Créditos: Paniguiri/Divulgação. Salada grega da festa paniguiri. Créditos: Paniguiri/Divulgação. Salada grega da festa paniguiri.

Celebração grega

Publicado em

Antigamente, eram festas para se comer e dançar a noite toda. Agora, porém, o ritual ortodoxo-cristão chamado paniguiri tem hora para começar e terminar. Pelo menos em Brasília, onde a comunidade grega promove nos dias 26 e 27 (sábado e domingo) a segunda edição do evento, que reúne diversão, comida e venda de produtos ao ar livre.

Em se tratando da Grécia, país de ricos e diversos sabores, a gastronomia é fundamental. Você vai provar pratos deliciosos e absolutamente autênticos porque serão confeccionados pelas mulheres da comunidade, na qual se destaca a doceira Tita Anfritite.

A exemplo do ano passado, a celebração se realiza na sede da Comunidade Helênica de Brasília, ao lado do templo, na 910 Norte, das 19h às 2h. Duas bandas — Samos, com integrantes de Brasília, e Kostaki, de São Paulo — animarão o público a dançar, inclusive a famosa coreografia imortalizada no filme Zorba, o grego, que culmina com uma eufórica quebra de pratos. Ingressos já estão sendo vendidos a R$ 30. Crianças de até 10 anos não pagam. Mais informações pelo telefone 99986-7427.

Veja alguns pratos

Xoriatiki – Salada com tomate, pepino, cebola, queijo branco, temperada com azeite, pimenta e orégano

Pastitsio – Espécie de lasanha recheada de carne moída e molho bechamel

Keftedes – Almôndegas temperadas com vinho, hortelã e orégano que podem ser acompanhadas de

Tzatziki – Coalhada preparada com iogurte e pepino aromatizado com alho, endro e azeite

Pita — Espetinhos de carne de frango ou de porco acompanhada de pão pita

Mussaká – Preparado com berinjelas, batatas, carne e molho bechamel

Tiropita — Torta folhada recheada de queijo branco e ricota temperada

Baklavá – Massa filo recheada com nozes e canela e regadas com mel e

Galaktobouriko – Creme à base de leite envolto de massa filo com calda de mel.