PCDF, PRF, PF, TCU: Confira agenda de lives gratuitas de preparatórios de concursos

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Carreira policial, Dicas de estudo, Distrito Federal

IMP Concursos

Estatística para PCDF
Prof. Walter Sousa
06/07 às 08h30

 

Legislação Específica PCDF
Prof. Vinicio Ferreira
06/07 às 15h

 

Licitações para PCDF
Prof. Sérgio Gaúcho
07/07 às 08h30

 

Interpretação de texto para PCDF
Profª Raquel Cesário
07/07 às 14h

 

Direito Administrativo para PCDF
Prof. José Trindade
07/07 às 15h

 

Gramática para PCDF
Prof. Fernando Moura
07/07 às 15h

 

Matemática para PCDF
Prof. Elton Soares
07/07 às 18h

 

Redação Discursiva para PCDF
Profª Vânia Araújo
08/08 às 08h30

 

Processo Penal para PCDF
Prof. Thiago Medeiros
08/08 às 15h

 

Licitações para PCDF
Prof. Sérgio Gaúcho
08/07 às 12h

 

Estatística para PCDF
Prof. Walter Sousa
08/07 às 08h30

 

Direito Administrativo para PCDF
Prof. José Trindade
09/07 às 08h30

 

Interpretação de texto para PCDF
Profª Raquel Cesário
09/07 às 14h

 

Gramática para PCDF
Prof. Fernando Moura
09/07 às 15h

 

Processo Penal para PCDF
Prof. Thiago Medeiros
09/08 às 19h

 

Legislação Específica PCDF
Prof. Vinicio Ferreira
10/07 às 08h30

 

Licitações para PCDF
Prof. Sérgio Gaúcho
10/07 às 12h

 

Redação Discursiva para PCDF
Profª Vânia Araújo
10/08 às 15h

Confira todas aqui! 

 

Gran Cursos Online

Polícia Civil do DF (PCDF)

Treinamento Intensivo

Entre os dias 06 e 11 de julho,
Estatística, Contabilidade, Direitos Humanos, Informática, Ética, Língua Inglesa e Língua Portuguesa
Acesse aqui 

 

Bateria de questões
Entre os dias 06 e 10 de julho, às 10h e 22h
Acesse aqui 

 

Nova Lei de Abuso de Autoridade
Terça-feira (07 de julho), às 18h
Acesse aqui 

 

Como controlar a ansiedade para a PCDF
Terça-feira (07 de julho), às 18h
Acesse aqui 

 

Luaula-PCDF
Sexta-feira (10 de julho), às 22h
Acesse aqui 

 

Maratona PRF
Domingo (12 de julho), às 8h
Acesse aqui 

 

Maratona Receita Federal
Domingo (12 de julho), às 8h
Acesse aqui 

 

Direção Concursos

07/7, 19h
Edital PCDF: Mapa da prova de Informática para Agente
com professor Victor Dalton
Acesse aqui 

 

07/7, 20h
Entrevista com Leandro Humberto – Agente da PF
Acesse aqui 

 

08/7, 19h
Concurso TCU: análise detalhada das matérias do edital
com prof. Marcel Guimarães
Acesse aqui 

 

09/7, 10h
Concurso TJ RJ: ainda dá tempo?
Com Thaiane Santos
Acesse aqui 

 

10/7, 14h
Português em exerícios para PCDF
com professor José Maria
Acesse aqui 

 

11/7, 8h30
Direito Administrativo para PCDF
com professor Erick Alves
Acesse aqui 

Presidente do TCDF define regime de teletrabalho para servidores

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Coronavírus, Distrito Federal, DODF

Uma nova portaria foi publicada pela presidente do Tribunal de Contas do Distrito Federal, Anilcéia Machado, alterando a forma de trabalho dos servidores públicos do órgão, devido à pandemia de coronavírus. A portaria de número 102 foi publicada no Diário Oficial local (DODF) desta quarta-feira (1/4).

O horário de funcionamento do Tribunal será das 13h às 17h, com o mínimo de servidores indispensável à continuidade dos serviços.

Ficam estabelecidas as seguintes medidas temporárias de prevenção à transmissão e ao contágio do novo coronavírus (SARS-COV-2), agente causador da Covid-19, no âmbito do Tribunal de Contas do Distrito Federal:

 

– suspender o atendimento presencial aos públicos externo e interno, salvo em exceções;

– restringir ao estritamente indispensável a realização de reuniões presenciais de grupos de trabalho, comissões, comitês e assemelhados, devendo ser utilizada, preferencialmente, a forma de teleconferência ou outro meio eletrônico;

– suspender a realização de eventos presenciais de capacitação e treinamento, devendo ser dada preferência a modalidades alternativas caso o evento não possa ser reprogramado para momento posterior;

– vedar a realização de viagens a trabalho;

dar prioridade à modalidade teletrabalho, flexibilizando-se os requisitos de metas adicionais de desempenho e as restrições de quantidade de servidores referentes a este regime de trabalho;

– suspender as atividades presenciais, não essenciais, que não sejam compatíveis com o trabalho remoto;

– reduzir ao nível mínimo necessário as atividades internas essenciais, incompatíveis com o trabalho remoto, mantendo-se apenas o indispensável para a continuidade do funcionamento do Tribunal;

– suspender os prazos processuais relativos a processos físicos e eletrônicos, em tramitação no Tribunal, excetuados os processos urgentes;

– suspender o atendimento interno presencial a servidores, aposentados e pensionistas, referente a questões funcionais e administrativas, devendo ser assegurada a prestação dos serviços básicos por meio eletrônico ou por telefone;

– suspender a entrada de público externo nos edifícios sede e anexo do Tribunal; entre outras medidas.

Durante o período de aplicação do trabalho remoto, os servidores do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares submetidos a este regime devem estar disponíveis para contato telefônico ou eletrônico, no horário correspondente à sua jornada habitual de trabalho.
Às chefias incumbe designar as atividades a serem realizadas em regime de teletrabalho e acompanhar a realização dos serviços por meio de sistemas informatizados ou outras formas de monitoramento; além de homologar a frequência do servidor, fazendo constar, no campo próprio da folha de ponto eletrônica, o registro do regime de teletrabalho.

Nas situações em que for indispensável o comparecimento ao local de trabalho, para fins de realização de atividade presencial, caberá à chefia imediata estabelecer as escalas e horários.

As tarefas desempenhadas pelos estagiários serão realizadas exclusivamente de forma remota.

A portaria ainda define o que são consideradas atividades essenciais, o que os servidores que tenham contato ou convívio direto com caso suspeito ou confirmado de coronavírus devem fazer e determinações que devem ser seguidas por terceirizados. Confira sua íntegra aqui.

Procon DF prorroga prazo para conclusão de estudos de novo concurso pela segunda vez

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira fiscal, GDF

Parece que vai demorar mais um pouco para que o concurso público do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon/DF) seja publicado. Pela segunda vez, o órgão prorrogou o prazo de conclusão dos trabalhos do Grupo de Trabalho criado para elaboração de estudos técnicos que tem como objetivo a realização do concurso público.

De acordo com a portaria 75, divulgada no Diário Oficial local (DODF), o grupo tem mais 30 dias, a contar de 23 de novembro, para a conclusão dos referidos estudos. Ou seja, até o fim de dezembro.

A comissão organizadora do concurso foi constituída em setembro deste ano. Compete ao grupo de trabalho o envio dos dados, documentos e informações que subsidiarão a tomada de decisão quanto à realização do certame, especialmente no tocante: às vagas a serem preenchidas por cargo/especialidade e à justificativa da necessidade de serviço e descrição de atribuições a serem desempenhadas.

Sem concurso há oito anos, o órgão tem atualmente um deficit de mais de 50% dos servidores. De acordo com dados do Portal da transparência do DF, o Procon DF tem 200 postos de trabalho. Destes, apenas 83 estão ocupados. Há então 117 cargos vagos, sendo 30 fiscais, 52 analistas e 34 técnicos.

Concurso Sefaz AL: confira dicas para provas objetivas e discursivas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Dicas de estudo

O edital de abertura da Secretaria de Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) já foi lançado na praça! São 85 vagas de auditor de finanças e controle de arrecadação da fazenda estadual, posto que exige nível superior de formação em qualquer curso. O salário inicial varia de R$ 8.264,90 a R$ 9.471,42 para 40 horas semanais de trabalho.

 

Do total de vagas, 25 são para auditor de finanças e controle de arrecadação da fazenda estadual (sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência) e 60 para auditor fiscal da receita estadual (sendo 12 para pessoas com deficiência). O concurso está sob a organização do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

 

E para auxiliar os candidatos, especialistas do Gran Cursos Online listaram algumas dicas de ouro que vão ajudar na preparação para as provas objetivas e discursivas previstas para o certame. De acordo com o professor Anderson Ferreira, coordenador de carreiras fiscais do preparatório, existem três pontos essenciais que devem ser observados pelos candidatos. Confira:

 

Provas objetivas

Não desista na primeira prova

O concurso da Sefaz-AL é composto por duas etapas: a prova objetiva, prevista para 8 de fevereiro de 2020, e a prova discursiva, com aplicação no dia seguinte. “A dica é que, independente do desempenho obtido no primeiro dia de prova, não deixem de fazer o segundo dia de avaliação, porque só saberão se tiveram um bom desempenho após a divulgação dos resultados dos demais candidatos.”

 

Saiba escolher o cargo com propriedade

O concurso é dividido em duas áreas, mas os candidatos não poderão optar por concorrer em ambas, já que os testes ocorrerão ao mesmo tempo, então é preciso escolher a melhor. “Sendo assim, a escolha deve ter como base o nível de conhecimento que o candidato dispõe sobre conteúdo de conhecimentos específicos. Também é importante observar o nível de conhecimento nas seguintes disciplinas: direito tributário/legislação tributária e auditoria fiscal, caso decida concorrer ao cargo de auditor fiscal; ou contabilidade pública e finanças públicas, além de orçamento público e economia, conteúdos previstos dentro do cronograma de finanças públicas. Assim, se o candidato estiver mais confiante nas áreas tributária e auditoria fiscal, é melhor escolher o cargo de auditor fiscal. Agora, se o conhecimento for maior nas áreas de contabilidade pública, orçamento e finanças, é melhor optar pelo cargo de auditor de finanças”.

 

Revisões e questões até o último dia

Outra dica importante do especialista é que o candidato foque, a partir de hoje, nas disciplinas de maior relevância (conhecimento específicos), mas não esqueça de revisar os conteúdos das disciplinas de menor peso. “Os candidatos não devem negligenciar o estudo dessas disciplinas e dedicar um tempo no cronograma para revisá-las. E o mais importante: resolver questões preparadas pela banca organizadora do concurso, o Cebraspe, até a véspera da prova.”

 

Provas discursivas

Já o professor Leonardo Murga, auditor de controle externo do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) e professor de controle externo e de técnicas para provas discursivas, apontou mais três pontos essenciais para prestar atenção com relação às provas discursivas. Veja:

 

Esquematizar antes de escrever

“O estudo para questões discursivas não se dá apenas com o treino da escrita. Na realidade, o aprendizado começa na forma como nos relacionamos com os conteúdos do edital. Imaginar como um determinado conceito pode ser explicado, estabelecer conexões entre o que já foi estudado e o que está sendo aprendido no momento, bem como simular, ainda que mentalmente, formas como a banca examinadora elaborará questionamentos sobre as matérias são técnicas valiosas para elaborarmos bons textos”.

 

Mensure seus erros e encare-os de frente

Segundo o especialista, aprender os conteúdos do edital não basta. “O bom estudante também aprende a dialogar com a banca examinadora do seu concurso-alvo. E para que esse contato seja estabelecido, é importante que os exercícios sejam feitos com alguns cuidados adicionais. São eles:

 

  • se você acertou sem ter certeza, não passe direto pela questão, avance apenas após solidificar seu conhecimento;
  • mensure seus resultados, de acertos e erros também;
  • revise os erros constantemente.

 

Não brigue, procure entender a banca

Segundo o professor, os candidatos nem sempre concordam com algum gabarito ou com a forma como alguma questão foi elaborada pelo examinador. Ele observa que, embora seja salutar manter o senso crítico, quando o assunto é concursos públicos, o mais indicado é tentar entender o processo de pensamento que levou a banca a exarar determinado posicionamento. “Analisar as provas com os olhos desarmados pode ajudar na apreensão do conteúdo de uma forma mais orgânica. Em suma, não brigue com a banca, perdoe; pois, no final, é ela quem você deve superar para vencer no mundo dos certames”.

Saiba mais detalhes sobre o concurso e como se inscrever aqui. 

 

Depois comente sobre as dicas no FórumCW! 

Secretaria de Economia do DF vai devolver taxas devido a erro em sistema

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Distrito Federal, GDF, Poder Executivo

O período de inscrições do concurso para auditor da Receita do Distrito Federal nem abriu, mas já teve gente que pagou a taxa para participar da seleção! Estranho, né? Mas, calma, a gente explica. É porque houve um erro no sistema de solicitação de isenção de taxa de inscrição. Quando alguns candidatos foram pedir o benefício, que tem o prazo de adesão diferente do período de inscrições do concurso, ao final do procedimento eletrônico o sistema gerou um boleto erroneamente, e alguns, poucos, pagaram.

Por esse motivo, uma nova retificação foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta sexta-feira (1/11), pela Secretária Adjunta de Planejamento e Orçamento da Secretaria de Estado de Economia.

Assim, em razão do erro no sistema, os boletos bancários gerados tornaram-se sem efeito e haverá devolução das taxas. As solicitações de devolução deverão ser realizadas entre as 10h de 4 de novembro até as 18h de 21 de novembro (horário oficial de Brasília/DF), por meio de link específico, no endereço eletrônico www.cebraspe.org.br.

A devolução da taxa de inscrição não será efetuada em conta poupança ou conta investimento, somente em conta corrente. Quem não tem conta corrente, o valor será disponibilizado para saque em qualquer agência do Banco do Brasil, devendo o candidato dirigir-se ao caixa apresentando o seu CPF e documento de identidade. Não será devolvida taxa de inscrição em contas de terceiros.

A retificação também trouxe alterações com relação às vagas destinadas a pessoas com deficiência, que têm 20% das vagas do concurso reservadas. Veja aqui! 

 

120 vagas para auditor do DF

São 40 vagas, mais 80 para cadastro reserva, o que totaliza 120 vagas, com remuneração inicial de R$ 14.970. O concurso está sendo organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O último concurso para o cargo de auditor da Sefaz/DF aconteceu há 16 anos, em 2001, então a expectativa para que haja convocação de todo o cadastro reserva é grande.

Para participar é necessário diploma de curso de nível superior em qualquer área de formação! Do total de oportunidades, 20% são reservadas a pessoas com deficiência e 20% a candidatos negros.

As inscrições poderão ser feitas de 22 de novembro a 19 de dezembro. A taxa de inscrição custa R$ 55. O pagamento, para quem não conseguir isenção, deverá ser efetuado até o dia 20 de dezembro de 2019.

Já as provas objetivas serão aplicadas em 2 de fevereiro de 2020 no turno da tarde. As discursivas, por sua vez, serão aplicadas em 12 de abril. Fique por dentro de tudo sobre o edital aqui! 

O concurso já teve uma retificação importante com relação às provas, confira aqui! 

 

O que você achou desta notícia? Comente no Fórum CW! 

Procon DF prorroga prazo para conclusão de estudos para lançamento de concurso

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira fiscal, GDF

Uma nova portaria (de número 59) foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta terça-feira (29/10), pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Procon DF). Ficou determinada a prorrogação, por 30 dias, a contar de 24 de outubro, do prazo de conclusão dos trabalhos do grupo de trabalho responsável pela elaboração dos estudos técnicos para realização do próximo concurso público do Procon DF.

Assim, o levantamento do grupo de trabalho deverá ser divulgado até, no máximo, a última semana de novembro.

 

 

Compete ao grupo de trabalho o envio dos dados, documentos e informações que subsidiarão a tomada de decisão quanto à realização do certame, especialmente no tocante: às vagas a serem preenchidas por cargo/especialidade e à justificativa da necessidade de serviço e descrição de atribuições a serem desempenhadas.

Sem concurso há 8 anos, o órgão tem atualmente um deficit de mais de 50% dos servidores. De acordo com dados do Portal da transparência do DF, o Procon DF tem 200 postos de trabalho. Destes, apenas 83 estão ocupados. Há então 117 cargos vagos, sendo 30 fiscais, 52 analistas e 34 técnicos. Saiba mais! 

Autorizados! Listamos os 8 concursos públicos mais esperados pelos concurseiros de plantão

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira fiscal, Carreira judiciária, Concursos, Defensoria Pública, Distrito Federal, GDF, Governo federal, Poder Executivo, Poder Judiciário, Poder Legislativo, segurança, Tribunal de Justiça

Victória Olímpio* – Se você ainda não iniciou os estudos para os concursos públicos que selecionamos abaixo é bom correr, pois os editais mais aguardados do ano (e, quem sabe, da sua VIDA) estão autorizadíssimos (ou quase lá)! A grande maioria das vagas são para lotação em Brasília, a capital federal dos concursos. Ao todo, estão previstas 237.242 vagas (?), com remunerações podendo chegar a R$ 32 mil!

 

As autorizações foram para o concurso do Senado Federal; Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF); Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT); Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF); Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa); Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH); Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon DF) e Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Concurso do Senado Federal

O concurso mais aguardado entre os concurseiros deste país foi autorizado antes do esperado! E a comissão? Formada mais rápido ainda. Serão 40 vagas, e formação de cadastro reserva, para cargos de técnico legislativo, advogado e analista legislativo nas áreas de administração, arquivologia, assistência social, contabilidade, enfermagem, informática legislativa, processo legislativo, registro e redação parlamentar, engenharia do trabalho e engenharia eletrônica e telecomunicações. Salário de R$ 18 mil para nível médio e de R$ 32 mil para nível superior! Saiba mais aqui! 

 

Concurso PCDF

O certame foi autorizado pelo governador Ibaneis Rocha, que anunciou 600 vagas imediatas para agente da corporação e 1,2 mil para cadastro de reserva. Além destas 1.800 vagas para agentes, já foram autorizadas 300 oportunidades pra o cargo de escrivão. Saiba mais aqui! 

 

Concurso TJDFT

O TJDFT informou, ao Papo de Concurseiro, que o presidente do órgão comunicou equipes competentes pela elaboração de concursos públicos sobre os cargos vagos existentes atualmente no órgão. De acordo com a assessoria do Tribunal, as unidades encarregadas vão analisar e acompanhar a situação. A notícia gera grande expectativa por uma nova seleção no órgão. De acordo com o Portal de Transparência do Tribunal, há atualmente 388 cargos vagos — 193 para analistas, 193 para técnicos e dois auxiliares. Os salários para analistas e técnicos, atualmente, são de R$ 11.006 e R$ 6.708, respectivamente. Saiba mais aqui! 

 

Concurso PGDF

A Procuradoria vai abrir chances para técnicos e analistas judiciários da carreira de Apoio às Atividades Jurídicas do órgão. A banca organizadora que será responsável pela realização do certame será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Saiba mais aqui! 

 

Concurso Adasa

Autorizado e previsto para ter o edital publicado em março de 2020, o concurso público vai ofertar 75 vagas, sendo 18 vagas para regulador de serviços públicos, mais 36 para formação de cadastro reserva; além de sete vagas imediatas (que também já haviam sido autorizadas) e 14 para formação de cadastro reserva para técnicos de regulação de serviços públicos. O salário inicial do cargo de regulador é R$ 9.200 e o de técnico é de R$ 4.000. Saiba mais aqui! 

 

Concurso EBSERH

Serão dois concursos, que prevêem a contratação de 2.250 profissionais para 39 hospitais universitários federais no país e para a sede da estatal em Brasília. O primeiro projeto é para um concurso nacional, que contabiliza 1.363 vagas, e o segundo contará com 887 vagas para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Estão previstas vagas para médicos, e profissionais das áreas assistencial e administrativa. Saiba mais aqui! 

 

Concurso Procon DF

Já foi formado um grupo de trabalho para elaborar os estudos técnicos de realização do próximo concurso público do Procon DF. O objetivo será o provimento de cargos efetivos da carreira de atividades de defesa do consumidor. O grupo de trabalho tem até o fim de outubro para apresentar os resultados das atividades desenvolvidas ao diretor-geral do IDC/PROCON-DF. Saiba mais aqui! 

 

Seleção IBGE

Estão previstas 231.206 vagas, que serão distribuídas em todo país, para supervisor (call center), agente censitário municipal, agente censitário supervisor, codificador censitário, recenseador, supervisor PA e recenseador PA. O IBGE ampliou o prazo para publicação do edital de abertura do processo seletivo, agora o prazo limite é até maio de 2020. Os novos funcionários serão selecionados por processo seletivo simplificado e poderão ser contratados a partir de janeiro de 2020. Saiba mais aqui! 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

Até R$ 7,5 mil: Conselho Federal de Odontologia vai abrir novo concurso para o DF!

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira fiscal, Concursos, Distrito Federal, DOU

Victória Olímpio* – O Conselho Federal de Odontologia (CFO) vai realizar um novo concurso público para lotação em Brasília/DF!!! E a banca organizadora já está definida! O Instituto Quadrix foi a contratada para organização e realização do certame.

Para nível médio, as vagas serão para o cargo de agente operacional, com remuneração de R$ 2.000. Para quem possui nível técnico, as chances serão para técnico administrativo e técnico arquivo, que receberão remuneração de R$ 3.200.

Já para os profissionais de nível superior, serão oportunidades para contador, com remuneração de R$ 6.400; e procurador jurídico e administrador, que após aprovados receberão R$ 7.500. Para todos os cargos haverá ainda acréscimo de benefícios.

De acordo com a assessoria do Conselho, a previsão é de que serão oferecidas 10 vagas e o edital de abertura está previsto já para este mês de outubro! O extrato de contrato com a banca organizadora pode ser conferido no Diário Oficial da União desta sexta-feira (11/10).

Foto: Reprodução/DOU 

 

Último concurso do CFO

O último concurso público do órgão também foi organizado pelo Quadrix, em 2017, e houve 53 nomeações. Ao todo, foram ofertadas 34 vagas imediatas e 305 para formação de cadastro reserva. Para nível médio as chances foram para agente operacional, recepcionista, e técnico – administrativo, em arquivo, em contabilidade, em secretariado e em tecnologia da informação. As remunerações variaram entre R$ 2.000 e R$ 3.200.

Já para quem tinha nível superior, as oportunidades foram para os cargos de administrador, analista de – compras e licitação, desenvolvimento de sistemas de informação, recursos humanos e suporte de tecnologia da informação, contador, procurador jurídico e secretariado executivo. Após aprovados, os candidatos receberam remunerações de R$ 6.400 e R$ 7.500.

Também foram acrescidos benefícios de vale alimentação de R$ 800, assistência médica e odontológica e vale transporte. A seleção foi realizada por prova objetiva e prova discursiva.

 

Mais autorizações no DF

Já o Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO/DF) também está autorizado a realizar um novo concurso público e o Instituto Quadrix também será a banca organizadora responsável pelo certame!

Ainda não foi definido o número de vagas, mas as oportunidades serão para o cargo de cirurgião dentista, sendo necessário nível superior completo. De acordo com a assessoria do Conselho, ainda não há previsão para publicação do edital. Saiba mais sobre o certame! 

 

 

*  Estagiária sob supervisão de Lorena Pacheco 

MPC de Santa Catarina está autorizado a abrir concurso para procuradores e servidores

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal

Um novo concurso público foi autorizado pelo Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC/SC)! A comissão organizadora que será responsável pela organização e realização do certame já foi definida.

De acordo com a assessoria do órgão, ainda não foi definido o quantitativo de vagas que serão ofertadas, mas o certame prevê ingresso para o cargo de procurador, além de preenchimento do quadro de pessoal da Instituição.

O edital ainda não tem previsão para ser publicado. De acordo com o Portal da Transparência, estão vagos 18 cargos, sendo dois procuradores, oito profissionais de nível superior, cinco de nível médio, dois de nível fundamental e um de nível básico.

 

Último concurso do MPC de Santa Catarina

A última seleção ocorreu em 2014 e ofertou ao todo, 19 vagas para nível médio e superior. A Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese) foi a banca organizadora do certame.

Os candidatos de nível médio concorreram a duas vagas para técnico em – contas públicas e atividades administrativas. A remuneração foi de R$ 8.415,92. Para quem possui nível superior foram 16 vagas para analista de contas públicas – direito, administração, contabilidade e economia. Os aprovados receberam remunerações de R$ 11.018,82.

Também houve oferta de uma vaga para o cargo de procurador com remuneração de R$ 23.997,19. Para assumir o cargo foi necessário possuir bacharel em direito com três anos de atividade jurídica.

A seleção de nível médio e superior foi realizada por prova escrita com questões objetivas. Quem concorreu aos cargos de nível superior também foi submetido por prova de títulos. Já para o cargo de procurador houve prova escrita com questões objetivas e discursivas, prova oral, prova de títulos e exame de higidez física e mental.

Procon DF constitui grupo de trabalho para estudar realização de novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Distrito Federal, GDF, Poder Executivo

Mais um passo importante foi dado para a realização do novo concurso público do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon DF)! Saiu no Diário Oficial local (DODF), desta sexta-feira (27/9), uma nova portaria que constitui o grupo de trabalho para elaborar os estudos técnicos de realização do próximo concurso público.

 

O objetivo será o provimento de cargos efetivos da carreira de atividades de defesa do consumidor.

 

O Grupo de Trabalho será composto pelos seguintes membros: 

  • PATRICIA HENRIQUE AMARO, matrícula 225.045-4,
  • SOFIA AYRES CARNEIRO MACHADO, matrícula 222.043-1,
  • ROBERTO MELO ARAUJO, matrícula 224.324- 5.

 

O Grupo de Trabalho será coordenado por Patrícia Amaro. O grupo terá auxílio do Núcleo de Gestão de Pessoas (Nugep).

 

Compete ao grupo de trabalho o envio dos dados, documentos e informações que subsidiarão a tomada de decisão quanto à realização do certame, especialmente no tocante: às vagas a serem preenchidas por cargo/especialidade e à justificativa da necessidade de serviço e descrição de atribuições a serem desempenhadas.

 

O grupo de trabalho terá o prazo de 30 dias para apresentar os resultados das atividades desenvolvidas ao diretor-geral do IDC/PROCON-DF.

Foto: Reprodução/DODF 

Procon DF está sem concurso há 8 anos! 

Sem concurso há 8 anos, o órgão tem atualmente um deficit de mais de 50% dos  servidores. De acordo com dados do Portal da transparência do DF, o Procon DF tem 200 postos de trabalho. Destes, apenas 83 estão ocupados. Há então 117 cargos vagos, sendo 30 fiscais, 52 analistas e 34 técnicos.

 

Os postos vagos para analistas são: administração (5), arquivologia (2), biblioteconomia (2), contabilidade (5), direito e legislação (19), economia (13), estatística (3), jornalismo (1), modernização da gestão pública (2) e recursos humanos (1). Já os cargos vagos de técnicos são distribuídos em agente administrativo (26) e contabilidade (8). Saiba mais aqui! 

 

Leia também: Justiça garante nomeação de candidato aprovado há sete anos no concurso do Procon DF