CBNFOT150720190239 17/12/2017.Credito: Sergio Amaral/Divulgacao. Favas Contadas. Prato pirarucu de casaca manuscrita por Aurora Miranda Leão.

Made in Brazil

Publicado em

Pirarucu de casaca (foto), um dos pratos mais célebres da gastronomia amazônica, será uma das atrações do almoço no encerramento do Festival Internacional de Cinema e Alimentação, domingo, 4 de agosto, no restaurante Leão da Serra, que fica no Taquari, subida para Sobradinho. Funciona na casa da própria chef, a jornalista Lúcia Leão, que se especializou em comida brasileira, servida nos fins de semana naquele espaço dedicado à cultura e às artes.

Além do prato de peixe, segundo a receita da mãe, Aurora Miranda Leão, “que ensinava preparar na véspera”, Lúcia vai servir no antepasto tacacá ou rolinhos Da Rocha (folheado de pirarucu com catupiry e saladinha verde). O prato principal será outro must da culinária do Norte, o pato no tucupi com opção para o Peixe do Maestro, que é tambaqui assado com banana-da-terra frita, jambu, farofa de pimenta e caldo de tucupi. Na sobremesa, doce de cupuaçu com castanha e requeijão do sertão, que ganhou o nome Peri e Ceci. Cupuaçu estará presente desde a entrada, quando vem num mix de Lambrusco tinto remetendo o coquetel Espumanauara ao encontro das águas do Rio Negro com o Rio Amazonas. O almoço sai por R$ 90 e reservas são necessárias pelo telefone 98520-1752.

Décima edição

Durante quatro dias — de 1º a 4 de agosto — serão exibidos 23 títulos entre longas, médias e curtas-metragens produzidos em diferentes países, inéditos no Brasil e muitos deles premiados, no exterior, no Slow Film, que celebra o encontro da arte cinematográfica com o melhor da gastronomia mundial, com foco na sustentabilidade. Todas as sessões e atividades serão realizadas no Cine Brasília ou no Espaço Cultural Renato Russo.

Único com este perfil no Brasil, o festival chega à 10ª edição que ocorre pela primeira vez em Brasília. A edição também vai prestar homenagem a duas pessoas “pelo apoio ao evento”: o chef Juan Pratginestós, que comanda a cozinha do restaurante Montserrat, e esta colunista.