Presidente da Assembleia Legislativa de Goiás anuncia concurso com 59 vagas

Foto: Alego/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioPoder Legislativo

Um novo concurso público, com 59 vagas, será aberto pela Assembleia Legislativa de Goiás. O anúncio foi feito pelo presidente da Casa, Jose Vitti, na última sexta-feira (4/5). O edital está previsto para ser lançado já no segundo semestre deste ano e vai contemplar vagas de nível médio e superior. De acordo com Vitti, o concurso vai reduzir o quantitativo de comissionados e ainda profissionalizar cada vez mais o quadro de servidores da assembleia. “Precisamos, cada vez mais, qualificar o quadro de servidores da Casa, trazendo pessoas que irão se identificar com o Poder. Nós, deputados, somos passageiros, mas os servidores permanecerão aqui”, afirmou.
A distribuição dos cargos já foi definida:

Analista Legislativo

Engenheiro Eletricista – 1
Engenheiro Civil – 1
Arquiteto – 2
Arquivologista – 2
Psicólogo Organizacional – 2
Segurança da Informação –  2
Médico Cardiologista – 1
Médico Clínico – 1
Médico Ginecologista – 1
Médico Ortopedista – 1
Médico Psiquiatra – 1
Fisioterapeuta – 2
Contador – 2
Médico do Trabalho – 2
Engenheiro do Trabalho – 1
Enfermeiro do Trabalho – 2
Assistente Social – 2
Revisor Ortográfico – 3
Cirurgião Dentista – 2
Comunicador Social – 2
TOTAL: 33

Assistente Legislativo

Tradutor Intérprete de Libras  – 2
Policial Legislativo – 20
Técnico de Segurança do Trabalho – 02
Técnico em Enfermagem do Trabalho –  02
TOTAL: 26

Vagas na PCGO

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) informou ao site de Concursos que deve lançar o edital do novo concurso público para delegados substitutos dentro da primeira quinzena de maio. A banca organizadora já foi escolhida e o número de vagas definido. Saiba mais detalhes aqui!

1.000 vagas na Segplan/GO

A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) divulgou, no Diário Oficial local, que formou a comissão organizadora para lançamento do próximo concurso da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária local (SSPAP/GO). A seleção vai contratar novos agentes de segurança prisional. Saiba mais aqui!

Polícia Civil de Goiás vai abrir concurso com mais de 100 vagas em maio

Foto: Divulgação/PCGO
Publicado em 2 ComentáriosCarreira policial

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) informou ao site de Concursos que deve lançar o edital do novo concurso público para delegados substitutos dentro da primeira quinzena de maio. A banca organizadora já havia sido informada, pelo governador Marconi Perillo (PSDB) em novembro passado, será a Universidade Estadual de Goiás (UEG), por meio do seu Núcleo de Seleção. Segundo a pasta, trata-se de “banca com muita experiência em realizar concursos para a administração do Estado de Goiás”.

 

Serão abertas 110 oportunidades de provimento imediato para formados em direito. O último concurso público finalizado para o cargo, foi realizado pela própria UEG e ocorreu em 2012, com 109 vagas. De acordo com a Segplan/GO, todos os aprovados foram nomeados. Segundo a assessoria de imprensa da PCGO, o salário atual para delegado gira em torno de R$ 17 mil.

 

Primeiro anúncio

O concurso foi primeiramente sinalizado em novembro do ano passado, com anúncio feito pelo governador Marconi Perillo (PSDB). Na ocasião, Perillo informou que, além das chances para delegados substitutos, há ainda expectativa para 550 chances para escrivães e agentes substitutos. Todas as chances são para candidatos com nível superior em diversas áreas de atuação, e para o de delegado, é necessário ser formado em direito.

Concurso suspenso

O último concurso para delegado da PCGO foi lançado em novembro de 2016, mas ainda está suspenso, de acordo com a página de acompanhamento disponível pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que é empresa organizadora da seleção.

 

De acordo com a promotoria do estado, o resultado das provas objetivas causou estranheza nos candidatos em razão da quantidade de aprovados que alcançaram notas superiores a 90 pontos, sendo que o exame teve alta complexidade e cada questão errada acarretava a perda de 0,25 pontos em relação à nota final. Cinco pessoas foram presas suspeitas de fraude.

Alego deve publicar edital de novo concurso com mais de 50 vagas este mês

Foto: Alego/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioPoder Legislativo

Do CorreioWeb – Vai sair um novo concurso para Goiás. O órgão da vez é a Assembléia Legislativa de Goiás (Alego), que deve ter o edital publicado já neste mês, até 31 de março. A novidade se deve a assinatura de aditivo a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) acordado entre o Ministério Público de Goiás e a Alego, em 2016, para provimento de 57 vagas.

 

O aditivo foi assinado em 28 de fevereiro, pelo presidente da Alego, José Vitti, com a promotora Villis Marra, da 78ª Promotoria de Goiânia. No documento, houve um acréscimo de cinco cargos e no número de vagas previsto no TAC original. Veja abaixo, relação de vagas que deve ser publicada no edital:

 

Polícia legislativa – 11 vagas

Auxiliar de serviços de saúde – 8 vagas

Médico – 6 vagas

Auxiliar administrativo – 5 vagas

Motorista – 4 vagas

Técnico em aparelhos e máquinas – 3 vagas

Técnico em laboratório e análises clínicas – 3 vagas

Analista legislativo (médico do trabalho) – 2 vagas

Analista legislativo (enfermeiro do trabalho) – 2 vagas

Analista legislativo (fisioterapeuta) – 2 vagas

Assistente legislativo (técnico em segurança do trabalho) – 2 vagas

Assistente legislativo (técnico em enfermagem do trabalho) – 2 vagas

Assistente social – 2 vagas

Farmacêutico bioquímico – 2 vagas

Cirurgião-dentista – 1 vaga

Comunicador social – 1 vaga

Eletricista de instalação – 1 vaga

Inquérito civil

O TAC foi firmado devido a um inquérito civil público instaurado para apurar o excessivo número de comissionados e a falta de concursos públicos feitos pela Alego. O último concurso foi lançado em 2015, sendo o Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (UFG) a banca organizadora. O edital previa 84 vagas dividas entre cargos de nível médio e superior, com remunerações entre R$ 3.376,99 e R$ 26.516,02.

 

O último edital cobrou português, matemática, realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica de Goiás, legislação administrativa e conhecimentos específicos, além da elaboração de redação e prova de títulos.

 

Seduce/GO abrirá concurso com 900 vagas; Entorno do DF terá preferência na lotação

Foto: Carlos Bafutto/Divulgação
Publicado em 7 Comentárioseducação

Do CorreioWeb – Um novo concurso público será aberto para a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) de Goiás, com vagas para o Entorno de Brasília! A banca organizadora já foi escolhida e será o Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social. A quantidade de vagas também já foi definida: serão oferecidas 900 vagas para professores de nível 3, nas áreas de matemática, química e física, além da formação de cadastro reserva. O salário base inicial do cargo deverá ser de R$ 3.126,34, com carga horária de 40 horas.

O pregão para escolha da empresa organizadora da seleção foi publicado no Diário Oficial local nesta semana, com um valor de R$ 264 mil. Após a escolha da banca, o contrato deve ser assinado pela Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) e encaminhado à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para análise.

A secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, ressalta que este concurso será importante para atender as demandas da categoria e às necessidades da rede estadual de educação. “À medida que formos substituindo os professores que estão fora de sua área de atuação, poderemos definir qual é o déficit real que temos e novos concursos serão realizados”.

De acordo com a Quadrix, o edital deve ser publicado em março, mas ainda não há previsão para a data da prova. A banca informa ainda, que deverão ser convocados para as próximas fases 1.416 candidatos aprovados na prova objetiva. E em torno de 1.000 serão selecionados após a prova de títulos, classificatória. Os demais candidatos que atingirem a nota de corte ficarão no cadastro reserva.

As vagas serão distribuídas em 57 cidades goianas com preferência para Valparaíso, Cidade Ocidental, Santo Antônio do Descoberto, Formosa, Planaltina de Goiás, Distrito de Campos Lindos, a 90 quilômetros de Cristalina e Cristalina, pois essas cidades do Entorno receberam, nos dois primeiros meses deste ano, oito novas Escolas Padrão Século XXI.

 

Preferência para o Entorno do DF
De acordo com a Seduce, as Escolas Padrão Século XXI possuem 12 salas de aula, quadra poliesportiva, laboratório de ciências e de informática, biblioteca, auditório, administração, sala dos professores e espaço para agremiação estadual.

Há previsão para a entrega de mais duas escolas Padrão Século XXI em Valparaíso de Goiás; uma em Padre Bernardo e mais outras cinco unidades nos municípios de Formosa (distrito de Santa Rosa), Cidade Ocidental, Luziânia, Novo Gama e Águas Lindas. Outras 17 novas escolas já se encontram em processo de licitação totalizando 67 unidades.

 


*Com informações da Seduce.

Policiais militares de Goiás amargam salário baixo e atrasado

Foto: Adauto Cruz/CB/D.A Press
Publicado em 1 ComentárioConcursos

Renato Souza – O governo de Goiás ainda não pagou o salário de cerca de 2,3 mil soldados que ingressaram na Polícia Militar em outubro. Eles foram aprovados no concurso de 2016 e realizam o curso de formação de praças. A remuneração deveria ter caído na conta no quinto dia útil de novembro. Além dos atrasos, os novos policiais entraram na corporação recebendo mensalmente R$ 1.500, a menor remuneração do país para militares da PM em começo de carreira. Até então, esse posto era ocupado pelo Espírito Santo, que paga R$ 2.646. Somente nas cidades do Entorno do Distrito Federal, cerca de 500 integrantes da PM estão sem pagamento.

De acordo com o edital, as cidades com a maior quantidade de policiais convocados são Goiânia, com 820 novos integrantes, e Luziânia, com 280 aprovados em concurso que já tomaram posse. O salário de R$ 1.500, já considerado baixo, deve reduzir ainda mais com a dedução de impostos.

De acordo com o presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Goiás, Gilberto Cândido de Lima, a remuneração final pode ficar abaixo do salário mínimo. “O valor integral é R$ 1.500. Mas, por conta de diversos tipos de impostos, os soldados vão receber, na verdade, algo entre R$ 1.250 e R$ 800. É um valor absurdo diante da realidade da segurança no estado”, criticou. “Muitos dos que estão fazendo o curso vêm de outros estados e precisam custear as passagens e alimentação. Isso faz com que eles passem necessidades.”

Todos os candidatos que foram aprovados nesse concurso têm ensino superior completo e comparecem aos batalhões de segunda a sexta-feira. O governo não oferece alimentação, e o custo de deslocamento também fica por conta dos próprios candidatos. Moradores do DF que ingressaram na corporação de Goiás seguem todos os dias para as cidades de Luziânia, Águas Lindas de Goiás e Formosa.

O curso de formação tem duração média de um ano e dois meses, e a remuneração atual deve ser mantida mesmo após esse período. O valor do salário só deve aumentar após a mudança de patente, de soldado de terceira classe para segunda classe.

Um policial, que mora no DF e atua em Formosa, no Entorno, critica os atrasos e a remuneração. “Esse é um valor muito baixo para quem arrisca a vida para a proteger a sociedade. Além disso, o governo atrasa a remuneração, o que é uma falta de respeito com a categoria”, protestou. “Acaba que as pessoas desistem quando passam em concursos melhores ou quando percebem que vão enfrentar dificuldade pelos próximos anos.”

Defesa
Em nota, a PM de Goiás negou o atraso de salário. “Os que ingressaram na carreira em 9 de outubro não puderam ser incluídos na folha porque já estava em processo de fechamento. Neste mês, naturalmente, receberão os vencimentos acumulados”, diz o comunicado.

A corporação saiu em defesa do governo de Goiás, que segundo afirma “notabiliza-se pela extrema correção no que diz respeito aos salários dos servidores públicos”. “Trata-se de uma das poucas unidades da Federação que mantêm irrestrito compromisso no sentido de manter a folha sempre em dia. Jamais atrasou pagamentos.”

A PM goiana também comentou que o valor dos salários estava previsto no edital do concurso. “O estado, em lei, criou a categoria de soldado de terceira classe, cujo montante, hoje, já supera os R$ 1.500 iniciais. Após três anos, são elevados à segunda classe, com vencimentos superiores a R$ 4 mil. Todos os que participaram do concurso tinham plena ciência desses fatos”, completou o comunicado.

“O valor integral é R$ 1.500. Mas, por conta de diversos tipos de impostos, os soldados vão receber, na verdade, algo entre R$ 1.250 e R$ 800. É um valor absurdo diante da realidade da segurança no estado”
Gilberto Cândido de Lima, presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Goiás

“Os que ingressaram na carreira em 9 de outubro não puderam ser incluídos na folha porque já estava em processo de fechamento. Neste mês, naturalmente, receberão os vencimentos acumulados”

TRT da 18ª Região anuncia contratação de banca para novo concurso

Foto: TRT-18/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioTribunal do Trabalho

Do CorreioWeb – Foi divulgada nesta quinta-feira (28/9) no Diário Oficial da União, a contratação da banca para o novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, de Goiás. A seleção será para provimento de vagas e formação de cadastro reserva do quadro de pessoal, e será organizada pela Fundação Carlos Chagas.

 

Em janeiro, o Pleno do TRT-18 já havia autorizado a realização de concurso público neste ano, para provimento de cargos de nível médio, de técnico na especialidade de saúde bucal (4) e enfermagem (1); e também de funções de nível superior, para analista na especialidade estatística (1), além de formação de cadastro reserva para os cargos de analista especialista em tecnologia da informação e da área administrativa.

 

Último concurso

Em 2013, o TRT-18 realizou sua última seleção, que expira em novembro deste ano, organizada pela Fundação Carlos Chagas. Foram 36.484 participantes disputando vagas para os cargos de técnico, de nível médio, e analista, de nível superior.

 

Para analista, foram três vagas imediatas, sendo duas para analista na área judiciária, com remuneração de R$ 7.566,42, e uma para analista na área oficial de justiça avaliador federal, com vencimento de R$ 8.140,08. Para as demais áreas (administrativa, apoio especializado, contabilidade, tecnologia da informação, psicologia, engenharia civil e medicina-clínica geral), as oportunidades foram para formação de cadastro reserva, e o salário era de R$ 7.566,42.

 

Já para nível médio, foram oferecidas seis chances para técnico na área administrativa e uma para técnico na área de apoio especializado, com remunerações de R$ 4.635,03. Além de formação de cadastro reserva para a área administrativa com especialidade em segurança, com salário de R$ 5.623,48.

 

A seleção contou com provas objetiva e discursiva para todos os cargos e funções, aplicada em Goiânia. Para os que concorreram à função de segurança, houve ainda uma prova prática de aptidão física.

Autorizado concurso público com 2.000 vagas para a Polícia Militar do Goiás

Foto: PMGO/Divulgação
Publicado em 2 ComentáriosConcursos

Do CorreioWeb – O governo autorizou a realização de novo concurso público para preenchimento de vagas no âmbito da Polícia Militar de Goiás (PMGO). O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Brisolla Balestreri instituiu uma comissão especial para acompanhar a realização do processo seletivo de 2.000 vagas, sendo 1.920 para o cargo de soldado da 3ª classe e 80 para cadete da PM. O edital deverá ser lançado em setembro.

 

Para o cargo de soldado da 3ª classe o salário inicial é de R$ 1.500, podendo chegar a R$ 6.358,25 com o plano de carreira (salário de soldado de 1ª classe). Para concorrer, é necessário ter diploma de nível superior em qualquer área, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de categoria B, idade máxima de 30 anos, além de estatura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres.

 

Já para seguir carreira de cadete, é necessário ter no mínimo 18 anos e no máximo 29 na data de matrícula, e não superior a 35 quando na promoção ao primeiro posto, diploma de ensino superior em direito, além de estatura e CNH citadas. Os aprovados no concurso farão curso de formação com três módulos, cada um com duração de oito meses. A remuneração inicial do cargo é de R$ 5.401,43.

 

Última seleção

O último concurso público da PMGO para os cargos mencionados aconteceu em 2016, e foi organizado pela Funrio. Foram 2.420 oportunidades para soldados e 80 para cadete. A seleção ocorreu por meio de prova objetiva e discursiva, teste de avaliação física, avaliação médica e psicológica e avaliação da vida pregressa e investigação social.

Corpo de Bombeiros de Goiás define banca examinadora de seleção

Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) já tem banca examinadora definida para a realização de seu novo concurso público. A escolhida foi a Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (Funrio). A seleção tem como objetivo preencher 290 vagas, sendo 250 para soldado de terceira classe e 40 para cadete.

O edital de abertura está previsto para ser publicado até a última semana de setembro, para que as inscrições sejam abertas em outubro.

Polícia Militar

A PMGO está com as inscrições abertas para preencher 2.500 oportunidades de nível superior, divididas entre os cargos de soldado de terceira classe (2.420 vagas ) e cadete (80 vagas). Inscreva-se aqui.

Metrobus/GO dá previsão para retomar concurso suspenso

Publicado em Deixe um comentáriosuspensão

Conforme anunciado pelo Correio, a Metrobus Transporte Coletivo S/A publicou, em 6 de setembro, aviso de suspensão do concurso público que ofertava 238 vagas para os cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os exames objetivos seriam realizados neste domingo, 18 de setembro. Na ocasião, a assessoria da empresa informou que se tratava de uma medida temporária, devido a uma necessária revisão do edital, mas não entrou em detalhes. Agora, a empresa declarou que dentro de 90 dias deve ser definida uma nova data para os exames.

 

A devolução de valores, segundo o regulamento do certame, só pode acontecer em caso de cancelamento do processo seletivo ou exclusão de algum cargo oferecido, o que não ocorreu.

 

Segundo o edital, as remunerações vão de R$ 1.140 a R$ 7.480, com auxílio alimentação de R$ 810. Novas informações serão divulgadas no site do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade). Para nível médio, foram abertas vagas para assistente administrativo, auxiliar de eletrotécnica, auxiliar de manutenção, borracheiro, eletricista de autos, lanterneiro, mecânico, motorista, pintor de autos e técnico em segurança do trabalho. Já as vagas de nível superior houve chances para formados em engenharia, arquitetura, medicina e psicologia.

Metrobus/GO suspende concurso com 238 vagas

Foto: Reprodução/Metrobus
Publicado em 1 ComentárioSem categoria

Do CorreioWeb – A Metrobus Transporte Coletivo S/A publicou, no Diário Oficial de Goiás, nesta terça-feira (6/9), aviso de suspensão do concurso público que ofereceu 238 vagas para os cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os exames objetivos seriam realizados no dia 18 de setembro. A assessoria da empresa informou que se trata de uma medida temporária, devido a uma necessária revisão do edital, mas não entrou em detalhes. Não há previsão para a retomada da seleção, que é organizada pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade).

 

As remunerações vão de R$ 1.140 a R$ 7.480, com auxílio alimentação de R$ 810. Novas informações serão divulgadas no site da banca.
Para nível médio, foram abertas vagas para assistente administrativo, auxiliar de eletrotécnica, auxiliar de manutenção, borracheiro, eletricista de autos, lanterneiro, mecânico, motorista, pintor de autos e técnico em segurança do trabalho. Já as vagas de nível superior houve chances para formados em engenharia, arquitetura, medicina e psicologia.