EBSERH é autorizada a abrir concurso com mais de 6.000 vagas para combater coronavírus

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Bolsonaro, Coronavírus, Empresa pública, Governo federal, Ministério da Economia, Ministério da Educação, Poder Executivo, Saúde

Após ser anunciado pelo governo federal, na semana passada, que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), abriria mais de 6.000 vagas temporárias, para atuação em 40 hospitais universitários federais vinculados, a autorização já saiu no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (30/3).

Segundo a publicação, serão 6.381 vagas abertas. A iniciativa se dará por edital de chamamento público, com previsão de publicação do edital já nesta semana.

Estão previstas aproximadamente 900 vagas para médicos, 1.400 enfermeiros, 3.000 técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

 

Segundo anúncio do ministro da Educação, Abraham Weintraub, trata-se de uma antecipação do governo Bolsonaro para substituição de profissionais de saúde que, infelizmente, devem vir a adoecer devido ao atendimento de enfermos na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Assista:

 

 

Segundo o presidente da estatal, Oswaldo Ferreira, “estamos em um momento em que temos que nos dedicar ainda mais à nossa missão de cuidar. Somos a linha de frente no combate a uma pandemia mundial e a população brasileira depende de todos nós que atuamos na área da saúde. A Rede Ebserh está fazendo a sua parte e o reforço de nosso contingente vai ao encontro das necessidades desse período tão delicado”, declarou.

 

A autorização também foi comemorada pelo próprio presidente Bolsonaro em um post em seu perfil pessoal no Twitter:

 

 

A EBSERH afirmou que as medidas adotadas estão alinhadas à Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional pela Organização Mundial da Saúde, à Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional do Ministério da Saúde e ao Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus.

GDF nomeia 180 aprovados em concursos para enfrentamento do coronavírus

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Coronavírus, Distrito Federal, DODF, GDF, Ibaneis Rocha, Nomeação, Poder Executivo, Saúde

Depois de abrir seleção pública para contratação emergencial de profissionais de saúde pelo IGESDF, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) publicou a nomeação de 180 profissionais aprovados em concursos públicos, em uma edição extra do Diário Oficial local de quarta-feira (18/3), para ajudar no enfrentamento do coronavírus.

 

“Estamos cumprindo as determinações do governador Ibaneis Rocha, para dar celeridade ao combate a esta pandemia. Trata-se de um conjunto de ações articuladas e a nomeação de mais profissionais de saúde é fundamental para o sucesso de todas as medidas adotadas,” destaca o secretário de Saúde, Francisco Araújo.

 

Entre os nomeados estão 15 médicos intensivistas adulto, aprovados em concurso de outubro de 2017, além de 10 pneumologistas, 10 infectologistas, 40 médicos emergencistas, 40 cirurgiões geral – trauma e 20 médicos de ortopedia e traumatologia. Um total de 45 enfermeiros obstetras, aprovados em concurso realizado em março de 2018, também foram convocados.

 

“Tem sido empreendido um esforço conjunto das equipes do governo para darmos a resposta que a população espera, entregando saúde com qualidade para todos. Essa ação também significa um olhar sensível para os profissionais de saúde, que têm enfrentado um sistema sobrecarregado em razão da situação de incerteza e preocupação com o Coronavírus,” afirmou a subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida.

 

De acordo com o governo, em até 35 dias, os nomeados já poderão reforçar as equipes nas unidades de saúde pública do Distrito Federal.

Seleção do IGESDF

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) abriu contratação de pessoal, em caráter temporário e emergencial, para selecionar médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem. O objetivo é atender as demandas de urgência e emergência da população na rede de saúde pública do Distrito Federal no combate ao novo coronavírus.

 

A seleção será para os cargos de enfermeiro (urgência e emergência), técnico em enfermagem (urgência e emergência), médico pneumologista, médico anestesiologista, médico clínico geral, médico infectologista e médico imunologista. Os cargos para médicos serão de 20h e os de técnico e enfermeiro, de 36h.

 

Os candidatos serão avaliados por análise curricular e os aprovados serão contratados de forma temporária, por seis meses.

 

O número de vagas será de acordo com as necessidades para atender as demandas de urgência e emergência da população na rede de saúde pública do Distrito Federal no combate ao novo coronavírus.

 

O IGESDF também está com outras seleções abertas. Saiba como participar de todas aqui!

 

*Com informações da SES/DF

 

Compartilhe a notícia no FórumCW!

Subsecretário de saúde de Minas demite servidores que já haviam pedido exoneração

Publicado em Deixe um comentárioSaúde

Cecília Emiliana, do Estado de Minas – Treze funcionários com cargos de confiança da subsecretaria de inovação e logística da saúde – braço da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) – se desligaram oficialmente do órgão nessa quarta-feira (4/3).

A exoneração, que inclui o subsecretário Bruno Carlos Porto, quatro superintendentes, oito diretores e duas assessoras, ocorreu durante um ato na Cidade Administrativa, na presença de diversos integrantes da pasta. Com isso, a estrutura, composta por 18 postos de gestão, ficou com apenas cinco cargos ocupados.

O principal motivo alegado para a saída em massa é a insatisfação com a gestão e a conduta do secretário Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, bem como do adjunto, Luiz Marcelo Cabral Tavares.

Depois de protocolarem as exonerações, os servidores tiveram o pedido negado por Amaral, que não acatou as demissões e desligou os funcionários como se a iniciativa partisse da SES-MG.

O Estado de Minas teve acesso aos requerimentos assinados pelos funcionários, em que eles pedem a saída do órgão, datados de 3 de março. “A versão que eles contam é uma tentativa de distorcer a verdade. Quem pediu para sair fomos nós”, alega um servidor, sob condição de anonimato.

 

Acusações

Ex-funcionários da SES-MG, que preferiram não se identificar, fazem acusações graves aos gestores em questão. Entre elas, a pressão por compra de medicamentos como a insulina em quantidade maior que a necessária para beneficiar laboratórios e representantes da indústria farmacêutica.

Os secretários também teriam tentado impor aos servidores a aprovação de prestação de contas de obras que não foram entregues conforme as exigências do contrato.

“O estado deve cerca R$ 450 milhões a instituições filantrópicas de saúde, como a Santa Casa, relativos a procedimentos de média e alta complexidade. Esse valor já poderia ter sido quitado se a verba não tivesse sido desperdiçada com essas irregularidades, ou com medicamentos desnecessários. (Os gestores) queriam nos obrigar a comprar certos remédios em excesso, sendo que temos esses mesmos produtos vencendo no estoque ”, afirmou um funcionário desligado.

Outra queixa dos servidores diz respeito à falta de medidas adequadas de combate ao coronavírus. “O secretário assumiu uma postura que é de não fazer nada. Ficamos preocupados porque algumas providências precisam ser tomadas agora, como compra de equipamentos e medicamentos. Em breve, (esses insumos) vão começar a faltar no mercado”, diz o servidor.

 

SES-MG responde

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais justificou a saída dos funcionários da Subsecretaria de Inovação e Logística em Saúde como “adaptações necessárias aos serviços prestados pela pasta”.

As acusações de pressão para compra de medicamentos, bem como para a aprovação indevida de prestações de contas não foram comentadas pela pasta até a publicação desta matéria.

A SES/MG listou, por fim, as ações de combate ao coranavírus que teria promovido até o momento, tais como:

  • Investigação epidemiológica e hospitalar dos casos suspeitos;
  • Monitoramento dos contatos de casos suspeitos;
  • Monitoramento de pessoas assintomáticas que tiveram história de viagem à China nos últimos 14 dias, durante período de possível surgimento de sintomas e transmissibilidade;
  • Elaboração e divulgação do Plano Estadual de Contingência para Emergência em Saúde Pública Infecção Humana pelo SARS-cov-2 (Doença pelo Coronavírus – Covid-2019);
  • Reuniões técnicas conjuntas (SES-MG, SMSA-BH, Funed, Fhemig – HEM e HIJPII, Anvisa e BH Airport);
  • Reunião diária pela equipe de investigação e acompanhamento;
  • Realização de videoconferências com as unidades regionais de saúde;
  • Reunião de Comitê de Monitoramento de Eventos com pauta para atualização da situação do COVID-2019 em Minas, no Brasil e no mundo;
  • Reunião com Grupo Assessor;
  • Elaboração do Protocolo de COVID-2019;
  • Elaboração de Nota Técnica nº 5/SES/SUBPAS-SAPS-DPAPS-CEAPS/2020 que traz orientações aos profissionais das equipes de Atenção Primária à Saúde sobre o COVID-2019;
  • Implantação da Unidade de Resposta Rápida (URR) composta por médicos infectologistas que estarão atuando diretamente no COE-MG;
  • Solicitação de compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para atendimento aos casos suspeitos e profissionais que prestam atendimento;
  • Elaboração de Nota Técnica nº 01 Coes 2019-NCoV: Monitoramento e manejo de casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo 2019-NCoV;
  • Solicitação de campanha de mídia com orientações de higiene respiratória visando reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas pelo COVID-2019;
  • Divulgação de informações do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde e demais orientações para as unidades regionais de saúde.
  • Divulgação da Nota Técnica nº 9/HEMOMINAS/TEC/2020, que torna inapto por 30 dias o candidato a doação de sangue que veio da China.
  • Apresentação da situação epidemiológica e ações de enfrentamento do Coronavírus em Minas Gerais em reunião de Comitê Intergestores Bipartite (CIB) na data de 13/02/2020.

Cursinho promove semana gratuita de eventos para concursos na área da Saúde

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Saúde

Os concurseiros que estão se preparando para concursos públicos na área da saúde podem se animar! O Gran Cursos Online está realizando, nesta última semana de janeiro, um evento gratuito onde os professores farão um panorama completo das melhores oportunidades na área. A chance também será para os candidatos que sonham em ingressar no serviço público ou que ainda estão em dúvida sobre para qual certame devem se preparar.

O evento será realizado até a próxima sexta-feira (31), horário de Brasília. Ao longo de toda semana, os professores apresentarão os tópicos mais importantes do conteúdo e farão uma análise detalhada dos concursos previstos, indicando as melhores oportunidades para 2020.

Os eventos são gratuitos e transmitidos pelo canal do Youtube do cursinho. Não é necessário ser aluno para participar. As inscrições podem ser realizadas aqui. 

As aulas ficarão disponíveis no canal do cursinho!

Confira o cronograma

Segunda-feira (27/1): serviço social, com os professores Aline Menezes, Thiago Bazi e Douglas Gomes

Terça-feira (28/1): enfermagem, com as professoras Fernanda Barboza e Amanda Menezes e o professor Victor Roberto

Quarta-feira (29/1): odontologia, com o professor Daniel Miranda e a professora Mariana Cortês

Quinta-feira (30/1): farmácia, com as professoras Débora Juliane e Adriana Marangon

Sexta-feira (31/1): psicologia, com a professora Fabíola Izaias

Secretaria de Saúde do DF nomeia novos servidores e aumenta carga horária

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Distrito Federal, GDF, Nomeação, Poder Executivo, Saúde
Victória Olímpio* – A rede pública de saúde do Distrito Federal vai nomear 148 novos profissionais, dentre médicos, enfermeiros e pessoal da área técnica! Os aprovados terão até 30 dias para tomar a posse.
.
“As nomeações vão fortalecer vários serviços da rede, tais como UTI Neonatal, Doenças Raras, Ginecologia e Obstetrícia, Oncologia e Emergência Clínica. Além da área médica, teremos um aporte de técnicos em contabilidade para atuar na área de gestão de custos e administração geral, incrementando as equipes da área meio que lidam com os mais diversos processos de trabalho da administração central,” apontou a subsecretária de Gestão de Pessoas, Silene Almeida.
.
Até o momento, foram chamados 10 farmacêuticos e 82 médicos de várias especialidades, como medicina de família, pediatria, cardiologia e hematologia. De acordo com a subsecretária, as contratações fazem parte da política prioritária da gestão determinada pelo governador Ibaneis Rocha, que é a melhoria na assistência e a recuperação do sistema de saúde do DF.
.

Aumento da carga horária

Outra ação da Secretaria foi a ampliação de 20 para 40 horas semanais a carga horária de 71 servidores da pasta, com o intuito de reforçar a assistência à população. A região administrativa de Brazlândia foi a mais beneficiada, com 22 técnicos de enfermagem com a jornada de trabalho estendida.
.
“A ampliação em Brazlândia vai possibilitar o funcionamento adequado da Sala Amarela do Pronto-socorro do hospital, deixando a Sala Vermelha mais efetiva para atender aos casos mais graves. Essa é uma ação articulada para promover a melhor assistência à população daquela região”, afirmou a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Almeida.
.
Outros hospitais que também foram beneficiados com a mudança foram  os hospitais do Gama (HRG), Asa Norte (Hran), Paranoá (HRL), Sobradinho (HRS), Ceilândia (HRC) e Materno Infantil de Brasília (Hmib), além de áreas estratégicas, como o Complexo Regulador do Distrito Federal (CRDF) e unidades das regiões de Saúde Oeste e Sudoeste.
.

Sobre a ampliação

A mudança também será algo positivo para os cofres públicos, visto que as ampliações foram feitas em vagas de retratação. “Ou seja, são de servidores que tinham carga horária de 40 horas, pediram a redução para 20 horas e voltaram para 40 de novo. Esse banco de horas fica disponível para atender as necessidades da gestão, e usamos para fortalecer os serviços nos locais onde precisam da ampliação”, disse Silene Almeida.
.
Com a ampliação, 1.420 horas a mais serão ofertadas, estando inclusos 20 médicos, 36 técnicos de enfermagem, sete técnicos administrativos, três enfermeiros, um fisioterapeuta, um psicólogo, um cirurgião dentista, um técnico em higiene bucal e um auxiliar operacional de serviços diversos (AOSD) em ortopedia.
.
Este ano foi ampliada a carga horária de 470 servidores, totalizando em 9,4 mil horas a mais de atendimentos à população. No mês de setembro 328 profissionais foram contemplados.
.
* Com informações da Agência Brasília
* Estagiária sob supervisão de Lorena Pacheco

Iges DF ultrapassa a marca de 3 mil contratações em 2019

Publicado em Deixe um comentárioSaúde

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges DF), responsável pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital de Base (HB) e Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), ultrapassou a marca de 3 mil contratações em 2019. Segundo informações do instituto, até novembro deste ano, já foram contratados 3.169 empregados.

As primeiras contratações, feitas entre janeiro e maio, somaram 614 novos trabalhadores. Depois, com o lançamento do processo seletivo que ofereceu 2.420 vagas, em maio, foram contratados mais 2.555 profissionais até o último 5 de novembro.

Segundo Francisco Araújo, diretor-presidente do Iges DF, “quando a população chega à unidade de saúde, ela busca atendimento. Nós queremos que ela seja atendida de forma humanizada, com qualidade, rapidez e precisão, por isso, contratamos profissionais e completamos as escalas para garantir que haja melhoria nesse cenário.”

Outra medida que visa disponibilizar os profissionais quando for preciso, foi a criação do médico de sobreaviso, assinada por Araújo na semana passada. Trata-se de médicos que serão convocados para substituir faltosos, ampliar o atendimento em horário de pico ou atender em situações emergenciais.

Seleção do Iges/DF aberta

Com prazo de inscrição se encerrando nesta terça-feira (12/11), o Iges DF oferta uma vaga para médico de cirurgia do trauma. O salário para 12h é de R$ 4.974,90, para 18h é de R$ 7.462,35 e para 24h, R$ 9.949,80. O regime de trabalho é CLT e a lotação é na Asa Sul, Brasília/DF. Os candidatos serão avaliados por análise curricular, testes presenciais, avaliação técnico-comportamental, testagem psicológica, e entrevistas. Confira o edital completo aqui. 

EBSERH confirma: concursos com 2.250 vagas serão publicados na próxima segunda!

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Saúde

Falta pouco, bem pouco, para que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) publique os editais de abertura de seus novos concursos públicos! De acordo com a assessoria da estatal, a divulgação do edital está confirmada para a próxima segunda-feira (4/11).

O extrato do edital de abertura será publicado no Diário Oficial da União. Já o edital completo estará disponível nos sites das respectivas bancas organizadoras, e também no site da EBSERH e (claro) no site de Concursos, do CorreioWeb.

Serão abertas, ao todo, 2.250 vagas, sendo 1.363 vagas em um concurso nacional para 40 unidades em todo país, incluindo hospitais, complexos hospitalares e a sede da Ebserh, em Brasília. Destas, estão previstas 448 vagas para médicos de 69 especialidades, 800 vagas para profissionais da área assistencial e 115 administrativos. A banca organizadora é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Já o segundo concurso contará com 887 vagas para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Serão 173 vagas para médicos de 71 especialidades, 614 vagas para a área assistencial e 100 administrativos. Em ambos os casos, os números podem variar em 25% para acréscimos ou supressões. Nesta caso, a banca organizadora é a Fundação Vunesp.

Em ambos os concursos, os candidatos passarão por duas etapas de seleção: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional.

 

Informações exclusivas

Em entrevista exclusiva, cedido ao Papo de Concurseiro, no mês passado, o presidente da EBSERH, Rodrigo Barbosa, nos adiantou que as datas de aplicação das provas serão em 2 de fevereiro de 2020, para o concurso nacional; e em 9 de fevereiro de 2020, para o Hospital de Uberlândia. “A expectativa é de que os concursos sejam homologados em abril e maio, respectivamente,” contou.

Outra informação exclusiva é que o concurso vai formar cadastro de reserva! O diretor confirmou também que haverá sim vagas para o Hospital Universitário da Universidade de Brasília (HUB) e para a sede da EBSERH, em Brasília.

Também já dá para ter noção da faixa salarial dos cargos! Segundo Barbosa, os salários vão variar de cerca de R$ 2.500, para nível médio (área administrativa), até R$ 12.000, para 24 horas semanais de trabalho, para médicos. Veja a entrevista completa aqui! 

 

Gostou da notícias? Comente no Fórum CW!

Em entrevista exclusiva, diretor da EBSERH revela data de novos concursos!

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Distrito Federal, DOU, Governo federal, Ministério da Educação, Saúde

Em entrevista exclusiva ao Papo de Concurseiro, o diretor de gestão de pessoas da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Rodrigo Barbosa, afirmou que os editais de abertura dos próximos concursos públicos da estatal serão lançados já em 4 de novembro! Ou seja, em menos de um mês!

Barbosa ainda adiantou as datas de aplicação das provas, que serão em dias diferentes: em 2 de fevereiro de 2020, para o concurso nacional; e em 9 de fevereiro de 2020, para o Hospital de Uberlândia. “A expectativa é de que os concursos sejam homologados em abril e maio, respectivamente,” previu.

Outra informação exclusiva é que o concurso vai formar cadastro de reserva! Ou seja, dependendo das vagas nos hospitais e do orçamento, a EBSERH poderá chamar mais aprovados do que as 2.250 vagas já previstas.

O diretor confirmou também que haverá sim vagas para o Hospital Universitário da Universidade de Brasília (HUB) e para a sede da EBSERH, em Brasília; mas não afirmou com precisão a quantidade de oportunidades para estes locais. “Estamos esperando a finalização de um concurso de movimentação, que iniciamos internamente. Somente a partir daí teremos o número exato de vagas de cada lotação.”

Também já dá para ter noção da faixa salarial dos cargos! Segundo Barbosa, os salários vão variar de cerca de R$ 2.500, para nível médio (área administrativa), até R$ 12.000, para 24 horas semanais de trabalho, para médicos.

Sem nota de corte

Segundo Barbosa, como a demanda para a área médica é muito grande, a própria área de gestão de pessoas da EBSERH sugeriu que não houvesse nota de corte para candidatos a médico. Isso quer dizer que qualquer candidato que for aprovado estará automaticamente classificado, seja nas vagas imediatas ou no cadastro reserva.

“É muito difícil encontrar médicos, há uma rotatividade muito grande e nós não queremos experimentar períodos com faltas,” disse o diretor.

Haverá vagas para as áreas médica, assistencial e administrativa! Saiba mais aqui! 

 

Escolha das bancas organizadoras

Sobre a escolha das bancas organizadoras, divulgadas nesta terça-feira (8/10), por meio de dispensa de licitação, Barbosa explicou que a decisão pelo IBFC (para o concurso nacional) e pela Fundação Vunesp (para a seleção de Uberlândia) foi tomada após um processo seletivo baseado em vários requisitos técnicos, com avaliação de atestados de capacidade técnica e da proposta financeira.

“Acrescentamos ainda visita in loco às entidades, já que em alguns casos tivemos experiências anteriores que não foram positivas. Vimos também que algumas instituições estavam querendo apresentar atestado de capacidade técnica não da própria empresa, mas de funcionários, e não vimos isso como um ponto 100% positivo. Avaliamos ainda condições de segurança, logística, pessoal já contratado e em atividade… isso tudo somou pontos e chegamos nesse resultado.”

Próximos concursos da EBSERH terão edital até o fim do ano; bancas saem amanhã

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Poder Executivo, Saúde

De acordo com a assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), os próximos concursos públicos da estatal vinculada ao Ministério da Educação terão seus respectivos editais de abertura publicados até o fim deste ano (2019). Já nesta terça-feira (8/10) serão divulgados os nomes de duas bancas organizadoras que serão responsáveis pelos certames. O chamamento público para contratação das examinadoras foi publicado no último 12 de agosto.

 

Os concursos preveem a contratação de 2.000 profissionais para 40 hospitais universitários federais no país. O primeiro é um concurso nacional, que vai oferecer 1.363 vagas em 40 unidades em todo o país, incluindo hospitais, complexos hospitalares e a sede da Ebserh, em Brasília. Estão previstas 448 vagas para médicos de 69 especialidades, 800 vagas para profissionais da área assistencial e 115 para a área administrativa.

 

Já o segundo concurso conta com 887 vagas para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). São 173 vagas para médicos de 71 especialidades, 614 vagas para a área assistencial e 100 administrativos.

 

Nos dois concursos, os candidatos passarão por duas etapas de seleção: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional.

 

De acordo com o diretor de Gestão de Pessoas da Ebserh, Rodrigo Barbosa, a Empresa não conta com cadastro de reserva vigente e, por outro lado, há um déficit de, aproximadamente, 20% no quadro de pessoal.

 

Leia também: Justiça determina que Ebserh deverá contratar pessoas com deficiência aprovadas em concursos 

Sesau AL: Governador de Alagoas anuncia concurso com 800 vagas na área da saúde

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Saúde

Foi anunciada, pelo governador do estado de Alagoas, Renan Filho, a autorização para realização de um novo concurso para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau/AL). O anúncio foi feito durante a inauguração do Hospital da Mulher Dra. Nise da Silveira, o primeiro de Alagoas totalmente dedicado à saúde da mulher.

A previsão é que sejam ofertadas 800 vagas, para todas as categorias, inclusive para assistentes sociais e terapeutas ocupacionais. O governador destacou que até o fim deste ano o estado vai lançar o edital do certame.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau/AL), as datas específicas para definição da comissão organizadora e publicação do edital ainda não foram definidas.

Em junho, o governador anunciou que previa a realização de um novo concurso para contratação de profissionais para os cinco novos hospitais que estão em construção. Ele afirmou que seria avaliada a possibilidade de mais de um concurso para substituir profissionais que já estejam na rede ou para os novos hospitais.

Outras autorizações em Alagoas

A Secretaria de Fazenda do Alagoas (Sefaz/AL) também está autorizada a realizar um novo concurso público. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) já está definido para organização e realização do certame.

De acordo com a assessoria, o intuito do órgão é disponibilizar, a princípio, 60 vagas para o cargo de auditor fiscal da receita estadual e 25 para auditor de finanças e controle de arrecadação (AFCA). O salário inicial é de aproximadamente R$ 9 mil para auditor fiscal e cerca de R$ 8 mil para auditor de finanças.