PM e CBM de Mato Grosso do Sul anunciam concurso neste ano

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – Quem estava esperando uma chance para ingressar na carreira militar em Mato Grosso do Sul temos boas notícias! A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do estado formaram comissão de servidores para abertura de novo concurso público. A comissão será responsável pela escolha da banca organizadora da seleção e também vai ajudar na organização dos certames. De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB/MS), o objetivo é que o mesmo aconteça ainda neste semestre, para nomear os aprovados no decorrer de 2018.

 

A seleção será para provimento de cargos vagos de soldados e bombeiros. Atualmente, o quadro de militares do estado é de 5,9 mil pessoas, mas, de acordo com a Lei Complementar 203, de 2015, assinada pelo próprio governador, o efetivo ideal é que existam 9.458 servidores na corporação. Porém, ainda não se sabe o número de vagas que serão oferecidas nos certames.

 

Reinaldo ainda afirmou que a Secretaria de Justiça de Segurança Pública (Sejusp/MS) apresentou um planejamento para que sejam realizados concursos anualmente durante os próximos 12 anos.
Leia também: Bombeiros do Piauí e São Paulo abrem concursos com mais de 700 vagas 

Último concurso

Em 2013 aconteceu a última seleção para carreiras militares no estado de Mato Grosso do Sul. Ao total, foram 564 vagas oferecidas.

 

Para soldados foram 524 vagas. Os aprovados foram matriculados no curso de formação de soldados, com bolsa-aluno de R$ 1.540,95. Após a conclusão do curso, o salário passava para R$ 2.354. Já para oficiais foram 20 vagas, sendo apenas quatro para mulheres. Desse total, 10% reservadas para negros e 3% para índios. No curso de formação de oficiais, o aluno-oficial passava a receber o valor total de R$ 5.102,62.

 

Para participar das seleções, os interessados deviam ter altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres), idade entre 18 e 24 anos e Carteira de Habilitação Nacional (CNH) na categoria “B”.

 

Já no Corpo de Bombeiros, foram 20 vagas para oficiais da corporação, com apenas quatro para candidatas do sexo feminino. Durante o curso de formação, o aluno-oficial teve direito a ajuda de custo de R$ 3.303,33; mas como oficial, a remuneração oficial foi de R$ 7.021,63. Para concorrer foi preciso ter nível médio completo. O curso de formação de oficiais teve duração máxima de cinco anos.

Cerimônia de casamento de candidatos do concurso dos Bombeiros/DF é ameaçada por mudança de cronograma

Publicado em 10 Comentárioscarreira militar

Uma mudança na data de realização da avaliação psicológica do concurso dos Bombeiros do Distrito Federal pegou de surpresa um casal de candidatos que planejava se casar em setembro, em Fortaleza/CE. Antes prevista para acontecer de 19 a 22 de agosto, a etapa agora será feita entre 8 e 12 de setembro, segundo alteração publicada nesta quinta-feira (17/8) no site do Idecan, a banca organizadora da seleção. O período inclui a data da cerimônia de casamento de Huggo e Juliana Rodrigues, casal que planejou se unir em matrimônio há um ano e meio em 9 de setembro na capital cearense. Ambos concorrem aos cargos de oficial e soldado militar.

 

“O casamento será em Fortaleza, para mais de 60 pessoas, sempre foi nosso sonho casar na praia. Está tudo reservado: passagens, resort, lua de mel em Fernando de Noronha. Convidados de vários estados e inclusive de outros países confirmaram presença. Já gastamos entre R$ 20 e R$ 25 mil e está quase tudo pago – a última parcela será mês que vem. É complicado cancelar tudo, porque os fornecedores têm uma agenda de eventos e vamos pagar multa se o casamento não acontecer”, relata a noiva. A irmã de Juliana, Mariana, que é a madrinha do casamento, também concorre no concurso.

 

Segundo Juliana, o casório foi planejado para ser feito após a conclusão de todas as fases do certame, que deveriam ter sido finalizadas no primeiro semestre deste ano, mas as alterações no cronograma inicial, devido a acontecimentos como a reaplicação das provas, fizeram com que a seleção ainda esteja sendo realizada. “Eu mal dormi esta noite esperando sair esse novo cronograma. Foi uma surpresa hoje de manhã. A gente vem se organizando para dar tudo certo e agora esse transtorno. Realmente estou passando por um teste psicológico. Espero que o Idecan entenda que esse não é um evento comum”.

 

Entramos em contato com o Corpo de Bombeiros para saber se há alguma alternativa para o casal, mas a comissão do concurso do órgão informou que a etapa é de total responsabilidade da banca organizadora. O Idecan, por sua vez, nos informou que os candidatos devem mandar um e-mail o quanto antes explicando a situação para a equipe técnica, que vai avaliar o caso “da melhor forma possível”. Caso não haja um acordo entre as partes, o casal cogita entrar na Justiça e já acionou advogado.

 

Segundo Anderson de Morais, o advogado dos noivos, o edital de abertura dos concursos públicos se estabelece como lei entre as partes, o órgão e os candidatos. “Quando você se inscreve, você se adere à regra do edital. E esse regulamento não tem como prever situações excepcionais dos candidatos. Tem pessoas que na véspera de uma prova ficam doentes ou perdem um ente querido, por exemplo. No caso da Juliana e do Huggo eles planejaram o casamento antes de se inscreverem na seleção e, depois de analisar o cronograma, perceberam que o concurso estaria encerrado antes da cerimônia. Ou seja, eles não marcaram a data para o meio do concurso. Mas devido a atrasos e mudanças sistemáticas no cronograma, fatos de responsabilidade da banca, o término do certame foi empurrado e acatou prejuízo para os noivos”, explicou.

 

Mesmo assim, o advogado está esperançoso. “Acredito que, se não houver acordo entre as partes, o juiz entenderá que se trata de um caso fortuito e/ou de motivo de força maior, que caracterizam situações de imprevisibilidade e inevitabilidade. A alteração do cronograma da avaliação psicológica é um fator alheio a vontade dos dois, e, dentro do princípio da razoabilidade, o juiz pode dar o direito deles fazerem a prova no ultimo dia previsto para a etapa, para que eles não contrariem o edital e a Administração Pública também não se prejudique”.

 

fffffff

 

Liberalidade administrativa

Segundo Max Kolbe, advogado e membro da Comissão de Fiscalização de Concursos Públicos da OAB-DF, se a alteração não ferir os prazos mínimos elencados na Lei 4949/12 não há que se falar em ilegalidade. “O interesse da Administração deve prevalecer em face dos particulares. Além do mais, alterar datas de provas, desde que não desrespeite a lei, está dentro do juízo de conveniência e oportunidade da administração. Administrativamente, eles podem pedir para ficar no final da fila e alterar a data dentro do prazo estipulado. Porém, trata-se de mera liberalidade da Administração. Ou seja, ela corre o risco de perder a lua de mel e também não poderá pedir qualquer tipo de ressarcimentos por danos morais e/ou materiais, pois esse recurso não cabe nesta hipótese”.

 

Concurso conturbado

Desde quando lançada, em julho de 2016, a seleção do Corpo de Bombeiros enfrenta uma série de adversidades. Primeiramente, o edital trouxe polêmicas, como a alteração da data limite de idade para participar da seleção, a requisição do domínio da língua inglesa que seria desnecessária para o cargo, e a exigência de que as candidatas deveriam se submeter ao exame de papanicolau e a prova de virgindade para participar da seleção.

 

Em setembro do ano passado, as provas tiveram que ser prorrogadas por recomendação do Ministério Público, pois as inscrições tinham sido adiadas.

 

Em fevereiro deste ano as provas de oficiais foram anuladas, devido a ausência de folhas. Depois disso, candidatos foram ao Ministério Público reclamar de plágio nas provas.

 

Em março, o MPDFT voltou a recomendar a anulação do concurso para soldado devido a irregularidades diversas na aplicação das provas

 

O concurso oferece 779 vagas, com salários que vão de R$ 5.108,08 a R$ 11.654,95. As vagas são distribuídas nos cargos de oficial combatente (115), oficial médico (20), oficial cirurgião-dentista (4), oficial do quadro complementar (20), combatente (448), motoristas de viaturas (112), mecânico de veículos (55) e mecânico de aeronaves (5).

PM e CBM de Alagoas escolhem banca para novos concursos

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, segurança

Do CorreioWeb – Os concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas estão mais próximos. Isso porque a banca que será a responsável pela organização da seleção e aplicação das provas já foi escolhida: será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

 

Ainda não foi divulgado o número de vagas, mas já se sabe que serão contemplados os cargos de soldado e oficial combatente do quadro dos Bombeiros e o de soldado combatente da PM.

 

Segundo o governador do estado, Renan Filho, o edital para o concurso da PM já está pronto, “estamos aguardando a Assembleia Legislativa aprovar um Projeto de Lei que muda a lei de concursos para publicar o edital, a parte do governo está pronta, e eu estou muito ansioso para publicar”. O chefe do governo também destacou que esse será um dos maiores concursos para a área já feito na história de Alagoas.

 

Últimas seleções

O último concurso para a PMAL aconteceu em 2012 e também foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). O processo seletivo contou com 1.040 vagas e formação de cadastro reserva para os cargos de oficial e soldado, com salários de R$ 1.563,78 e R$ 2.200, respectivamente. Foram 38.184 inscritos, que se submeteram a uma prova objetiva e outra discursiva.

 

Já para o CBM, o último concurso foi em 2006, com 643 vagas para os cargos de soldado combatente (600, soldado músico (20), oficial de capelão católico (1), oficial de capelão evangélico (1), oficial enfermeiro (6) e oficial médico em diversas especialidades (15). Na época, a remuneração variou de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 para os cargos de oficial e soldado, respectivamente.

Concursos com 1.150 vagas para Bombeiros e PM/AL ainda neste mês

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – O Governo de Alagoas está finalizando os editais de abertura dos novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do estado. A previsão, de acordo com o governador  Renan Filho, é de que os regulamentos sejam publicado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de eventos (Cebraspe), que é a banca organizadora escolhida, ainda neste mês.

 

Deverão ser abertas 1.000 vagas para a Polícia Militar e 150 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar. O governo também adiantou que as provas serão aplicadas em dias distintos para ambas as corporações, com uma semana de intervalo entre os exames, dando oportunidade a quem deseja se inscrever às duas seleções. A idade máxima para os inscritos será de 30 anos.

 

O último concurso dos Bombeiros aconteceu em 2006 e contou com 663 vagas. Os salários variaram de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 e foi organizado pela Comissão Permanente do Vestibular da Universidade Federal de Alagoas (COPEVE/AL).

 

Por sua vez, a última seleção de cargos efetivos para a Polícia Militar ocorreu em 2012. Foram abertas 40 vagas para o curso de formação de oficiais combatentes e 1.000 vagas para o cargo de soldado combatente. A remuneração inicial era de R$ 1.047,65 para o soldado aluno, podendo chegar a R$ 2.200 com o aproveitamento do curso. O Cebraspe também foi a banca organizadora.

 

Ainda em Alagoas

Um novo concurso público será aberto pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). De acordo com o órgão, a previsão é de que o regulamento da seleção seja divulgado ainda neste ano. No momento, a comissão de servidores responsáveis pelo concurso já está formada e discute a contratação da banca organizadora, que deve ocorrer em junho. Leia mais em: Tribunal de Justiça de Alagoas anuncia lançamento de edital

PM e Bombeiros de Alagoas vão abrir 1.150 vagas

Publicado em 1 Comentáriocarreira militar

O Governo de Alagoas está finalizando o edital para a realização dos novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é a instituição responsável pela elaboração dos certames.

 

A previsão é para que o concurso seja destinado ao provimento de 1.000 vagas na Polícia Militar e 150 no Corpo de Bombeiros Militar do estado. O governo já adiantou que as provas serão aplicadas em dias distintos para ambas as corporações, com uma semana de intervalo entre as duas provas, dando oportunidade a quem deseja se submeter às duas seleções. A idade máxima para os inscritos será de 30 anos.

 

O último concurso dos Bombeiros aconteceu em 2006 e contou com 663 vagas. Os salários variaram de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 e foi organizado pela Copeve.

 

Por sua vez, a última seleção de cargos efetivos para a Polícia Militar ocorreu em 2012. Foram abertas 40 vagas para o curso de formação de oficiais combatentes e 1.000 vagas para o cargo de soldado combatente. A remuneração inicial era de R$ 1.047,65 para o soldado aluno, podendo chegar a R$ 2.200 com o aproveitamento do curso. O Cebraspe também foi a banca organizadora.

 

Ainda em Alagoas

Um novo concurso público será aberto pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). De acordo com o órgão, a previsão é de que o regulamento da seleção seja divulgado ainda neste ano. No momento, a comissão de servidores responsáveis pelo concurso já está formada e discute a contratação da banca organizadora, que deve ocorrer em junho.

 

De acordo com o desembargador Alcides Gusmão da Silva, presidente da comissão, “Os trabalhos estão dentro da programação prevista pela comissão, aguardando ainda a sanção do projeto. Nossa intenção é que até o final do ano o concurso seja realizado”, afirmou. Leia mais em: Tribunal de Justiça de Alagoas anuncia lançamento de edital

Secretaria de Segurança de Santa Catarina autoriza concursos com 815 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Saiu no Diário Oficial de Santa Catarina uma nova autorização para que a Secretaria de Segurança Pública abra 815 oportunidades efetivas em novos concursos. Serão contemplados, com novos servidores, o Corpo de Bombeiros Militar, com 300 chances para o posto de soldado de 3ª classe; a Polícia Civil, com 194 vagas para escrivães (classe IV), 200 para agentes (classe I), 49 para peritos oficiais (classe I) e duas para técnicos periciais (classe I); e a Polícia Militar, com 70 oportunidades para cadetes que vão ingressar no curso de formação de oficiais.

A resolução, publicada no dia 16 de maio, ainda autorizou a nomeação de 340 candidatos já aprovados em concursos anteriores, sendo 45 delegados, 234 agentes e 61 auxiliares periciais.

Santa Catarina
O último concurso lançado para o estado de Santa Catarina foi aberto nesta semana. A Defensoria Pública do estado publicou o edital de abertura com 20 oportunidades para o cargo de defensor substituto. Podem concorrer pessoas com nível superior em direito e com experiência mínima de três anos de atividades jurídicas. A remuneração é de R$ 7.350.

As inscrições podem ser feitas de 22 de maio a 21 de junho pelo site da empresa organizadora do concurso a Fundação Carlos Chagas (FCC). A taxa de participação custa R$ 250. O concurso reserva 5% das chances para candidatos com deficiência.

A prova objetiva será aplicada em 23 de julho. Haverá ainda duas provas discursivas, nos dias 16 e 17 de setembro, além de prova oral de 16 a 18 de dezembro e prova de títulos.

Inicialmente, o último concurso abriu, em 2012, 60 vagas para o cargo de defensor público de terceira categoria, e depois o número de chances duplicou, e todas as 120 oportunidades foram preenchidas. A seleção foi organizada pelo próprio órgão, que aplicou provas objetivas, práticas, avaliação oral e de títulos. As inscrições custaram R$ 200, na época.

Corpo de Bombeiros de Goiás define banca examinadora de seleção

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

O Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) já tem banca examinadora definida para a realização de seu novo concurso público. A escolhida foi a Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (Funrio). A seleção tem como objetivo preencher 290 vagas, sendo 250 para soldado de terceira classe e 40 para cadete.

O edital de abertura está previsto para ser publicado até a última semana de setembro, para que as inscrições sejam abertas em outubro.

Polícia Militar

A PMGO está com as inscrições abertas para preencher 2.500 oportunidades de nível superior, divididas entre os cargos de soldado de terceira classe (2.420 vagas ) e cadete (80 vagas). Inscreva-se aqui.

Rollemberg anuncia edital dos Bombeiros para hoje

Publicado em 1 Comentáriocarreira militar, Distrito Federal
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Causando furor na comunidade concurseira da capital federal, o governador Rodrigo Rollemberg publicou, em sua página oficial do Facebook, que o concurso público do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal será lançado nesta sexta-feira (1º/7). Até o fechamento dessa matéria, o documento não foi publicado no Diário Oficial local nem na página do Idecan, empresa que vai organizar a seleção. Segundo o governador, serão abertas 779 vagas a serem preenchidas em 2017, 2018 e 2019, sendo 115 para oficiais e 664 praças.

 

Como adiantado pelo Correio, do total de vagas 448 serão para soldados, 115 para oficiais combatentes, 112 para soldados condutores e operadores de viaturas, 55 soldados de manutenção de equipamentos e veículos, 20 oficiais complementares, 20 oficiais médicos, cinco soldados para manutenção de equipamentos e aeronaves e quatro oficiais cirurgiões-dentistas.

 

O último concurso contou com convocação recorde. Saiba mais em: Corpo de Bombeiros Militar do DF vai abrir concurso

Novo concurso para os Bombeiros do Rio Grande do Norte deve abrir 50 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos

Um novo concurso com 50 chances para o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte está prestes a ser lançado. As oportunidades serão para candidatos de nível médio, nos cargos de soldado (42) e oficial (8). Os salários devem variar entre de R$ 2.904 e R$ 7.986, respectivamente. A assessoria da Secretaria de Segurança Pública do estado informou que o edital deve ser publicado até junho deste ano.

 

Apesar de a autorização do processo seletivo ainda depender da atualização de trâmites orçamentários, a empresa organizadora da seleção já foi escolhida, será a Idecan. O concurso estava previsto para 2014, mas em razão da mudança de gestão do poder Executivo do estado, este e os demais concursos locais ficaram paralisados.

 

Ainda segundo a assessoria, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte está autorizando somente concursos para reposição de vacâncias.

 

A última seleção foi realizada há dez anos, em 2006, e disponibilizou 70 vagas para o cargo de soldado do quadro de praças. A organização da seleção foi de responsabilidade da Consultec. Dentre as fases, houve prova objetiva, exames de saúde, exames de avaliação de condicionamento físico e o curso de formação de soldados, com a duração de seis meses.

Bombeiros do DF, IBGE e bons salários: o que bombou na semana de Concursos

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, Distrito Federal, Governo federal, segurança

Corpo de Bombeiros Militar do DF vai abrir concurso
Mais um concurso militar está confirmado para o Distrito Federal. Além da Polícia Militar, que vai abrir seleção com mais de 50 vagas, agora o Corpo de Bombeiros lançará edital. De acordo com o extrato de contrato, divulgado no Diário Oficial local, a nova seleção já tem banca organizadora escolhida. Serão vagas para oficiais e praças. Saiba quantas vagas podem sair em breve e entenda como foi a última seleção.

Bombeiros do DF contam suas estratégias de estudo para aprovação
Com o anúncio de que o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal vai abrir concurso público em breve, não há tempo a perder. Afinal, a expectativa é que mais de 700 oportunidades para oficiais e praças sejam abertas. E nada melhor do que aprender com quem já conseguiu ser aprovado na última seleção, em 2011, e hoje trabalha para a corporação. Conheça as histórias dos aprovados e saiba como se prepararam para a prova objetiva e para o teste físico.

IBGE: mais de 88 mil vagas serão abertas até junho
Se 2016 ainda está fraco para o lançamento de concursos grandes, o primeiro semestre do ano ainda guarda as melhores vagas. Nada menos do que 88.416 oportunidades serão abertas em concursos a serem oferecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até junho. Os editais já foram autorizados pelo Ministério do Planejamento e, segundo informações da assessoria do órgão, o que está faltando é apenas a conclusão do processo de escolha da banca organizadora. Não perca as oportunidades e confira a distribuição de vagas e cargos na matéria. Há ainda, dicas de especialista para passar nos exames do concurso de 600 vagas.

Cartórios do DF arrecadam mais de R$ 218 milhões anuais
Quem procura carreiras com ótimos rendimentos deve ficar atento aos concursos públicos para tabelião. No Brasil, há 13.550 cartórios, sendo que 4.692 ainda estão ‘vagos’, ou seja, são ocupados por profissionais interinos que não realizaram concurso público, o que contraria a Constituição de 1988. No Distrito Federal, existem 37 cartórios extrajudiciais, que juntos faturaram aproximadamente R$ 218.524.291 milhões no ano passado, segundo levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Saiba mais sobre os faturamentos nacionais e sobre como esse setor pode gerar oportunidades vantajosas.

16 concursos com inscrições abertas pagam mais de R$ 10 mil
Órgãos de 10 estados brasileiros abriram concursos públicos com salários que variam de R$ 10.047,03 a R$ 27.500,17. No total, 1.245 vagas são oferecidas para os níveis fundamental, médio e superior em tribunais de justiça, prefeituras, câmara municipal e defensoria pública. Há oportunidades para diversos cargos, dentre eles os de juiz, defensor e médico. Confira as melhores opções e fique atento ao prazo para se inscrever.