Importadora Del Maipo rumo a Miami

Publicado em

Na contramão do desempenho de três grandes marcas brasileiras — Madero, Paris 6 e Coco Bambu — que não deram certo na Flórida, a importadora brasiliense Del Maipo fincou o pé, há dois meses, em Miami com o projeto de venda de vinhos no mercado americano. Bastaram apenas três visitas à cidade, considerada uma das principais portas de entrada para o EUA, para Cyro Tôrres Júnior, fundador da empresa, estender os domínios por lá, em parceria com o sócio Gilberto Avelar e mais dois investidores.

Chama-se Del Wine, a firma americana que ocupa um depósito de quase mil metros quadrados, totalmente climatizado com temperatura por volta de 15ºC. Fica em Doral, linda cidade localizada próxima ao aeroporto internacional de Miami. Com capacidade para 250 mil garrafas, o depósito abriga ainda o escritório.

Negócio promissor

“Demos um tiro num passarinho e acertamos um elefante”. Com esse provérbio, o empresário brasiliense define o resultado das tratativas que o levaram aos 45 anos a conquistar um mercado exigente, porém bastante promissor. “A Flórida consome por ano a mesma quantidade de vinho importado que o Brasil”, afirma ele, que há seis anos acalentava a ideia de expandir sua expertise para o gigante do Norte.

“No primeiro momento, queria abrir uma loja de vinhos em Miami que não fosse voltada exclusivamente para brasileiros”, lembra ele. Qual não foi a surpresa dele ao constatar que “o mercado dos Estados Unidos é muito maior e suportaria bem mais uma importadora de vinhos do mundo inteiro”.

Vinhos pontuados

De um modo geral, o ato de vender vinho lá é muito mais simples que no Brasil, compara Júnior. “O lojista americano prova a bebida. Se gostou, olha o preço e, se estiver próximo da expectativa, ele não leva meia hora para tirar o pedido”. Quanto ao paladar, há muita semelhança entre o público dos dois países, mas os americanos procuram consumir vinhos mais bem-avaliados.
“Eles têm notória preferência por vinhos pontuados e estão sempre muito atentos às tabelas de Robert Parker, Wine Spectator e outras”, comenta o importador brasiliense, para quem o preço (baixo) é fator fundamental no mercado. O tinto Casas del Maipo Gran Reserva produzido no Chile, que sai aqui por R$ 100, custa nos Estados Unidos menos de 15 dólares, exemplifica.

Um box na feira

17/12/2018. Credito: Vinicius Cardoso Vieira /Esp.CB/DA.Press. Brasil. Brasilia. Favas Contadas. Importadora de Vinhos Del Maipo.

Tudo começou quando o jovem Cyro, que herdou o nome do pai e é caçula de dois irmãos, decidiu comerciar e comprou, aos 25 anos, um box na Feira dos Importados, em 1997. Lá, vendia de tudo — de roupas a produtos químicos — até que um dia arrematou um lote de vinho importado. Saiu que nem pão quente. Epa! Acendeu um sinal no coração do negociador que passou a se interessar pelo produto a ponto de fazer cursos na Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), seção Brasília.

O aprendizado deu novo impulso às atividades exercidas primeiro na loja Brilho, que abriu filial no centro comercial Gilberto Salomão, depois, mediante a importadora Del Maipo, instalada na Cidade do Automóvel. Quando o irmão Álvaro saiu da empresa, Júnior encontrou em Gilberto parceiro e sócio para a empreitada que começa no Hemisfério Norte. Mais informações: 3363-8779 (Del Maipo).