Após seis anos, Procuradoria-Geral do Rio de Janeiro é autorizada abrir concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Poder Judiciário

Após seis anos do lançamento do último concurso público, a Procuradoria-Geral do estado do Rio de Janeiro (PGE/RJ) foi autorizada a publicar seu 18º edital para o cargo de procurador. Para se candidatar ao cargo é necessário ser bacharel em direito e ter exercido, pelo mínimo de três anos, atividades que envolvam a aplicação de conhecimentos jurídicos. É preciso ainda não ter antecedentes criminais e de improbidade administrativa ou disciplinares que o inabilitam para o exercício do cargo.

 

Último concurso da PGE/RJ

A última prova para o cargo de procurador do Rio de Janeiro ocorreu em novembro de 2012. Na época, foram oferecidas 15 vagas. A seleção foi feita por prova escrita geral, prova específica, prova oral e prova de títulos.

 

As avaliações abordaram as disciplinas de direito administrativo, direito processual civil, direito constitucional, direito civil e comercial, direito tributário, relações de trabalho e previdência na administração pública. Para ser aprovado, foi necessária uma média mínima de 60 pontos em todo o teste.

 

Defensoria do Rio também prepara concurso

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPE/RJ) também está preparando um novo concurso público. Segundo o Diário Oficial estadual, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) já foi escolhida como a empresa organizadora do certame. Segundo o documento, serão cargos permanentes na Defensoria, para vagas de nível médio e superior. Saiba mais aqui!

Com salário de R$ 7,6 mil, PMERJ abrirá concurso em setembro

Publicado em 3 Comentárioscarreira militar

Do CorreioWeb – O próximo concurso para oficiais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) foi autorizado pelo governador Luiz Fernando Pesão. De acordo com a corporação, o edital de abertura será publicado até o final de setembro. Serão 37 oportunidades para segundo-tenente, posto que exige nível superior, com remuneração de R$ 7.605,10 – apesar do número de vagas, atualmente há em torno de 350 cargos vagos.

 

Os interessados no concurso deverão ter até 30 anos de idade e ser bacharel em direito. Os candidatos aprovados serão inscritos no curso de formação de oficiais em janeiro de 2019. O curso tem duração de dois anos, em período integral, e é realizado na Academia de Polícia Militar Dom João VI.

 

Após a conclusão do curso, os candidatos serão promovidos ao posto de aspirante e depois de oito meses, período previsto para estágio, o aspirante será integrado ao Quadro de Oficiais da PM como segundo-tenente.

 

Concurso 2017

Em 2017, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade) foi a banca organizadora do último concurso para o posto. Na época, foram abertas 50 vagas, mas apenas 37 candidatos foram aprovados e estão matriculados no curso de formação de oficiais. A previsão é que essa turma seja diplomada em 2019.

 

Os candidatos foram classificados de acordo com as notas obtidas nas seguintes etapas: prova objetiva, redação, exame antropométrico, teste de aptidão física, exame psicológico, de saúde, social e documental.

 

As provas foram aplicadas nas cidades de Angra dos Reis/RJ, Resende/RJ, Rio de Janeiro/RJ, Nova Iguaçu/RJ, Cabo Frio/RJ, Macaé/RJ, Niterói/RJ e Nova Friburgo/RJ.

 

Foram cobrados conhecimentos em direito administrativo, constitucional, penal, processual penal e direito penal militar. A prova objetiva teve 60 questões de múltipla escolha. Prepare-se pelo edital, disponível aqui.

 

PMSP abre 2.700 vagas

A Polícia Militar de São Paulo (PMSP) publicou edital com 2.700 vagas para soldados de segunda classe, tanto para homens quanto para mulheres. Os profissionais receberão salários de R$ 3.143,70. Os requisitos básicos para participar da seleção são: ter nível médio completo e idade mínima de 17 e máxima de 30 anos. Além de ter altura mínima de 1,55m para mulheres e 1,60m para homens.

TRT da 1ª Região divulga banca de próximo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Tribunal do Trabalho

Mais um importante passo foi dado para o lançamento do próximo concurso público do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-1), com sede no Rio de Janeiro. A banca organizadora foi divulgada. De acordo com extrato de dispensa de licitação, publicado no Diário Oficial da União, o Instituto AOCP será o responsável pelo andamento do processo seletivo. O valor do contrato é de R$ 5.326.500.

 

A seleção foi anunciada em abril do ano passado. Os postos a serem abertos serão de nível médio e superior. Veja a relação abaixo:

 

Analista judiciário – área judiciária

Analista judiciário – área judiciária – especialidade de oficial de justiça avaliador federal

Analista judiciário – área administrativa

Analista judiciário – área apoio especializado – especialidade enfermagem

Técnico judiciário – área administrativa

Técnico judiciário – área administrativa – especialidade segurança

Técnico judiciário – área apoio especializado – especialidade enfermagem

2018: o ano do Judiciário

O ano começou com 408 vagas abertas no Judiciário. O Superior Tribunal Militar está com as inscrições abertas para 42 vagas e salários de até R$ 11 mil. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) abriu 235 vagas para o posto de escrevente técnico judiciário, que exige níveis médio de formação. O Tribunal de Justiça de Alagoas também abriu 131 vagas para cargos de nível médio e superior. E o Superior Tribunal de Justiça vai lançar edital em breve. Saiba tudo em: 2018 começa com 408 oportunidades em concursos do Judiciário

Concurso em Niterói vai abrir 30 vagas para auditor e analista de políticas públicas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Está previsto para ser lançado logo nos primeiros dias de janeiro de 2018 o mais novo edital de abertura para concurso público da Prefeitura de Niterói, no Rio de Janeiro. A banca organizadora da seleção já foi escolhida. Caberá à Fundação Getúlio Vargas (FGV) a responsabilidade de selecionar os 30 melhores candidatos entre os inscritos para preencher os cargos de auditor municipal de controle interno (10 vagas) e analista de políticas públicas e gestão governamental (20 vagas). O salário inicial de ambos os postos é de R$ 5,5 mil.

 

Segundo a assessoria da prefeitura, os aprovados vão atuar na Controladoria Geral do Município e na Seplag. “Este será um concurso complexo com etapas de provas objetivas e discursivas e também com curso de formação que tem como objetivo selecionar os melhores candidatos para integrar a gestão pública municipal”, declarou a secretária de Planejamento e Modernização da Gestão, Giovanna Victer.

 

Para o cargo de analistas de políticas públicas poderão concorrer profissionais com curso de nível superior em qualquer área de formação. Já para auditor de controle interno serão admitidas as participações de inscritos bacharéis em direito e ciências contábeis. As provas devem ser aplicadas na primeira quinzena de março.

Concurso do TRE/RJ já tem banca escolhida

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro já escolheu a instituição que organizará o próximo certame. A Consulplan será a responsável pelas etapas de seleção para os 10 cargos de técnico e analista judiciário. Este concurso já estava previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual, já que o último teve o prazo de validade finalizado em dezembro de 2016.

Ainda não há previsão de lançamento do novo edital, mas já se sabe que as oportunidades para analista serão na área judiciária (2), administrativa (CR), análise de sistemas (CR), médico clínico geral (CR), médico do trabalho (1), psicólogo (1); e técnico judiciário nas áreas administrativa (6), enfermagem (CR), operador de computador (CR) e programação de sistemas (CR). A remuneração é de R$ 10.461,90 para o cargo de nível superior e R$ 6.376,41 para o de nível médio.

Os candidatos de ambos os cargos terão que fazer provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos, além de uma prova discursiva. As taxas de inscrição vão variar de R$ 65 a R$ 80.

Histórico
O último concurso aconteceu em 2012, organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e contou com 43.291 inscritos para as 19 vagas de analista, com remuneração de R$ 6.611,39, e técnico judiciário, R$ 4.052,96. A seleção foi feita por meio de provas objetivas para ambos os cargos com conhecimentos gerais e específicos, e prova discursiva para os candidatos a analista.

Leia também: Edital do concurso do Tribunal Superior do Trabalho sai em agosto

TRF do Rio de Janeiro e Espírito Santo anuncia que vai abrir concurso

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Os concurseiros do Sudeste do país podem se animar. Saiu no Diário Oficial da União, desta quinta-feira (25/8), que o Tribunal Regional Federal da 2ª Região, com jurisprudência nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, vai lançar novo concurso público. De acordo com o pregão número 50, o órgão já contratou a empresa que vai organizar a seleção. Caberá, portanto, à Consulplan a responsabilidade da aplicação das provas para formação de cadastro reserva de aprovados.

O último concurso do órgão foi lançado em 2012 e teve o período de validade expirado em julho deste ano. Foram registrados 118.300 candidatos inscritos também para formação de cadastro reserva em cargos de níveis médio e superior. A Fundação Carlos Chagas (FCC) foi a banca organizadora que aplicou provas objetivas, práticas, de redação e estudo de caso.

Quem tinha graduação tentou o cargo de analista judiciário nas áreas judiciária (geral e execução de mandados), administrativa e de apoio especializado (arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, contadoria, enfermagem, enfermagem do trabalho, engenharia em várias especialidades, estatística, informática, medicina, odontologia, psicologia, serviço social e taquigrafia). Neste caso, o salário oferecido foi de R$ 6.551,52.

Já quem tinha formação intermediária entrou na disputa pelo posto de técnico judiciário, nas especialidades administrativa (geral; segurança e transporte; e telecomunicações e eletricidade) e de apoio especializado (contabilidade, enfermagem e informática). A remuneração foi de R$ 3.993,09.

Apesar da seleção ter aberto apenas cadastro reserva, no Rio de Janeiro foram nomeados aprovados até a 1.123ª posição, a maioria para o cargo de técnico judiciário sem especialidade. Já no Espírito Santo foram convocados candidatos até a 107ª posição.

TRT do Rio de Janeiro anuncia abertura de novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, Magistratura, Tribunal do Trabalho

Quem tem graduação em direito e sonha em ingressar na carreira de magistratura já pode comemorar. O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, com sede no Rio de Janeiro, anunciou que vai abrir novo concurso público para o cargo de juiz do trabalho substituto. Por meio de publicação no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (22/1), o órgão já escolheu a banca organizadora por dispensa de extrato de licitação. Caberá à Fundação Carlos Chagas (FCC) a responsabilidade de conduzir a nova seleção pública.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do TRT, ainda não há previsão de quantas vagas serão abertas ou a data de lançamento do edital de abertura. Mas para se ter ume ideia, há menos de um ano, em maio de 2015, o tribunal abriu 18 oportunidades para o cargo, além de formação de cadastro reserva. O salário oferecido foi de R$ 27.500,17 a candidatos com pelo menos três anos de atividades jurídicas.

 

A seleção contou com provas objetivas, duas provas escritas, inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental, exame psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. Todas as etapas foram realizadas na cidade do Rio de Janeiro.

 

O tribunal não divulgou a quantidade de inscritos, mas a seleção não conseguiu preencher todas as vagas oferecidas, visto que apenas 15 candidatos conseguiram chegar ao final do processo seletivo.