O casal estelar Tom Brady e Gisele Bündchen
Super Bowl O casal estelar Tom Brady e Gisele Bündchen O casal estelar Tom Brady e Gisele Bündchen

Justin, Brady, Gisele, Super Bowl – Alegria, tristeza, beleza e desapontamento na grande festa americana

Publicado em Sem categoria

A semana norte-americana que começou com sentimentos fortes à flor da pele – alegria, tristeza, beleza e desapontamento no Super Bowl. Para alguns…

Tenho que concluir meus comentários sobre o Super Bowl de domingo passado. É um espetáculo, para mim, imperdível porque gosto de tudo o que vejo e é produzido por quem sabe dominar a ribalta, os nosso irmãos do norte. Vide a Broadway.

Antes de mais nada devo dizer que, apesar de gostar muito do futebol americano, entendo coisa alguma do que se passa em campo, porém, tenho filha ligada aos esportes e não abro mão de sua companhia e esclarecimentos sobre regras, faltas e por aí vai. Na verdade, adoro as imagens (todos os esportes fotografam bem); a movimentação dos jogadores; as intervenções que se supõem estratégicas dos técnicos-com-pranchetas-na-mão, os closes na plateia onde sempre abundam famosos e por que não, os shows de abertura e de intervalo nos jogos em finais de campeonatos.

Pois muito bem – no jogo do dia 4 passado, enfrentaram-se em Minneapolis, no U.S. Bank Stadium, o favoritíssimo, muitas vezes campeão New England Patriots e o Philadelphia Eagles, numa partida para disputa do troféu de melhor de 2017.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Em campo, comandando o Patriots, envergando uniforme branco, exibindo cabelo de penteado e cortes novos, o lindão do Tom Brady, ídolo dos americanos que aqui no Brasil é tido como “o marido da Gisele” distribuía jogadas e esbanjava seu inquestionável talento de quarterback.

No camarote do dono do Patriots, a lindona Gisele Bündchen, nossa ídola que aqui no Brasil transforma Tom Brady em “seu marido”, tomava conta dos filhos e torcia contra os Eagles, é claro.

Antes de começar a correria atrás da bola oval, o público e os telespectadores foram brindados com show da Pink. Bonitinha como é, fez boa figura ao entrar e foi só. Desafinou e ponto. Como gosto da Pink, coloquei na conta de um possível nervosismo. Não vai ficar na história como cantora ruim porque ninguém vai se lembrar da apresentação.

Daí começou o jogo. Depois dos dois primeiros quartos, veio o intervalo e minha alma se encheu de alegria – surgiu na telinha o cheio de graça, bonitíssimo e ótimo Justin Timberlake que começou a cantar no vestiário do estádio, subiu escadaria, dançou, saracoteou no gramado e em cima de palco com cenário que mudava sem que a gente percebesse, tirou e vestiu paletó sem que ninguém visse, uma coisa maravilhosa!!!!! Para mim já chegava de Super Bowl mas não, ainda restavam dois quartos a serem jogados. E foram, para tristeza de Brady e Cia.

O seguinte, para explicar sem complicar: os times se revezavam na marcação de seus pontos – ora um finalizava a jogada, ora outro. E a coisa ia com emoção para os dois times. Perto de terminar a partida, o marido de Gisele pega a bola oval, arma a jogada com seus colegas de time já posicionados para mais um touchdown e consequente vitória quando, do nada, surge um jogador do outro time que com um tapinha-de-nada na ovalada a arranca das mãos do quarterback mais premiado do mundo!

Deu-se a melódia – o Eagles tinha alguns poucos segundos para quebrar a hegemonia do Patriots. E quebrou. Levou o troféu para casa. Deixou os derrotados tristes, o que é normal pois ninguém gosta de perder.

Feio fez Tom Brady que saiu de campo emburrado, cercado por seus seguranças e foi sozinho, feito criança, chorar nos braços de sua mulher, como mostram imagens na internet. Seus colegas de time foram cumprimentar os vencedores. Seus patrocinadores também.

Mas é assim que se faz. Larga de ser mimado Tom Brady!!!!!!!!! Coisa feia, rapaz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

288 thoughts on “Justin, Brady, Gisele, Super Bowl – Alegria, tristeza, beleza e desapontamento na grande festa americana

  1. Please let me know if you’re looking for a article writer for your site.

    You have some really good articles and I believe I would be a good asset.

    If you ever want to take some of the load off, I’d really like to write some
    articles for your blog in exchange for a link back to mine.
    Please send me an email if interested. Cheers!

  2. Si algo va mal en todo el proceso de la erección, puede producirse un problema. Al final, las tres drogas presentan eficacia semejante, quedando a criterio del paciente escoger aquella a la cual se adapte mejor, tomando en cuenta el precio y la posología.

  3. Lo que sí es cierto es que es un problema muy frecuente. Existen otras causas físicas que pueden causar disfunción eréctil como el consumo de alcohol, nicotina y cocaína, una lesión en la médula espinal y niveles bajos de testosterona, que no solo influyen en la erección, sino en el impulso sexual del hombre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*