Três caipiroskas de Brasília disputam título da Smirnoff

Publicado em

Pelo menos três receitas brasilienses se consagraram entre as 200 finalistas da competição para encontrar a melhor caipiroska do Brasil, feita com Smirnoff — a marca que, no passado, inspirou a criação da bebida, uma paixão nacional. Mais de quatro mil bares e restaurantes participaram em todo o país da primeira etapa.
Começa agora a segunda etapa na qual 11 estabelecimentos do Centro-Oeste se mantêm no páreo, sendo três do Distrito Federal. Caipiroska de tangerina com pimenta (foto) classificou o Bierfass Lago, no Pontão do Lago Sul. Lá, o drinque sai por R$ 24,80. Telefone: 3364-0580.
Os outros dois ficam em Águas Claras. Na Avenida Alameda Gravatá, está o Villa Carioca (telefone 3039-7080), que emplacou sua caipiroska de limão tahiti, limão siciliano, erva-mate, xarope de gengibre e vodca.
O outro é o Toretto Cucina Italiana, aberto na Rua 36 Norte, Lote 8, numa casa com capacidade para 700 pessoas, que além de pratos italianos tem carta de drinques. A receita? Manga, melancia, xarope de pimenta e a Smirnoff, é claro. Telefone: 3034-1252.
Para a segunda fase, soma-se à opinião do público a análise de um júri especializado que visitará todos os estabelecimentos observando critérios técnicos e criativos, como o uso de ingredientes regionais. Dessas notas sairão 12 bares que participarão de um grande evento para anunciar o vencedor, no início de abril, em São Paulo.