CBPFOT200220171279 20/02/2017. Crédito: Liana Sabo/CB/D.A. Press. Argentina. Buenos Aires. Restaurante La Brigada - Lo Distinto en Parrilla, no bairro de San Telmo em Buenos Aires.

Restaurante La Brigada serve carnes de qualidade em Buenos Aires

Publicado em

Destino predileto dos brasileiros devido a muitas atrações, como o tango, o malbec e o doce de leite, Buenos Aires é uma festa o ano inteiro. Qualquer época — até no gelado inverno — é boa para visitar a capital argentina, que ainda oferece uma das melhores carnes do mundo. Uma vez, um amigo me deu uma dica de restaurante. Gostei demais e neste verão voltei lá para conferir. Estava melhor ainda.

O La Brigada não fica no badalado Puerto Madero, como o La Cabaña, nem no nobre Palermo Viejo, como La Cabrera, mas no bairro de San Telmo (dá pra ir a pé da feira). Funciona no tradicional e folclórico endereço da rua Estados Unidos 465, num sobrado decorado com pôsteres, bandeiras e flâmulas de futebol. Essa é a paixão do proprietário Hugo Chavarrieta, que na mocidade foi jogador profissional.

Jugoso ou mariposa

20/02/2017. Crédito: Liana Sabo/CB/D.A. Press. Argentina. Buenos Aires. Prato de carne do restaurante La Brigada - Lo Distinto en Parrilla, no bairro de San Telmo em Buenos Aires.
20/02/2017. Crédito: Liana Sabo/CB/D.A. Press. Argentina. Buenos Aires. Prato de carne do restaurante La Brigada – Lo Distinto en Parrilla, no bairro de San Telmo em Buenos Aires.

“Nossa carne se corta com colher”, informa, orgulhoso, o proprietário, acostumado a receber celebridades da política (Lula e Dilma Rousseff já estiveram lá, quando presidentes da República) da música (Bono Vox, do U2, adorou) e, sobretudo, do futebol. Restaurante preferido do ex-craque Diego Armando Maradona e da estrela do Barcelona, Lionel Messi, o La Brigada tem na parrilla sua melhor expressão. Bife de chorizo, ojo de bife e ancho retirados do pedaço que aqui chamamos de contrafilé, lomo (filé-mignon) e tira, que vem da costela são os cortes mais famosos.

Se quiser ao ponto, peça “ao punto”. Mal passado, diga “rugoço”, que se escreve “jugoso” e, se seu ponto for bem passado, peça “mariposa” que o bife virá aberto, como asa. Não deixe ainda de provar as empanadas que são supersaborosas.