Plenário do STJ (Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
#Luiz Gurgel de Faria toma posse como ministro do STJ Plenário do STJ (Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

STJ se justifica por não oferecer muitas vagas em novo concurso público

Publicado em Poder Judiciário

Um dos concursos públicos mais esperados pelos concurseiros decepcionou pelo baixo número de chances imediatas. Segundo o edital de abertura, publicado nesta terça-feira (16/1), no Diário oficial da União, apenas cinco chances foram abertas no novo concurso do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o restante é para formação de cadastro reserva. O próprio órgão se justificou publicamente pelo baixo quantitativo de oportunidades ao afirmar que “embora o STJ tenha cargos por preencher, inicialmente estão sendo oferecidas vagas em apenas uma área de atividade/especialidade devido a limitações orçamentárias”.

O critério para as nomeações consta no edital de abertura da seleção, e determina que “ao Tribunal reserva-se o direito de proceder às nomeações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e com o quantitativo de vagas existentes, condicionado o provimento de cargos ao atendimento das disposições da Emenda à Constituição nº 95, de 15 de dezembro de 2016, bem assim do previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias e na Lei Orçamentária Anual dos respectivos exercícios de vigência do concurso”.

O edital também prevê o aproveitamento de aprovados por outros órgãos do Poder Judiciário.

Histórico de nomeações do STJ
Para se ter uma ideia, no último concurso público lançado pelo STJ, em 2015, foram abertas 65 vagas imediatas e o restante para formação de cadastro reserva. Durante o prazo de validade da seleção, foram convocados 220 aprovados, ou seja, 238% a mais do que o previsto com relação às chances imediatas.

Concorra aqui
As inscrições poderão ser feitas de 26 de janeiro a 19 de fevereiro, e as taxas vão de R$ 70 a R$ 85. Serão aplicadas provas objetivas e discursivas para todos os postos em 8 de abril. Saiba mais sobre a distribuição dos cargos e sobre os salários do concurso em: STJ abre concurso público com salários de R$ 6 mil a R$ 11 mil

  • Carioca68

    Se com 65 vagas, o STJ chamou somente 220 imagina com 5 vagas no concurso de 2018.

    • SETHDF

      E pode contar com uns 100.000 inscritos e uma prova para recrutar astronautas para a NASA.

      • Marcus Soares

        Para ser ATORnauta da NASA basta ser maçom, saber atuar e ficar em frente a um fundo verde do Chroma Key, ou saber mergulhar para fingir caminhadas espaciais.

      • Marcus Soares

        Para ser ATORnauta da FARSA basta saber atuar, ficar na frente de um fundo verde, ou então saber mergulhar.

  • Lucas

    Lógico, não era nem pra rolar concurso por no mínimo uns 5 anos, não estão dando conta de pagar nem os que que já estão dentro, ainda querem convocar mais??? Vai tirar dinheiro de onde pra pagar todo esse pessoal?

    • Elias Moreira

      Ninguém morre, é demitido ou aposenta?

      • Lucas

        Ser demitido do serviço público é quase impossível, sou engenheiro concursado da COPASA e já fui concursado pela PMMG e sei o que digo, eles não dão conta de pagar nem o piso da classe, ganho muito mais com serviços particulares do que no serviço público, mesmo após se aposentar a maioria segue no serviço público como contratado por já conhecer bem o sistema e para manter o padrão de vida da época de concursado, porque aposentadoria no Brasil é foda, e a questão da morte eu não acredito que venha a influenciar em algo, uma vez que não deve existir nem pesquisas a respeito de morte de funcionários públicos que não sejam policiais e etc… infelizmente não estão tendo condições de pagar os servidores, dividiram meu salário em 3x diversas vezes. Sou totalmente contra a abertura de novos concursos por pelo menos uns 5 anos, isso está prejudicando quem já está lá…

        • Elias Moreira

          Os aposentados que morrem desoneram o orçamento. Dependo do órgão, passar mais 5 anos sem concurso pode significar a paralização de atividades. Alguns já estão há tempos sem concurso. É preciso repor pelo menos na mesma quantidade com que morrem os aposentados, como estava fazendo o TRF1.

    • Marcus Soares

      É só parar de roubarem, parar de pagar escola para filho de juiz, o vale puta também deveria ser cortado.

  • Mark Lawrence
    • Fredy Ramos

      aconteceu isso comigo na Dataprev… uma das instituições mais desonestas quanto aos concursos…

  • Fabio Oliveira

    Para os sites do cursinhos, GranConcursos , JC concursos, CERs, ect.. tá tudo indo de vento e popa! Vai ser chamado todo mundo hahaha hahaha hahaha hahah hahah hahah

    • Fredy Ramos

      desse jeito. eu nem olho mais lá. só querem vender e os alunos que se fodam.