Adasa DF confirma nome da banca organizadora de seu próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal

A banca organizadora já havia sido definida em novembro passado

Victória Olímpio* – Um despacho foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta quinta-feira (30/1), com a ratificação de dispensa de licitação entre a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa/DF) e o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). A banca já havia sido definida em novembro, para realização do novo concurso público.

Em setembro de 2019, a Secretaria de Economia do governo prorrogou, pela segunda vez, o prazo limite de publicação do edital de abertura. O primeiro prazo limite, dado na autorização do concurso (em setembro de 2018), era março de 2019, quando o governo decidiu prorrogar pela primeira vez para setembro. A segunda prorrogação veio justamente no nono mês do ano e agora o edital deve sair até março de 2020.

 

 

Sobre o concurso da Adasa DF

Serão, ao todo, 75 vagas, sendo 18 vagas para regulador de serviços públicos, mais 36 para formação de cadastro reserva; além de sete vagas imediatas (que também já haviam sido autorizadas) e 14 para formação de cadastro reserva para técnicos de regulação de serviços públicos.

O salário inicial do cargo de regulador é R$ 9.200 e o de técnico é de R$ 4.000. Para exercer o cargo técnico é necessário dar suporte na área de regulação de recursos hídricos e de serviços públicos regulados pela empresa, além de participar de ações fiscalizadoras e executar atividades de suporte administrativo tais como: pesquisa e planejamento, gestão de pessoas, orçamento, finanças, patrimônio, material, logística e infraestrutura, microfilmagem, arquivo, documentação, comunicação e modernização. Confira!

O que você achou da notícia? Comente no Fórum CW! 

 

* Estagiária sob supervisão de Lorena Pacheco

Cursinho oferece aulões beneficentes para PCDF e TJDFT

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Carreira policial, GDF

Você que já está se preparando para os próximos concursos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) temos duas boas notícias. Dois aulões beneficentes serão realizados pelo IMP Concursos de Águas Claras/DF.

Para a PCDF, o curso será ministrado nos dias 23 e 30 de novembro, pelo professor Décio Sousa que leciona as matérias de raciocínio lógico, matemática, legislações correlatas ao direito e gerenciamento de estudos de alta performance para concursos públicos em geral.

Para participar, os candidatos deverão realizar a inscrição pelo site do IMP Concursos ou presencialmente, e doar um pacote de fralda descartável infantil que deverá ser entregue no dia do aulão. O evento é sujeito à lotação.

Já o aulão para o TJDFT acontecerá em 30 de novembro e será ministrado pelas professoras Raquel Bueno e Roberta Queiroz, especialistas em direito civil.

Neste caso, as inscrições poderão ser realizadas presencialmente ou por meio do site do cursinho e para a entrada é preciso levar 2k de alimentos não perecíveis.

Ambas os encontros acontecerão das 8h15 às 11h50. 

 

Aulão Solidário para a PCDF

Data: 23 e 30 de novembro
Local: Avenida Jacarandá – Lote 16 – Águas Claras
Horário: 8h15 às 11h50
Inscrições: impconcursos.com.br
Entrada: 1 pacote de fralda infantil

Aulão Beneficente para o TJDFT

Data: 30 de novembro
Local: Avenida Jacarandá – Lote 16 – Águas Claras
Horário: 8h15 às 11h50
Inscrições: impconcursos.com.br
Entrada: 2 kgs de alimentos não perecíveis

 

Saiba mais: PCDF divulga contrato com banca organizadora de concurso para escrivão 

Sem concurso há quatro anos, sobe para 411 o número de cargos vagos no TJDFT 

 

Gostou da novidade? Comente no Fórum CW! 

Controladoria Geral do DF lança seleção para servidores da área administrativa

Publicado em Deixe um comentárioGDF, Poder Executivo

A Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) lançou um processo seletivo para atuação de servidores em procedimentos administrativos disciplinares (PAD). A seleção está sendo organizada pela Coordenação de Procedimentos Administrativos Disciplinares e de Fornecedores (COPDF).

Para participar, é necessário que os candidatos já sejam integrantes das carreiras de nível médio ou superior da Administração Pública do GDF. A avaliação será realizada por análise de currículo, levando em consideração o tempo de experiência na área de correição e as especializações do servidor. Também haverá entrevista presencial.

Os interessados devem enviar os currículos em formato PDF até 4 de outubro, para o e-mail: sucor@cg.df.gov.br. As entrevistas serão realizadas entre 7 e 11 de outubro. O resultado da seleção está previsto para ser divulgado em 15 de outubro, pelo site da Controladoria.

De acordo com a portaria publicada pelo CGDF, o servidor cujo regime de trabalho seja de 40 horas semanais poderá cumprir, em caráter complementar ao equivalente a sua jornada de 8 horas, até 1 hora por dia trabalhado em regime de sobreaviso.

A portaria completa com as informações sobre a seleção podem ser conferidas no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). 

Não foi divulgada a quantidade de vagas, nem a remuneração.

Concursos no DF e Goiás: conselhos vão lançar editais e já têm banca escolhida

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, Distrito Federal, Goiás

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO/DF) e o Conselho Regional de Fonoaudiologia da 5ª Região (CRF-5), que abrange o Distrito Federal e Goiás, vão lançar concursos públicos em breve! Ambos já contrataram a banca organizadora que será responsável pelas seleções. Assim, caberá ao Instituto Quadrix, banca que já tem tradição em organizar concursos para conselhos, ministrar os processos seletivos.

Até o momento o que se sabe é que as chances serão para candidatos com formação escolar de níveis médio e superior e que a faixa de remuneração do CRF-5 será de até R$ 2.609,97. Aguardemos!

 

Conselho com edital lançado

Atualmente o Instituto Quadrix está organizando o concurso público do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 5ª Região, também em Goiás (Creci/GO), que está com as inscrições abertas. São 115 vagas com lotação nas cidades de Anápolis, Caldas Novas, Rio Verde e Valparaíso (esta faz parte do Entorno do DF).

As vagas serão para o cargo de profissional de suporte administrativo, que exige nível médio de formação. As inscrições estão disponíveis até as 23h59 de 16 de setembro. A taxa custa R$ 48. Saiba mais informações e como participar aqui! 

Justiça determina redução de carga horária a servidor que tem filho com deficiência

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O pedido de um servidor público para ter sua jornada de trabalho reduzida em 20% foi julgado procedente pela juíza do 1º Juizado Especial da Fazenda Pública do Distrito Federal. O pedido foi feito devido o servidor ser pai de uma criança com deficiência. A princípio, a solicitação havia sido negada, mas foi concluído pela magistrada que todos os requisitos necessários estavam corretos.

O servidor é vinculado a Secretaria de Saúde do Distrito Federal e baseou seu pedido o artigo 61 da Lei Complementar Distrital nº 840/2011, que garante a concessão de horário especial ao servidor que tenha cônjuge ou dependente com deficiência ou doença falciforme.

A contestação do DF foi por dúvidas em relação a alegação sobre a necessidade de acompanhamento do filho. “Cumpre observar que o relatório médico apresentado pelo réu é datado de 6/09/2016. Causa estranheza o fato de o autor buscar o judiciário para a redução de sua carga horária somente três anos após a emissão do relatório, o que gera dúvidas quanto a real necessidade de acompanhamento do menor por parte do genitor”, afirmou, nos autos, o Distrito Federal.

A juíza verificou que o laudo médico pericial foi elaborado pela própria junta médica da Secretaria de Saúde do DF, atestando a necessidade de acompanhamento do filho. A orientação médica era conceder a redução de jornada na proporção de 20%.

Após verificar o preenchimento dos requisitos legais e a comprovação do quadro de deficiência por junta médica oficial, a magistrada concluiu que “não há outro caminho à administração pública senão conceder o benefício atinente à redução de jornada à parte autora”. O pedido foi deferido sem a necessidade de compensação e sem qualquer redução salarial.

Secretário da Saúde do DF anuncia contratação de mais de 500 aprovados em concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A área de Saúde do Distrito Federal deverá receber, em breve, reforço por parte do governo. Em anúncio feito nesta terça-feira (29/1), o secretário da pasta, Osnei Okumoto, afirmou que vai contratar 561 candidatos aprovados no concurso público da SES/DF feito em 2014. Serão 296 técnicos de enfermagem, 162 médicos, 48 auxiliares e 36 especialistas e 19 enfermeiros, que serão distribuídos em unidades da rede pública ainda a serem divulgadas.

Além disso, quem já é servidor da área vai se beneficiar do investimento de R$ 300 milhões, que atenderá as reivindicações da categoria.

Em acordo com o GDF, os servidores da Saúde conseguiram ampliar a carga horária de trabalho de 20 para 40 horas, assim como a ampliação do banco de horas de 30 para 180 dias, além do pagamento das licenças-prêmio, convertidas em pecúnia de R$ 140 milhões, e que deverão ser pagas em até 36 vezes.

Segundo o governo, a previsão é de que as medidas anunciadas por Okumoto sejam detalhadas em fevereiro.

Auditor fiscal: Sefaz/DF publica contrato com Cebraspe

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O extrato de contrato entre a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal (Sefaz/DF) e o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) foi publicado no Diário Oficial (DODF), desta quarta-feira (19/12). Nele é possível verificar o valor estimado entre as partes para que o novo concurso para auditor fiscal da receita seja aberto. Serão gastos R$ 688.815,00. O contrato terá vigência de 12 meses a contar da assinatura, que ocorreu no último 17 de dezembro. O extrato de contrato ainda oficializou o valor da taxa de inscrição em R$ 55.

De acordo com a assessoria da Sefaz/DF, a banca tem até 30 dias para publicar o edital do certame, também a partir da data de assinatura do contrato.

O concurso ofertará 120 vagas, sendo 40 imediatas e 80 para formação de cadastro reserva. Candidatos com nível superior em qualquer área de formação poderão concorrer. A remuneração inicial da carreira é de R$ 14.970. O valor cobrado pela inscrição será R$ 55.

TCDF determina nomeação de mais aprovados do Procon

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Mais 21 aprovados do concurso público lançado em 2011 pelo Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon/DF) deverão ser nomeados. A posse dos novos servidores foi determinada pelo Tribunal de Contas do DF (TCDF), em substituição aos servidores comissionados remanescentes que não haviam sido nomeados em uma decisão anterior da Corte de Contas, de nomeação de 66 aprovados. Esses funcionários estavam exercendo indevidamente a função de efetivos.

 

O TCDF deu 30 dias para que a decisão seja cumprida. Os novos servidores vão ocupar o cargo de assessores técnicos.

 

O prazo de validade do concurso do Procon/DF, que estava suspenso até a nomeação de todos os candidatos aprovados dentro do número de vagas estabelecidas no edital, voltou a correr e o concurso estará válido até o início de junho de 2019.

 

O Tribunal de Contas do DF ainda lembrou que não há impedimento para nomeação de novos servidores, uma vez que os gastos com pessoal do DF estão abaixo do limite prudencial fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU) forma comissão para concurso de analista

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Após mais de cinco meses da autorização para lançamento do novo concurso público, o Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU/DF) formou a comissão que será responsável pela elaboração da seleção. Os nomes dos servidores designados para a função foram divulgados no Diário Oficial local (DODF) desta quinta-feira (29/11).

 

Eles devem apressar os trabalhos, já que o prazo limite para lançamento do regulamento é até dezembro deste ano! De acordo com o extrato de autorização, divulgado em junho, o edital de abertura da seleção deverá ser divulgado em, no máximo, 180 dias, ou seja, até o próximo mês.

 

Este será o primeiro concurso do cargo, criado em 2006. As vagas serão para ingresso na carreira Gestão de Resíduos Sólidos do Quadro de Pessoal do DF. Serão abertas 150 oportunidades para analista de gestão de resíduos sólidos, sendo 50 vagas de provimento imediato e 100 para formação de cadastro reserva. Atualmente, o posto tem vencimento inicial de R$ 5.070, para 30 horas de trabalho, e R$ 6.760, para 40 horas.

 

Funcionário esconde por 20 anos do Metrô/DF que era processado por estupro e é demitido

Publicado em 39 ComentáriosConcursos

Um funcionário da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô/DF) manteve em segredo, por mais de 20 anos da empresa, que estava sendo processado judicialmente por crime de estupro, cometido em dezembro de 1997. Ele chegou a ser condenado a oito anos de prisão e cumpriu pena recluso. Para despistar, ele pediu licença do trabalho para tratar de assuntos particulares por dois anos, até conseguir ficar em regime semiaberto e retornar as suas atividades. Entretanto, após ter ciência do delito, apenas em junho de 2017, o Metrô/DF demitiu o funcionário por justa causa. Ele, não satisfeito, reclamou a função em abril deste ano na Justiça, mas, nesta quinta-feira (20/9), o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) decidiu por manter a dispensa.

O funcionário começou a trabalhar no Metrô/DF em dezembro de 1998, ou seja, exatamente um ano após o crime, mas a condenação pelo estupro só saiu em abril de 2009. Ele pegou pena de oito anos, um mês e quinze dias. O trabalhador alegou que pediu a licença sem remuneração para não levar transtornos ou prejuízos à empresa e que conseguiu ir para o regime semiaberto antes que a licença acabasse. Ele ainda disse que em julho de 2017 obteve autorização para trabalhar, mas acabou sendo demitido.

 

Segredo

O juiz Osvani Soares Dias, da 3ª Vara do Trabalho de Taguatinga, revelou que o trabalhador não só escondeu do Metrô/DF que respondia criminalmente na Justiça, como também escondeu da própria Justiça que era funcionário público para inviabilizar qualquer decisão que colocasse sua função em risco. O juiz enfatizou que os contratos de emprego são regidos pela boa fé, o que demanda confiança e o dever de prestar informações mútuas e recíprocas. Além do fato de que, no caso de condenação criminal com pena privativa de liberdade superior a quatro anos, a perda do cargo ou função pública é efeito direto da condenação criminal e causa de demissão por justa causa. A decisão ainda cabe recurso.

 

 

* Com informações do TRT-10