Genghis Khan

Vá ao Genghis Khan e conheça o prato chanko nabe, o preferido dos lutadores de sumô

Publicado em

Programe-se para degustar, neste domingo, o saudável chanko nabe, o prato dos lutadores de sumô e com o qual o chef Mateus Takano comemora o terceiro aniversário do Genghis Khan, restaurante aberto por ele no Bloco C da 214 Norte. “A ideia é servir somente nesse dia, mas, se houver interesse, posso preparar o prato por encomenda”, avisa o chef, que dispõe de um fogão portátil a gás, que lhe permite reeditar a iguaria em casa.

Trata-se de mais um nabemono, que significa feito numa panela só, no sistema de fondue, com um caldo de dashi (conserva de peixe), missô, shoyo, saquê e fundo de frango no qual vai-se acrescentando a carne, legumes, verduras e cogumelos para cozinhar, como acelga, brócolis, cenoura shitaki e shimeji. “Eu preferi usar somente carne de frango”, destaca o chef sansei formado em direito e, em gastronomia pelo Iesb, que abandonou a banca de advocacia para se dedicar ao restaurante.

 

Mateus Takano, chef do Genghis Khan
Mateus Takano, chef do Genghis Khan

Devido à variedade de nutrientes, o chanko nabe é considerado o alimento símbolo dos praticantes da luta japonesa. “Possui muitas proteínas sem aumentar o percentual de gordura”, explica Takano. Além de tudo, ainda é extremamente saboroso. Genghis Khan funciona de terça a sábado, só à noite, e domingo, no almoço e jantar. Telefone 99973-0020.