CBNFOT290420190361 Crédito: Korea Tourism Organization (KTO)/Divulgação. Bulgogui, prato tradicional de carne bovina com molho

Festival de gastronomia da Coreia celebra 60 anos de amizade com o Brasil

Publicado em

 

 

“Vamos comer kimchi, bibimbap e bulgogui?” Esse convite talvez ainda careça de explicação, como ocorreu algumas décadas atrás com o “vamos comer sushi?”. O certo é que a culinária coreana começa a se fazer presente entre nós. Terça e quarta-feira próximas, a embaixada da Coreia, em parceria com o Senac, promove festival de pratos típicos da cozinha daquele país no restaurante-escola localizado no Anexo IV da Câmara dos Deputados.

 

O festival contará com a presença de dos chefs sul-coreanos Yoon Jong Sik, de 38 anos, e Kwon Oh Gyun, de 40. Experimentados em renomado endereço gastronômico de Seul, eles virão especialmente para pilotar almoço servido das 12h às 15h por R$ 62,36 por pessoa.

Crédito: Arquivo Pessoal. Chefs sul-coreanos Yoon Jong Sik e Kwon Oh Gyun.

Amigos há 60 anos

 

A iniciativa faz parte da agenda de eventos comemorativos aos 60 anos das relações diplomáticas entre Coreia e Brasil, que transcorre em 31 de outubro, mas durante todo o ano estão previstas ações, como destaca o embaixador Kim Chan-woo, o 21º ocupante atual do cargo. “Fico muito feliz em poder apresentar, por meio da gastronomia, uma parte da rica e variada cultura coreana em um momento tão oportuno como este, que reforça nossos laços de amizade”, afirma.

 

Quando tiveram início as relações bilaterais, em 1959, era responsável o embaixador da Coreia nos Estados Unidos. A representação diplomática, ainda no Rio de Janeiro, só contou com embaixador próprio a partir de 1962. Nove anos mais tarde, a embaixada mudou-se para Brasília e inaugurou bonita sede na Avenida das Nações, 915 Norte, lote 14.

Cardápio

 

 

Os pratos que compõem o menu são os tradicionais kimchi (acelga fermentada) na entrada; bulgogui (carne bovina grelhada em molho de soja ou suína refogada com molho picante); bibimbap (vegetais quentes numa cumbuca coberta de arroz — o bap — com carne, ovo, molhos tudo misturado); além de mais três entradas: gungjung japchae (macarrão de batata-doce refogado com verduras); buchu gamja jeon (panqueca com cebolinha chinesa e batatas) e haemul wanja jeon (panqueca com frutos do mar).

 

Como sobremesa serão servidos o hodu jeongywa (doce de nozes) e um chá de omija (espécie de magnolia berry ou fruta de cinco sabores). No bufê, também haverá pratos brasileiros que já fazem parte do cardápio da casa. A embaixada coreana vai aproveitar o festival para mostrar fotos, vídeos e decoração típica durante os dois dias do evento.