Onde andam os tremoços?

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Ainda bem que tem essas lojas que alugam roupa. Da próxima vez que me convidarem para ir num boteco que não conheça, passo por uma delas antes para pegar uma casaca, cartola e, quem sabe, polainas. Ainda mais se for um desses estabelecimento que participam do tal concurso Comida di Buteco, que de simples só tem letra ‘i’ no lugar […]

O saudoso de si

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Tem aquele responde tudo com detalhes – até um singelo ‘como vai?’. Tem também o comentarista, com posições definitivas sobre qualquer assunto. E o chato, que tenta mostrar intimidade de velhos amigos. A galeria de personagens do botequim é ampla; nem Chico Anysio conseguiu interpretar uma população tão grande, tão diversa. Nem todos são insuportáveis; aliás, nenhum é. O bar […]

Autoridade sem pincenê

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

                A tal gentrificação é um fenômeno antigo que ganhou apelido novo nessa onda de dar nome inglês sem traduzir ou explicar, só adaptando a grafia. Podíamos chamar de revitalização, mas como o português é uma língua morta, let’s go. É um processo elitista, como o nome demonstra – vem de gentry, aristocracia, gente bem – que procura recuperar áreas […]