CBNFOT220220171306
CBNFOT220220171306

Ministros de tribunais superiores podem ser escolhidos por concurso público

Publicado em Sem categoria

Do CorreioWeb – Está em tramitação no Senado Federal a Proposta de Emenda à Constituição 52/2015, de autoria do senador Reguffe (sem partido-DF), que determina a realização de concurso público para o preenchimento de vagas de ministros e conselheiros dos principais tribunais superiores e dos tribunais de contas do país.

 

A PEC determina que seja por meio de concurso público de provas e títulos o ingresso nos cargos de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), do Tribunal de Contas da União (TCU), assim como conselheiros dos tribunais de contas dos estados, municípios e do Distrito Federal. Além disso, a proposta prevê que o mandato desses cargos seja de cinco anos.

 

De acordo com Reguffe, a medida valoriza a independência dos poderes e trará isenção para as instituições. O senador ainda acrescenta que é inaceitável que as partes de um processo apontem aqueles que julgarão as suas causas, da mesma maneira que é inviável que os chefes do Poder Executivo definam os juízes que vão julgar a regularidade das suas contas.

 

A proposta está na Comissão de Justiça e Cidadania e ainda aguarda designação de relator.

* Com informações da Agência Senado.

  • Raimundo

    Não tenho dúvida de que, o concurso público,seria a melhor maneira de escolher os ministros dos tribunais superiores, inclusive os ministros do STF.

  • Daniel Rodrigues da Silva Júni

    Gostei da proposta, mas…

    cinco anos apenas de mandato?
    E depois já aposenta com salário integral?

    :-)