Polícia Civil do Pará anuncia edital de concurso para meados de agosto ou setembro

Publicado em Deixe um comentárioautorização, segurança

Uma ótima notícia para os concurseiro que estão querendo uma vaga na carreira policial! A Polícia Civil do Pará (PCPA) anunciou que retomou o processo licitatório (concorrência pública) para contratação da empresa que vai organizar o concurso público da corporação. O processo será reiniciaado a partir do mês de junho.

Assim, segundo a PCPA, se o novo cronograma estabelecido for seguido sem interrupções e caso não haja recursos nas três fases da licitação (habilitação, técnica e financeira), a previsão é de que em meados de agosto ou setembro, o edital do concurso seja publicado!

Ao todo, serão 1.495 vagas para os cargos de delegado (265), escrivão (252), investigador (818) e papiloscopista (160). Para assumir os cargos, é necessário que os candidatos possuam graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação. Para o cargo de delegado também é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação.

 

Outros concursos no Pará

A PMPA também está com concurso previsto para este ano, com 2.405 vagas. Saiba mais aqui. 

Governo anuncia 13 concursos públicos para 2020 no Pará! 

 

Curtiu a notícia? Compartilhe no Fórum CW! 

Polícias Federal e Civil lançam campanha para atrair mulheres para quadros de segurança

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial

Da Agência Estado – Mulheres ligadas aos órgãos de segurança pública, minoria expressiva diante do predomínio masculino, querem reverter esta situação e, para tal, lançarão logo mais, dentro do Fórum Nacional da Inteligência Aplicada para o Combate à Criminalidade, a campanha “Mulheres na Segurança”.

De acordo com a diretora da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Tânia Prado, a movimento foi criado a partir da constatação de que não há tantas mulheres dentro das polícias. “No último concurso para a Polícia Federal entraram apenas 13% de mulheres”, disse a delegada. De acordo com ela, o diminuto número de mulheres nas polícias não se dá pela existência de barreiras de entrada. Há a questão dos exercícios físicos, mas eles são também pesados para os homens.

A campanha “Mulheres na Segurança”, de acordo com Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, ocorre num momento em que o governador João Doria (PSDB-SP), está abrindo inúmeras Delegacias da Mulher (DDM), em cumprimento a uma promessa de campanha, sem estrutura e nas quais poucas serão ocupadas por mulheres.

Nas poucas DDMs que serão comandadas por mulheres, elas serão deslocadas de outros departamentos e funções a Polícia Civil. “Existe uma situação em que as mulheres são menos de 10% na Polícia. O preconceito é execrável em qualquer setor e não só em instituições que predominam os homens, mas em todas as áreas. Mas o preconceito velado existe sim a partir do momento em que as mulheres, não só por serem minoria, deixam os homens intimidados com a competência que é igual e às vezes maior são colocadas e estigmatizadas em serem competentes só em algumas áreas”, disse Raquel.

De acordo com ela, na Polícia Civil quis se colocar que a mulher só seria competente em delegacias especializadas em violência contra as mulheres. “Falamos, conversamos e obviamente abriu-se para todas as pessoas que têm aptidão para combater os crimes de violência contra a mulher”, disse a delegada, acrescentando que a união das mulheres, ainda que minoria, vai fortalecê-las não só nas suas atribuições fins, mas também no atendimento das vítimas que muitas vezes se sentem constrangidas a se dirigirem a uma autoridade.

Concurso PCPA: corporação define comissão organizadora para 1.500 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial

A Polícia Civil do estado do Pará (PCPA) está autorizada a realizar um novo concurso público e já define a comissão organizadora que será responsável pela organização e realização do certame. Ainda não foi definido o número de vagas, mas as chances serão para os cargos de delegado, investigador, escrivão e papiloscopista.

Em abril deste ano, o governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou o concurso com oferta de 1.500 vagas. Segundo ele, a principal dificuldade da corporação é justamente o déficit de pessoal, que chega a 2,5 mil servidores, o que deverá ser “sensivelmente” reduzido com o novo concurso público anunciado.

“A Polícia Civil do Pará está, a cada dia, mais forte e responsável. Evoluímos não apenas nos casos de grande repercussão, mas também no atendimento do dia a dia, a cada cidadão que nos procura pelos mais diversos motivos”, enfatizou o governador.

Para assumir os cargos, é necessário que os candidatos possuam graduação de nível superior completo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação. Para o cargo de delegado também é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação.

A definição da comissão organizadora foi publicada através do Diário Oficial do Estado do Pará e pode ser conferido na página 10.

Último concurso da PCPA

Em 2016 a Polícia Civil realizou o último concurso, ofertando 500 vagas para os cargos de investigador de polícia civil (300), escrivão de polícia civil (180) e papiloscopista (20). As remunerações foram de R$ 5.204,05. O concurso foi realizado sob responsabilidade de Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab).

A seleção foi realizada por prova objetiva, prova de capacitação física, exame médico, exame psicológico e investigação criminal e social. A prova objetiva contou com disciplinas de língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, noções de direito – constitucional, administrativo, penal e processual penal, legislação especial, noções de medicina legal, noções de identificação e noções básicas de química.

Polícia Civil de SE vai abrir novo concurso para delegados após 13 anos

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Do CorreioWeb – Um novo concurso para delegados da Polícia Civil de Sergipe (PCSE) deverá ser aberto em breve! O governador do estado, Belivaldo Chagas, assinou o edital do concurso, na última quinta-feira (5/7). Nesta terça-feira (10/7), a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do estado informou ao CorreioWeb que o edital de abertura deve ser divulgado nos próximos dias, já que está em fase de finalização.

Serão oferecidas 10 vagas imediatas para o cargo de delegado, com remuneração inicial de R$ 11 mil, podendo chegar a R$ 25 mil de acordo com a progressão salarial da carreira. Para participar, os interessados devem ter graduação em direito. A empresa responsável por organizar e realizar o concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O concurso era uma reivindicação antiga da Secretária de Segurança Pública, afirmou o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Rosman Pereira. ”Pretendemos preenchê-las (vagas) o mais rápido possível para que possamos melhorar a segurança no nosso estado. São dez vagas para delegado, tivemos a convocação de mais 25 policiais civis recentemente e estaremos fazendo mais algumas convocações através de concurso da Cogerp (Coordenadoria Geral de Perícias),” informou o secretário.

A fala de Rosman se deve ao fato do último concurso para delegado ter sido em 2005, ou seja, há 13 anos atrás. Na época, foram abertas 61 vagas e os candidatos foram selecionados pelo desempenho alcançado nas provas objetiva, discursiva, exame psicológico, prova oral, avaliação de títulos, e curso de formação.

*Com informações da Agência Sergipe

Candidato entra na Justiça para mudar data de prova da PCGO

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Um candidato ao concurso público para delegado da Polícia Civil de Goiás (PCGO) entrou na Justiça para que o estado de Goiás e a Universidade Estadual do estado mudem a data de aplicação das provas, marcadas para 12 de agosto. Segundo o autor da ação, trata-se do mesmo dia em que a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) vai aplicar avaliação discursiva, também para o posto de delegado.

 

De acordo com o candidato, a realização do concurso para o mesmo cargo, no mesmo dia, viola nitidamente o caráter competitivo das seleções públicas e o princípio constitucional da razoabilidade, já que quem pretende concorrer aos dois certames, mesmo se aprovado na prova objetiva em Minas Gerais, terá de escolher entre fazer a segunda fase ou a primeira etapa em Goiás.

 

O candidato alegou ainda que a coincidência de datas prejudica a Administração Pública, uma vez que os concursos terão menos inscritos, e que isso poderá eliminar a participação de bons candidatos que não poderão realizar ambos os processos seletivos.

 

Mas, o juiz Élcio Vicente da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual, não concordou com o argumento. Para Silva, o Judiciário não pode modificar ou substituir o ato discricionário do Estado de Goiás, de decidir aplicar a prova para o cargo em questão no dia estipulado em edital. “Não há violação da competitividade, pois cabe aos candidatos escolherem qual concurso mais lhes interessa e não adequar toda a estrutura do Estado para atender a interesses particulares de candidatos”, determinou.

 

  • Com informações do TJGO.

 

O concurso

São 100 vagas para delegados da PCGO, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência. A remuneração para o cargo é de R$ 19.242,52, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. As chances são de nível superior para formados em direito e as inscrições terão inicio em 12 de junho.

 

Leia também: “Para delgado da PCGO, é preciso mais do que o decoreba,” diz especialista

Governador autoriza concurso público para agentes e peritos da PCMS

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Mais 170 agentes e peritos serão selecionados pelo próximo concurso público da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS). A seleção foi autorizada semana passada pelo governador Reinaldo Azambuja, que afirmou que as chances serão distribuídas para capital e interior do estado. Segundo o sindicato da categoria, o Sindicato da Polícia Civil de MS (Sinpol-MS), esse concursos é esperado há 13 anos.

O edital deve finalmente ser divulgado em maio deste ano. Serão abertas 50 vagas para agente de policia científica, 40 vagas para perito criminal, 40 para perito médico legista e 40 para perito papiloscopista.

De acordo com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, os novos profissionais irão suprir, principalmente, demandas do interior de Mato Grosso do Sul. “O concurso vai contemplar importantes cidades do interior e atender um anseio de toda a Polícia Civil”, afirmou.

CBM e PM de Mato Grosso do Sul abrem 650 vagas

Com salários que chegam a R$ 7.089,13, foram publicados nesta segunda-feira (9/4) os editais dos novos concursos públicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul. Para o quadro da PM foram abertas 450 vagas, sendo 388 para soldados, 50 para oficiais combatentes e 12 para oficiais médicos. Já para os bombeiros, são oferecidas 200 vagas, 23 para oficiais combatentes, 153 para soldados, 12 para oficiais de saúde e 12 vagas para oficiais especialistas. Saiba mais aqui!
* Com informações do Governo do Mato Grosso do Sul

Editais para carreiras militares em Sergipe devem ser publicados este mês

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – Boas notícias para aqueles que almejam cargos militares na região Nordeste do país. Nesta semana, foi divulgado no Diário Oficial do Estado do Sergipe que o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) será o responsável pela execução dos novos concursos públicos para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar locais. Além disso, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) será o responsável pelo certame para o cargo de delegado da Polícia Civil do estado.

Durante solenidade de formatura da tropa da PMSE, com outorga de medalhas e celebração dos 183 anos da corporação, no último 7 de março, o governador Jackson Barreto afirmou que o edital do concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros deve ser publicado até 25 de março. A declaração faz parte de uma renovação constante que está acontecendo na corporação. O último concurso realizado em 2014 formou três turmas, totalizando 1.250 novos soldados.

“Sabemos perfeitamente que, a cada ano, a Polícia vai fazendo reformas de militares e cada vez mais precisa melhorar o efetivo, porque estamos com números abaixo das necessidades do estado e da segurança. O concurso também é o reconhecimento do efetivo que a Polícia Militar precisa,” informou Barreto.

PMSE
O último edital para a PMSE, realizado pela Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), exigia nível médio e CNH para condução de veículos automotores (nas categorias “B”, “C”, “D” ou “E”), que deveria ser apresentada, obrigatoriamente, até a data de conclusão do Curso de Formação. Foram 600 vagas para soldados, com salários de até R$ 2.705,78.

A prova objetiva foi composta de 80 questões dividas entre as disciplinas de língua portuguesa (25), matemática (10), informática básica (10), atualidades (10), conhecimentos gerais do Estado de Sergipe (10) e noções de direito (15). Também houve exame métrico e do teste de aptidão física (TAF), como etapas de avaliação de caráter eliminatório.

Conquistas recentes
Em 2016, foi estabelecida a Progressão por Tempo de Serviço (PTS) para os servidores militares de Sergipe. Até então a categoria estava com suas carreiras congeladas, sem perspectiva de ascensão profissional. A PTS estabeleceu um tempo máximo de permanência do militar no posto ou graduação em que se encontra, independentemente da abertura de vagas.

No mesmo ano, foi sancionada a Lei de Subsídios aos Militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A lei garante aos servidores subsídio como forma de remuneração, assim não há mais perdas durante a aposentadoria.

Bombeiros
Após 12 anos sem concursos públicos, o Corpo de Bombeiros terá um reforço em seu efetivo. Segundo a tenente-coronel Maria Souza, membro da comissão organizadora do certame, a expectativa e que sejam abertas 200 vagas para soldados e 12 para oficiais, sendo 10% reservados para mulheres. “Essa foi uma solicitação do CBMSE, mas depende da aprovação do Conselho de Reestruturação Administrativa e Financeira (CRAF) e de uma série de questões orçamentárias e financeiras que viabilizam a contratação,” ressaltou a tenente-coronel.

Em 2006, o certame foi organizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe – Fapese. Foram oferecidas 150 vagas para nível médio, sendo 120 para candidatos do sexo masculino e 30 para o feminino, com remuneração de R$ 1.111.

O concurso previa como formas de avaliação: prova escrita com 20 questões de português, 20 de matemática e 20 de conhecimentos gerais; teste de aptidão física (TAF); exame psicológico; exame de saúde; e avaliação social.

Polícia Civil
Com um hiato de 13 anos, o último concurso para delegado ofereceu 61 vagas, sendo 13 reservadas aos candidatos com necessidades especiais. Na época, a remuneração inicial era de R$ 4.200.

Os interessados deveriam possuir graduação em direito e passar pelas seguintes etapas de avaliação: prova objetiva, prova discursiva, exame psicológico, prova oral, avaliação de títulos e curso de formação.

*Com informações da Agência Sergipe de Notícias e CBM/SE.

Polícia Civil do Espírito Santo é autorizada a abrir concurso com 173 vagas

Publicado em 1 ComentárioConcursos

Quem deseja ser policial civil terá em breve 173 chances. O quantitativo corresponde ao número de vagas que serão abertas no próximo concurso público da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES). A seleção foi autorizada pelo governador Paulo Hartung, durante uma coletiva de imprensa no gabinete do Palácio Anchieta, nesta quarta-feira (31/1).

A distribuição das vagas também já foi definida. Serão sete cargos, todos de nível superior, sendo 60 para investigador de polícia, 50 para perito oficial criminal, 20 oportunidades para escrivão de polícia, 20 para auxiliar de perícia médico legal, 15 para médico legista, quatro para psicólogo e outras quatro para assistente social. O salário inicial do cargo de auxiliar será de R$ 3.449,60 e o dos demais, R$ 4.860,80.

“Estamos anunciando concurso para uma instituição que é parte do nosso esforço na quebra do ciclo vicioso da impunidade. Por meio da Polícia Civil temos a boa investigação e a elucidação dos episódios criminosos. Com o reforço da equipe, conseguiremos reduzir e combater essa prática na sociedade,” enfatizou o governador.

Já o secretário da Secretaria de Segurança Pública, André Garcia, explicou que “os aprovados se juntarão aos 74 novos policiais nomeados no ano passado, que estão em fase final de formação na Acadepol. Esses profissionais vão atender às necessidades na Grande Vitória e no interior. Em até 30 dias a PC vai concluir a contratação da empresa responsável pela aplicação das provas e, a partir daí, o edital será lançado”.

Polícia Civil da Bahia
A Polícia Civil da Bahia já publicou o edital de abertura de seu novo concurso público. São 1.000 vagas para delegado, investigador e escrivão. Os salários variam de R$ 3.915,85 a R$ 11.389,96. Do total de chances, 82 são para delegado, 880 para investigador e 38 para e escrivão. Todas exigem formação em nível superior. Participe aqui.



Com informações da PCES.

Governo de São Paulo autoriza novos sete concursos para a Polícia Civil

Publicado em Deixe um comentáriosegurança

Do CorreioWeb – Foi publicada no Diário Oficial de São Paulo a autorização para a realização de sete novos concursos públicos para a Polícia Civil do estado, com 2.750 oportunidades, ao todo. O próximo passo é a definição da comissão organizadora para a publicação do edital.

Para nível médio serão 1.100 chances, para os cargos de agente de telecomunicações (300), agente (400), papiloscopista (200) e auxiliar de papiloscopista (200), com remunerações que variam de R$ 2.793,60 a R$ 3.451,78, além de adicional insalubridade no valor de R$ 634,78.

Graduados podem concorrer para investigador (600), escrivão (800) e delegado (250). Os vencimentos variam de R$ 4.194,76 a R$ 10.142,55.

Com a contratação do efetivo, o Governo investirá mais R$ 15,5 milhões por mês no pagamento dos salários dos policiais civis.

Na última quarta-feira (1/11), o governador do estado nomeou 1.240 novos policiais civis para reforçar o efetivo da instituição. Segundo a PC, os processos selecionariam policiais para 2.301 vagas, entretanto, foram chamados 3.937 candidatos, ou seja, um total aproximadamente 71% maior que o previsto inicialmente.

Último concurso
A última seleção organizada pela PCSP aconteceu em 2014, para os cargos de investigador (1.384) e escrivão (788), com remuneração de R$ 3.160,08. Para papiloscopista (103), auxiliar de papiloscopista (113) e delegado (129), os certames aconteceram em 2013, e contaram com salários de R$ 2.848,36, R$ 2.278,05 e R$ 7.516,02, respectivamente.

Para os cargos de agente de telecomunicações, a seleção aconteceu em 2011 e contou com 220 vagas e remuneração de R$ 2.682,38. Já para agente, o certame foi em 2012, quando foram oferecidas 391 vagas e salários de R$ 2.278,05.

Veja mais: Novo concurso público com 393 vagas é autorizado para o SAP/SP

SAA/SP abre concurso público com 156 vagas para todos os níveis

Polícia Civil de Santa Catarina confirma concurso com 394 vagas amanhã

Publicado em Deixe um comentáriosegurança

Do CorreioWeb – A Secretaria da Segurança Pública de Santa Catarina vai realizar mais um concurso, desta vez para provimento de 394 cargos vagos da Polícia Civil do estado. O edital será publicado até quinta (27), dia de início das inscrições, que vão até 27 de novembro. A Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese) é a responsável pela organização do certame.

 

Todas as 394 vagas são para candidatos com nível superior em qualquer área, sendo 194 para o cargo de escrivão e 200 para agente. As provas serão realizadas em dezembro, no dia 16 para o cargo de escrivão e 17 para o de agente, na Grande Florianópolis, Joinville, Chapecó, Criciúma, Tubarão, Lages, Itajaí e Joaçaba.

 

Segundo o secretário de segurança em exercício, delegado Aldo Pinheiro D’Ávila, neste ano já foram abertas 622 vagas em concursos autorizados. “É um alento para a segurança, um ganho de fundamental importância para a política de recomposição permanente do efetivo da Polícia Civil”.

 

Últimas seleções

Para agente, o último aconteceu em 2014, e contou com 20.943 inscritos para 340 chances. Para concorrer, foi necessário ter curso superior em qualquer área de formação, e o salário inicial era de R$ 3.201,84. Os candidatos foram testados por meio de prova de capacidade física, avaliação da aptidão psicológica vocacionada, investigação social, exame toxicológico e curso de formação.

 

Já para o cargo de escrivão, o último concurso aconteceu em 2010, quando foram oferecidas 185 vagas. O salário inicial era de R$ 781,82, e os candidatos passaram por prova escrita, capacidade física, avaliação psicológica, exame toxicológico e investigação social.

 

Veja também: Secretaria de Saúde/SC abre 34 vagas com salários até R$ 7,8 mil