 30 de agosto de 1956 e lançada em novembro pela RCA Victor, a marchinha Nova Capital foi a aposta de Linda Batista para o carnaval. Os autores, Aldaci […]

Licença para pecar

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

O carnaval vive um paradoxo. Já faz alguns anos que a folia nas ruas, o que antigamente se chamava de bloco de sujos, voltou com força, mas além de uma violência incomum para um período festivo e de suposta alegria e descontração, a música não se renova; são as velhas (e boas) marchinhas de sempre que embalam os foliões. Mas […]

Estante subversiva

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Ando preocupado com nosso amigo Jorge Brito. Temo que, livreiro e sempre com um desses artefatos de papel nas mãos, ele venha a ser confundido com terrorista, ainda mais depois que Rondônia divulgou uma lista de livros incômodos, na mira para serem proibidos na rede de ensino. É assunto já velho, mas preocupante. Mais um pouco, vão exigir porte de […]

Pulando de cara feia

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Era para ser três dias de folia e brincadeira, como se cantava na marchinha, mas parece que o mau humor tomou conta até do carnaval. O que antes misturava lirismo, deboche, crítica e até esculacho, virou panfleto. E panfleto é chato, não combina com carnaval. Protesto combina. Ao mesmo tempo em que o folião pergunta à jardineira porque está tão […]

Decisões ministeriais

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

O melhor jeito de não cair do telhado é não subir; assim como a melhor maneira de ficar sóbrio é não beber. Desde que a ministra disse que, para combater a gravidez na adolescência, recomendava a abstinência sexual que não se fala outra coisa no bar; até quem já aposentou a, digamos, chuteira dá seus palpites. A declaração ministerial causou […]

Conflito de gerações

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

A senhora vem me reclamar da falta de educação do rapaz que lhe tomou a vaga no estacionamento, enfiando o carro na frente; um amigo se queixa dos filhos cheios de vontade e que não tomam rumo na vida, num estado de dependência que parece epidêmico; no bar, o camarada fala do absurdo que é a atitude dos jovens com […]

Os nomes e a lei

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Entre a pia batismal e o cartório de registros muita gente se perdeu. Nomes próprios revelam muito mais sobre a personalidade dos pais – e do ambiente de época – do que de quem recebe a certidão e que terá de usar a locução durante toda a vida. Mas muitos se encaixam à perfeição. Ninguém se chama Bartolomeu impunemente. Ou […]

Nossas lendas urbanas

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Pode ser por causa da tal profecia de D. Bosco, garantindo que na região onde hoje está Brasília correria leite e mel, marcando o nascimento da terra da promissão. Desde que essa história foi lembrada, a cidade começou a colecionar mitos. E a imaginação corre solta. Bosco também previu uma “riqueza inconcebível” – talvez falasse da maior pepita de ouro […]

O sommelier de pinga

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Toda vez que via um sommelier cuspindo o vinho que acabara de provar, meu amigo reclamava: “Que desperdício! Se fosse eu bebia tudo”. Era só um chiste, nunca gostou de vinho, jamais abandonou a dourada cerveja – antes a faixa azul da Antárctica, hoje dando preferência à Original ou Stella Artois. Não é apenas uma preferência; desde a adolescência derruba […]