Com salário de R$ 7,6 mil, PMERJ abrirá concurso em setembro

Foto: Divulgação/PMERJ
Publicado em 3 Comentárioscarreira militar

Do CorreioWeb – O próximo concurso para oficiais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) foi autorizado pelo governador Luiz Fernando Pesão. De acordo com a corporação, o edital de abertura será publicado até o final de setembro. Serão 37 oportunidades para segundo-tenente, posto que exige nível superior, com remuneração de R$ 7.605,10 – apesar do número de vagas, atualmente há em torno de 350 cargos vagos.

 

Os interessados no concurso deverão ter até 30 anos de idade e ser bacharel em direito. Os candidatos aprovados serão inscritos no curso de formação de oficiais em janeiro de 2019. O curso tem duração de dois anos, em período integral, e é realizado na Academia de Polícia Militar Dom João VI.

 

Após a conclusão do curso, os candidatos serão promovidos ao posto de aspirante e depois de oito meses, período previsto para estágio, o aspirante será integrado ao Quadro de Oficiais da PM como segundo-tenente.

 

Concurso 2017

Em 2017, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade) foi a banca organizadora do último concurso para o posto. Na época, foram abertas 50 vagas, mas apenas 37 candidatos foram aprovados e estão matriculados no curso de formação de oficiais. A previsão é que essa turma seja diplomada em 2019.

 

Os candidatos foram classificados de acordo com as notas obtidas nas seguintes etapas: prova objetiva, redação, exame antropométrico, teste de aptidão física, exame psicológico, de saúde, social e documental.

 

As provas foram aplicadas nas cidades de Angra dos Reis/RJ, Resende/RJ, Rio de Janeiro/RJ, Nova Iguaçu/RJ, Cabo Frio/RJ, Macaé/RJ, Niterói/RJ e Nova Friburgo/RJ.

 

Foram cobrados conhecimentos em direito administrativo, constitucional, penal, processual penal e direito penal militar. A prova objetiva teve 60 questões de múltipla escolha. Prepare-se pelo edital, disponível aqui.

 

PMSP abre 2.700 vagas

A Polícia Militar de São Paulo (PMSP) publicou edital com 2.700 vagas para soldados de segunda classe, tanto para homens quanto para mulheres. Os profissionais receberão salários de R$ 3.143,70. Os requisitos básicos para participar da seleção são: ter nível médio completo e idade mínima de 17 e máxima de 30 anos. Além de ter altura mínima de 1,55m para mulheres e 1,60m para homens.

Irmãos tentam fraudar concurso da PM com celular escondido em gesso

Foto: Divulgação/PMSE
Publicado em 4 Comentárioscarreira militar

Os irmãos pernambucanos Hygor Ayslan Oliveira Lima, 28 anos, e Aylton Hytalo Oliveira de Lima, 26 anos, foram presos em flagrante durante tentativa de fraudar o concurso da Polícia Militar de Sergipe (PMSE). As provas para o posto de soldado, que oferta 200 vagas, foram aplicadas no último domingo, 1º de julho, para 20.871 inscritos. De acordo com informações do governo de Sergipe, eles já estavam sendo observados por policiais à paisana que se passaram por fiscais do Instituto Brasileiro de Capacitação e Formação (IBFC), a banca organizadora do concurso.

 

Ainda segundo as informações do governo local, eles eram candidatos do concurso e faziam as provas na mesma sala de aula, na Universidade Tiradentes (Unit). Mesmo sendo proibido, um dos irmãos teria sido flagrado com um celular debaixo da carteira, após o aparelho tocar. O outro, após a entrega da prova, foi abordado pela polícia e submetido a exame de Raios-X, onde um outro celular teria sido encontrado escondido dentro do gesso que protegia o braço esquerdo, com uma suposta fratura.

 

O governo afirmou que o flagrante é fruto de medidas prévias, entre a banca e a PMSE, tomadas para se evitar fraudes, e que o IBFC aplica em seus concursos uma metodologia de auditoria de gabaritos que permite a verificação de respostas coincidentes, “permitindo total segurança quanto à lisura do certame”. Dessa forma, o concurso seguirá seu curso conforme previsto no edital. O gabarito já foi publicado e pode ser conferido aqui.

 

Os irmãos, que já responderam por crime semelhante no Piauí, foram encaminhados ao Complexo de Operações Policiais Especiais.

O concurso

O concurso ainda vai contar com teste de aptidão física, avaliação psicológica, pesquisa de conduta social, da reputação e idoneidade e curso de formação. O salário após o curso é de R$ 3.370.

Polícia Militar de Alagoas abrirá novo concurso com 500 vagas

Foto: Divulgação/PMAL
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

O Governo de Alagoas anunciou que em breve será aberto mais um concurso público para a Polícia Militar do estado, com 500 vagas para o cargo de soldado combatente. A previsão é de que o edital de abertura seja publicado entre 9 e 12 de junho! A notícia foi divulgada no Diário Oficial de Alagoas, desta segunda-feira (4/6).

No documento, também foi informado que a banca contratada para o concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O contrato foi no valor de R$ 1.212.314,49 e tem vigência de 24 meses.

Os candidatos serão testados por prova objetiva, avaliação médica das condições de saúde física e mental, teste de aptidão física e investigação social. A prova objetiva será executada em Maceió/AL e Arapiraca/AL. Todas as demais etapas serão realizadas apenas em Maceió/AL. Para concorrer é necessário ter nível médio completo.

1.000 soldados

Para quem tem interesse na carreira policial, o ideal é acelerar o ritmo dos estudos a partir do edital publicado em 2017, pela PMAL, também divulgado pelo Cebraspe. No próximo 8 de junho, 1.000 aprovados desta seleção, também para o posto de soldado, serão convocados para posse. O concurso teve 57.382 inscritos.

A prova objetiva foi composta por 120 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, noções de informática, atualidades, legislação pertinente ao policial militar de alagoas, noções de direitos humanos, noções de processo penal, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, matemática e ciências sociais. Esta etapa de avaliação ocorreu em 29 de outubro e teve duração de 3h30.

Os convocados ingressarão no curso de formação de soldados e receberão salário de R$ 1.367,15. Após a conclusão do curso, serão promovidos a soldado combatente, com remuneração de R$ 3.522,88. A jornada de trabalho é em regime integral de dedicação exclusiva.

Mais concursos de PM’s

Polícia Militar de RR abre concurso público com 400 vagas

Corpo de Bombeiros e Polícia Militar de Mato Grosso do Sul abrem 650 vagas

PM e Bombeiros do Espírito Santo devem abrir mais de 400 vagas em maio

Foto: Divulgação/PMES
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – Devem ser publicados ainda em maio os editais dos mais novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo. A novidade foi anunciada por Nylton Rodrigues, Secretário de Segurança Pública local, durante visita aos municípios de Castelo e Mimoso do Sul, onde serão construídas duas novas delegacias.

Os interessados em concorrer devem priorizar os estudos para os concursos que estão sob responsabilidade do Instituto AOCP, empresa que vai aplicar as avaliações. Em março, estava previsto que a seleção ofereceria 417 vagas, distribuídas nos cursos de formações de oficiais da PM (30) e do CBM (7), soldados combatentes da PM (250) e do CBM (120) e soldados músicos da PM (10). As remunerações para os cargos variam de R$ 3.272,06 a R$ 6.716,48.

Último concurso

Para direcionar os estudos, o interessante é utilizar o último edital lançado em 2014, para a PMES como base. A seleção foi para o cargo de soldado combatente, sob a organização da Exatus Promotores de Eventos e Consultoria.

O concurso ofereceu 500 vagas e classificou os candidatos por prova objetiva com 70 questões de múltipla escolha, prova de redação, prova de títulos, exame de aptidão física, exame psicossomático, investigação social, exames de saúde e curso de formação de soldados (QPMP-C).

Para concorrer às vagas foi necessário ser brasileiro, ter idade mínima de 18 anos e máxima de 28 no dia de inscrição no concurso, ter altura mínima de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres, estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos, ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo na categoria “B” e ter nível médio completo.

Durante o curso de formação o aluno, de acordo com o edital, receberia salário no valor de R$ 1.112,14, depois de aprovado, o candidato receberia salário no valor de R$ 2.631,97.

Contratada banca para organizar novos concursos da PM e CBM do Espírito Santo

Assinatura do contrato com a banca organizadora. Foto: Divulgação/Sesp/ES
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Após autorização para abertura de concursos públicos em novembro do ano passado, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo (Sesp/ES) anunciou que contratou a banca organizadora para as novas seleções da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estaduais. Dessa forma, caberá ao Instituto AOCP contratar os próximos oficiais e praças combatentes bombeiros e os próximos oficiais combatentes e praças músicos da PM.

De acordo com a pasta, a expectativa é que o edital seja divulgado em maio, com 417 oportunidades de nível médio. Desse total, 250 vagas são para formação de soldados combatentes da PM, 120 para soldados combatentes do CBM, 30 para oficiais da PM, sete vagas para Oficiais do CBM e 10 vagas para soldados músicos da PM (sendo cinco vagas para clarineta em si bemol, uma para trompa em fá, duas para trombone em si bemol, uma para tuba em si bemol e uma para percussão).

A secretaria estima que 60 mil pessoas devem participar dos concursos.

Quando as seleções foram autorizadas, o secretário de segurança pública, André Garcia, afirmou que o objetivo é que os certames sejam realizados o mais rápido possível. “A partir de 2019 os soldados já estarão fazendo estágio operacional, já armados nas ruas servindo à população”.

O último concurso para a PMES aconteceu em 2013, quando foram oferecidas 40 vagas para oficiais com salário inicial de R$ 2.355,12. Para o CBM, foi em 2011, com 200 vagas e remuneração de R$ 2.295,30.

Leia também: Polícia Civil do Espírito Santo é autorizada a abrir concurso com 173 vagas

Concursos no Espírito Santo serão gratuitos para quem não declara imposto de renda

Sefaz/ES

Após cancelar nesta semana seleção lançada em março, um novo processo seletivo simplificado já foi aberto, nesta sexta-feira (27/4), pela Secretaria da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz/ES). São oferecidas novamente 15 vagas temporárias para técnicos de nível superior em sistemas de informação, ciência da computação e engenharia da computação. O salário é de R$ 4.443,60, além de auxílio alimentação (R$ 300). Inscreva-se aqui!

Concurso para PM e Bombeiros da Paraíba exclui língua estrangeira do edital

Foto: PMPB/Divulgação
Publicado em 1 Comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – O concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros da Paraíba retirou as disciplinas de língua estrangeira do conteúdo programático previsto inicialmente pelo edital. O aditivo foi publicado no Diário Oficial da Paraíba sob a justifica de “otimizar” o processo seletivo. Ao todo, são oferecidas 1.000 oportunidades para quem possuir nível médio.

O candidato deveria escolher entre responder 10 questões de inglês ou espanhol. Agora, com a retirada do conteúdo, foram adicionadas cinco questões de língua portuguesa e cinco de noções de direito. As duas disciplinas são os dois primeiros critérios de desempate do concurso.

A prova escrita, prevista para 29 de abril, consiste em uma prova objetiva com 80 questões de múltipla escolha em que constarão as disciplinas de: língua portuguesa (20 questões), raciocínio lógico (10), geografia e história da Paraíba (10), noções básicas de informática (10), e noções de direito e sociologia (30).

Para concorrer os interessados ainda devem ter altura mínima de 1,65m para o sexo masculino e de 1,60m para o sexo feminino, completar no mínimo 18 anos e no máximo 32 anos no ano da matrícula no curso, estar em pleno gozo dos direitos civis e políticos e não ter antecedentes criminais. Saiba mais novidades sobre o concurso aqui.

Vagas
São 900 oportunidades para a Polícia Militar, sendo 850 para o sexo masculino e 50 para o feminino. As 100 vagas restantes são para o corpo de Bombeiros. São 90 oportunidades destinadas ao sexo masculino e 10 para o sexo feminino. O salário para ambos os cargos é de R$ 3.202,60 após a conclusão do curso de formação.

As inscrições de ambos os cargos devem ser feitas pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), banca organizadora do certame, até 9 de abril. A taxa custa R$ 70.

PMDF quer soldados que falem inglês
Uns retiram a língua estrangeira, mas outros incluem. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), por exemplo, incluiu o inglês pela primeira vez na prova para soldado do concurso público recentemente lançado. São oferecidas 2.024 vagas e as inscrições continuam abertas para o posto até 4 de abril.

A corporação quer que os soldados sejam capazes de se comunicar em inglês, com a justificativa de que o domínio da língua é fundamental para melhor atender os turistas estrangeiros, cada vez mais comuns em Brasília. Saiba mais aqui.

PM e Bombeiros de Pernambuco vão oferecer 580 vagas em novo concurso público

Foto: Divulgação/Nicácio Júnior/CBM/PE
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros de Pernambuco definiram o Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (Iaupe) como a banca organizadora de seu próximo concurso público. Foi divulgado nesta sexta-feira (16/3), no Diário Oficial do estado, que o certame oferecerá 500 vagas para o cargo de praça da Polícia Militar (PMPE), para a graduação inicial de soldado, 60 para os cargos de oficiais e de 20 para os cargos de oficiais do Corpo de Bombeiros Militares (CBMPE), ambos no posto inicial de segundo tenente. A contratação da banca foi no valor estimado de R$ 4.134 milhões.

Se a publicação do novo edital seguir o molde do último certame realizado em 2016, as vagas para a PMPE devem ser para nível médio, e como pré-requisito os inscritos devem ter altura mínima de 1,65m para homens e 1,60 para mulheres, ter idade mínima de 18 e máxima de 28, além de carteira de motorista na categoria B.

O Iaupe também organizou o concurso passado da corporação e elaborou uma prova objetiva com 70 questões, cobrando os seguintes conhecimentos: língua portuguesa (15), matemática (10), geografia (10), história (10) e direitos e garantias fundamentais (15). As demais etapas de avaliação do certame consistiam em exames de saúde, de aptidão física, aptidão psicológica e investigação social de caráter eliminatório.

O aprovado fez o curso de formação e habilitação de praças com bolsa-auxílio de formação profissional correspondente a R$ 970,42. Após a formação, o aluno é nomeado como soldado da PMSE e a remuneração passou a ser de R$ 2.319,88.

Bombeiros
Já para o Corpo de Bombeiros, as oportunidades serão apenas para o nível superior. Assim como para a PMPE, os interessados devem ter altura mínima de 1,65m para homens e 1,60 para mulheres, ter entre 18 e 28 anos e carteira de motorista na categoria B.

Suposta violação de malote de provas no concurso da PMTO é registrada em boletim de ocorrência

Foto: Divulgação/PMTO
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, fraude

Do CorreioWeb – Um boletim de ocorrência, registrado no último domingo (11/3), na 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Arraias, em Tocantins, colocou em xeque o concurso público da Polícia Militar estadual. Segundo o relato, um malote de provas foi supostamente violado na aplicação dos exames para soldado e oficial. Também foi encontrado pela banca organizadora, a AOCP Concursos Públicos, um smartphone no banheiro da Faculdade Católica  Don Orione, em Araguaína/TO, outro local de aplicação das provas. O aparelho foi entregue para a delegacia da cidade, pois o dono ainda não foi localizado.

 

A AOCP afirmou estar ciente dos ocorridos e que as devidas providências serão tomadas caso alguma irregularidade seja encontrada. A respeito do possível malote violado, a banca informou que realmente havia um malote danificado, mas que ele foi recolhido, enviado para perícia e devidamente substituído por outro, dando andamento à prova.

 

Além disso, a banca classificou como “fatos corriqueiros” o recolhimento de celulares e fato de alguns candidatos não portarem documento com foto, o que não compromete o desenrolar do certame.

Foto: Divulgação/PMTO
Foto: Divulgação/PMTO

Pela amanhã de domingo foram aplicadas as provas para o cargo de oficial a 8.530 candidatos, o que corresponde a 81,46% do total de inscritos. No período vespertino, aconteceu a aplicação das provas para o Curso de Formação de Soldados, com um total de 63.602 candidatos presentes – 83,61% dos inscritos.

 

O certame vai agora para a próxima etapa de avaliação, o teste de avaliação física (TAF), que deve ocorrer nos próximos 30 dias. Após o TAF, há ainda teste psicotécinico, teste clínico, e por último, investigação social. Os gabaritos preliminares já estão disponíveis no site www.aocp.com.br/, os gabaritos definitivos devem ser publicados dentro de 10 dias.

 

O concurso

O edital para formação de soldados visa o preenchimento de 1000 vagas, para nível médio. Do total, são reservadas 900 chances para candidatos do sexo masculino e 100 para candidatas do sexo feminino. Durante o curso, a remuneração é de R$ 2.215,10, após a aprovação no curso o salário passa a ser de R$ 4.455,46

 

Já o segundo edital, reserva 40 chances para formação de oficiais, sendo 36 para o sexo masculino e quatro para o sexo feminino. Para concorrer é necessário possuir formação em nível superior. Durante o período de formação, o salário de cadete é  de R$ 4.499, 52, após a aprovação o cadete será declarado aspirante a oficial, permanecendo neste posto por período mínimo de seis meses, com remuneração de R$ 8.382,10

 

Havendo vagas, o militar passará a concorrer ao primeiro posto do oficialato, iniciando-se no círculo de oficiais da PMTO podendo chegar ao posto de coronel.

Concurso público para PM e Bombeiros do Rio Grande do Sul é suspenso

pm mulheres(1)
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, suspensão, Tribunal de contas

O Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul (TCE/RS) decidiu suspender os concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado. Na medida cautelar, o edital das seleções deve ter dois pontos corrigidos imediatamente, sob risco de imposição de outras medidas mais severas.

 

Na determinação, o conselheiro-relator do processo, Algir Lorenzon, argumenta que o fato de o pagamento da Guia de Recolhimento da taxa de inscrição ser somente no Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), item 6.2.8 do edital, figura como restrição ao livre acesso aos cargos públicos, além de causar ônus desnecessário aos interessados. O relator acredita que a Brigada Militar deveria disponibilizar o pagamento para instituição financeira presente em todos os estados brasileiros – a taxa de participação é de R$ 187,77.

 

O segundo ponto a ser modificado é o item 3.16 do edital. Nele não é estabelecido limite de idade para candidatos militares estaduais, enquanto os demais candidatos civis só poderão concorrer se não tiverem completado 29 anos até a data de inscrição nos concursos (conforme o item 3.3).

 

A Brigada Militar pode recorrer da decisão em até cinco dias, contados a partir de 5 de março.

 

Justificativas

Em relação ao pagamento da inscrição apenas no Banrisul, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago, afirma que não tinha outra opção, já que na época do lançamento do edital, em janeiro deste ano, era o único banco disponível para tal finalidade. No documento, o coronel ressalta que não foi oferecida à BM uma solução alternativa, que permitisse a emissão de boleto bancário, ou outra forma possível de pagamento, em qualquer instituição financeira do território nacional. Também explica que foram consultados diversos órgãos e não foi apontado qualquer vício de forma ou de legalidade nos editais.

 

Quanto aos limites de idade diferenciados para candidatos civis e militares, Dal’Lago informou que a questão foi respondida previamente pela assessoria jurídica do Gabinete do Comandante-Geral, que concluiu “estar a Instituição cumprindo a legislação, não opondo óbice ao entendimento do Supremo Tribunal Federal – STF” – trecho retirado da medida cautelar. Confirma a medida cautelar aqui.

 

O concurso

As inscrições para Polícia Militar (200 vagas) e para o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (50 vagas) foram encerradas em 1º de março. Para concorrer, os interessados devem ter nível superior em ciências jurídicas e sociais. As vagas são para ingresso no curso superior de Bombeiro Militar, que terá duração de até dois anos. Ao concluir o curso, o aluno-oficial será declarado capitão no Quadro de Oficiais de Estado Maior, com remuneração de R$ 11.620,55, para 40 horas de trabalho por semana.

*Com informações do TCE/RS.

PM e Bombeiros do Mato Grosso do Sul vão lançar concursos com 650 vagas

Foto: CBM/MS/Divulgação
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, segurança

Está formada a comissão que vai organizar os próximos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul. Nesta quinta-feira (25/1), a composição da comissão foi divulgada pelo governo local. Serão abertas 650 vagas, sendo 450 para a PM e 200 para o CBM.

 

Foi antecipado ainda pelo secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, que para os Bombeiros serão oferecidas 23 vagas para ingresso no curso de formação de oficiais do Quadro de Oficiais Combatentes; 153 vagas para o curso de formação de soldados do Quadro de Praças; 12 vagas para o Quadro de Oficiais de Saúde e outras 12 para o Quadro de Oficiais Especialistas. E para a PM serão 50 vagas para o curso de formação de oficiais; 388 para o curso de formação de soldados e 12 vagas para o Quadro de Oficiais de Saúde.

Requisitos

Quem quiser concorrer os candidatos civis deverão ter até a data de encerramento das inscrições a idade mínima de 18 anos e no máximo de 30 anos. Já no caso de ingresso nos quadros de oficiais de Saúde e de oficiais especialistas de ambas as corporações, os candidatos deverão possuir a idade máxima de 34 anos.

 

Os concorrentes ao posto de soldado devem ter nível médio; quem quiser se oficial Combatente deve ter nível superior em direito; oficiais médicos devem ter graduação com especialização na área exigida e registro no Conselho de Fiscalização Profissional; e para ser oficial especialista será necessário curso de graduação na área exigida pela corporação.

 

Ambos os concursos serão compostos por prova escrita, exame de aptidão mental (exame psicotécnico), exame de saúde, exame de capacidade física, investigação social e prova de títulos (para oficiais apenas).

 

Atualmente, o quadro de militares do estado é de 5,9 mil pessoas, mas, de acordo com a Lei Complementar 203, de 2015, assinada pelo próprio governador, o efetivo ideal é que existam 9.458 servidores na corporação. Saiba mais aqui.